Rogério Ceni e os frangos presentes à mesa dos grandes goleiros

Djalma Vassão/Gazeta Press

Djalma Vassão/Gazeta Press

Pois não é que ainda comentam o “frango” degustado por Rogério Ceni no jogo de sábado contra o Ituano, quando o São Paulo venceu por 3 a 2! Não é também de estranhar tanto, já que o goleiro do Tricolor é uma personalidade do esporte nacional. Tudo o que fala ou faz repercute, naturalmente. O volume de comentários tem um pouco, é certo, de mal disfarçada “vingança”, principalmente de palmeirenses e corintianos. O que nem chega a ser grave.

Mas fora dos ambientes dos torcedores, na mídia, os analistas têm que tomar cuidado. O que Rogério levou foi um frango e ele sabe disso. Deixou passar uma bola que qualquer goleiro de time de várzea (ainda tem time de várzea?) pegaria. Rogério esteve bem no restante do jogo, da mesma forma que teve atuação perfeita contra o Atlético, pela Libertadores, no meio de semana.

Bem a propósito, lembro de uma reunião de pauta da Folha, durante a Copa de 1982. O Brasil acabava de estrear contra a antiga União Soviética, ganhara por 2 a 1. Mas o placar fora aberto pela URSS, num frango do Valdir Peres. Um colega do jornal insistia que o goleiro brasileiro “não tinha nível de seleção”, porque goleiro de “nível de seleção” não sofria aquele tipo de gol. E insistia: “O Dassaev (goleiro soviético) pegaria aquela bola”.

E ninguém conseguiu convencê-lo de que o próprio Valdir Peres pegaria aquele chute. E Valdir, 11 anos titular absoluto do São Paulo, três vezes campeão paulista e uma vez campeão brasileiro, era superior a Dassaev, que também era bom.

Gilmar dos Santos Neves, bicampeão mundial pela seleção e pelo Santos, titular nas Copas de 1958 e 1962, levava de vez em quando seus frangos. E não se abatia. Talvez aí tenha sido a verdadeira falha de Valdir Peres. A impressão que tenho, ainda hoje, é que ele perdeu um pouco a confiança depois daquele gol. Mas não prejudicou a equipe, tanto que não teve mais nenhuma falha na Copa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>