O que há por trás do menor que assumiu a culpa pelo crime na Bolívia

Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

Insisto num ponto, que para mim é fundamental: é correta a decisão das autoridades bolivianas de manter no país os torcedores corintianos, acusados de participarem do evento que terminou na morte do jovem torcedor do San José, Kevin Espada.

É legítimo também que os envolvidos, uma vez provadas as culpas, respondam pelo que fizeram com os rigores da lei. No entanto, é preciso que as culpas sejam provadas. E que sejam punidos os que tiverem suas culpas provadas. Do contrário, punir sem provas não é fazer justiça. Pelo contrário: é agregar um erro ao crime já cometido.

Quanto à decisão de apresentar um menor de idade para assumir a culpa, não tenho elementos para julgar, mas que parece muito conveniente … Isso parece. Aí, sim, é preciso redobrar os cuidados. Numa dessas, os verdadeiros culpados escapam e o torcedor, que é menor, pegará uma pena mínima, como ocorre com frequência.

Já a punição ao Corinthians – jogar sem torcida – me parece correta. Afinal, seja qual for o destino do julgamento do caso de Oruro, o que ficou provado é que torcedores deste grupo organizado são perigosos e podem colocar em risco outras pessoas. Mas parece igualmente claro, que o San José deveria ter seu campo interditado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>