Toda nossa torcida por Fabiana

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press

Principal nome do atletismo feminino do Brasil nos últimos anos, Fabiana Murer encontra-se num momento especial da carreira. Aos 31 anos, ela começou bem a temporada indoor, saltou 4,60 m nos Estados Unidos e 4,65 m na Rússia. Alcançou, assim, a qualificação para a principal competição do ano: o Mundial de Moscou, marcado para agosto próximo.

Porém, em seu terceiro torneio este ano, em Donetsk, na Ucrânia, sentiu novamente uma lesão no tendão de Aquiles. Parou tudo e voltou ao Brasil para fazer o tratamento indicado pelos médicos da BM&FBovespa, sua equipe.

A esperança é que em maio, quando será disputado o GP Brasil/Caixa de Atletismo, ela possa reiniciar a temporada, já em eventos outdoor, em preparação para o Campeonato Mundial, quando poderá tentar o bicampeonato no salto com vara.

Toda a nossa torcida pela saltadora campineira.

Neville McCook

Morreu Neville McCook, dirigente jamaicano e membro do Conselho da IAAF. Pessoa gentil, Neville era muito querido pelos atletas de seu país. Vários deles, como o supercampeão Usain Bolt, se manifestaram publicamente e lamentaram sua morte, ocorrida na última segunda-feira, em Kingston, aos 73 anos.

Oscar Pistorius

Oscar Pistorius ganhou respeito internacional por sua luta esportiva. Biamputado desde a primeira infância, ele tornou-se um dos maiores nomes da história do atletismo paraolímpico. Mais que isso, chegou a disputar os maiores eventos do mundo para atletas sem deficiência: o Mundial de Daegu e a Olimpíada de Londres. Foi preso nesta madrugada, acusado pela polícia sul-africana de ter matado sua noiva, o que, em princípio, ele teria negado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>