Parabéns, futsal

AFP

AFP

A seleção do Brasil derrotou a da Espanha na final da Copa do Mundo, realizada na manhã deste domingo em Bang

Kok, capital da Tailândia, no sudeste asiático. O placar de 3 a 2 mostra como a conquista foi difícil, e, até por isso mesmo, ainda mais emocionante. Basta considerar o gol decisivo, feito por Neto, que já tinha marcado o primeiro, aconteceu a apenas 19 segundos do fim do jogo, já na prorrogação.

Acima de tudo, porém, vale todas as festas para o time, comissão técnica e dirigentes do futsal brasileiro. Foi o sétimo título, desde 1982, quando o País obteve a primeira conquista, ainda nos tempos da Fifusa (federação internacional de futebol de salão), que depois virou o departamento de futsal da Fifa.

Neto, o herói da campanha, foi merecidamente eleito o melhor jogador da Copa. Outra estrela do futsal, Falcão, fez o segundo gol brasileiro, quando a Espanha estava na frente por 2 a 1. Ao fim do jogo, o capitão Vinicius lembrou que o esporte é o mais praticado no Brasil. A capacidade nacional de revelar talentos é tal que há brasileiros em várias seleções. Um deles, Eder Lima, joga pela seleção da Rússia e foi o goleador da Copa, com nove gols.

O esporte não é olímpico, o que é uma pena, porque, além de ser popular entre nós, é praticado em praticamente todos os continentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>