TIME COM SANGUE

Vi Ponte e São Caetano.Já estava desanimado pelo retrospecto.O Azulão é uma nhaca brava na vida Nega Véia, faz tempo.Mas gostei do meu time.Se no ano passado os jogadores demonstravam indiferença pela camisa do clube, ontem vi uma equipe, com limitações, se matando em campo.É o que a torcida quer.Há deficiências técnicas, o dinheiro é curto, até pelas palhaçadas e falta de palavra do presidente da FPF.No entanto, pelo menos por hora, o pessoal mostrou garra.E aí eu respeito.O Ferron, por exemplo não é zagueirão espetacular, mas divide firme, se impõe, como deve ser um jogador da Macaca.Esse time parece que tem sangue, que vibra.Pode não ser suficiente para ganhar títulos,porém nos alegra saber que não são quaisquer mercenários que estão vestindo nosso uniforme.

NOITE TRISTE, MAS NÃO ACABOU

Foto: AFP

Foi triste ver o Corinthians jogar(?) contra o Tolima. Num jogo tão aguardado, eu esperava bem mais desse time. Faltou intensidade, pegada e bola, em última análise. Há quem busque causas para o empate no bom(?) Tolima. Não penso assim. O Tolima é o que eu imaginava. O Corinthians é que foi muito menos. No entanto, não creio em fim de linha. Dá para buscar a classificação em Ibagué. Se o Corinthians apresentar um mínimo, consegue a classificação. Não sei porque esse time, que se não é maravilhoso, também não é tão frágil como tem demonstrado, não tem rendido o que pode. Ronaldo inexiste e o restante da equipe parece não vibrar. Foi feio, mas não terminou. A última palavra está com o Corinthians, que apesar desse mau primeiro jogo, ainda tem mais futebol.

NEM JONAS, NEM RONALDINHO

Jonas foi artilheiro e melhor atacante do Brasileirão-2010 (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

Jonas, artilheiro do Campeonato Brasileiro, saiu do Grêmio, às vésperas da estreia na Libertadores, por pouco mais de um milhão de euro. Dinheiro de pinga para o futebol atual. Era a multa, acertada no ano passado, para que ele ficasse até dezembro de 2011. Só que pagando dava para sair. E foi o que Jonas fez. Isso porque o Grêmio parou de renegociar o contrato e uma multa maior, no final do ano passado, para conversar exclusivamente com Ronaldinho Gaucho. Ficou sem os dois. E mesmo que viesse Ronaldinho, no meu conceito, seria uma má troca. Um é laranja chupada, sem fazer nada há três anos. Já o outro jogou muito em 2010. Vergonha essa perda do Grêmio. Sucesso ao Jonas no Valência. Já que a renovação dele ficou em segundo plano, o Grêmio também pode ficar, né?

MELHOR ATAQUE? UMA BOA DEFESA

A frase acima não está trocada,não.É o que sempre pensei em termos de futebol.Nos anos 40,50 e vá lá 60, talvez ainda fosse possível jogar-se um futebol de muito ataque e sem cuidados defensivos.Aliás, nos primórdios o jogo era quase um 1-10.Os tempos mudaram e aquele perfil super ofensivo,pode até redundar em beleza, mas não em vitórias.A coisa é simples,para que os craques joguem é preciso que tenham a bola nos pés.E para isso precisam que alguém, e até eles mesmo, marquem intensamente.O grande time do Santos de 2010 marcava muito,inclusive a saída de bola.O mesmo faz o Barcelona e a seleção da Espanha.Não há campeão sem posse de bola. Mas parece que Nei Franco quer reverter esse conceito.Sacar um volante e por um atacante, faltando poucos minutos para acabar a partida contra a Bolívia,foi a maior prova disso.Ele já fizera o mesmo contra o Paraguai.Neymar quebrou o galho,porém isso não ocorrerá sempre.O problema é que o time do Dunga,na Copa passada, marcava muito e agora tem que se fazer tudo ao contrário, para agradar o gosto do nosso país pelo oposto pós derrota. Bobagem.A sub 20 tem tudo para ganhar o título e as classificações, mas se não parar com essa frescura de “ofensivismo barato”, conseguirá,como só conseguiu o time de Ricardo Gomes,anos atrás, ficar fora da Olímpiada,mesmo tendo o grupo bom, que tem, além do genial Neymar.

MADRUGADA DE RISOS

Hoje tem Neymar em campo contra a Colombia, pelo Sub-20 do Perú.Vou dormir tarde novamente para não perder as jogadas de Neymar. Sem tanta pegação de pé, ele esteve solto e divertido contra o Paraguai.Infernizou todo mundo, fez quatro gols e jogadas de brilho.Como defende a seleção brasileira, provoca menos inveja do que com a camisa do Santos. Todos gostariam de tê-lo no seu time, como não tem, ficam cornetando a vida dele.Com a camisa do Brasil está a favor do país.Aí fica mais legal.Joga bonito, encanta e não precisa ficar ouvindo baboseiras de quem não gosta de arte no mundo da bola.

ELANO, SOBRANDO

Estréia linda do Elano. Ligado no jogo, com boa movimentação, teve momentos de inspiração, como vimos no Mundial da Africa do Sul, onde ele foi o melhor jogador da seleção brasileira.Mesmo sem carga total, o Santos está sobrando nesse começo de Paulistão. E Elano entrou nesse ritmo.Dentro da normalidade, o Santos terá um ano brilhante.

BOA SORTE, TIRONE

Arnaldo Luiz Tirone é o novo presidente do Palmeiras. Conseguiu algo que o pai dele, Arnaldo Tirone, não obteve, embora tendo grande história no clube, por mais de 30 anos. Conheci bem o pai do novo presidente do Palmeiras. Gostava de vestir ternos brancos, era muito gentil com todos e ajudou bastante o Palmeiras, inclusive com dinheiro, numa fase mais romantica do futebol.Espero que o “novo” Tirone traga consigo a inspiração do pai, dos tempos de um Palmeiras vencedor.É a minha torcida. Um clube desse porte, não pode ganhar tão pouco, como tem ocorrido nos últimos tempos, no velho Palestra.

NEGA VÉIA ASSUSTA

Que coisa a minha Ponte Preta.Dois jogos, duas derrotas.A última vez que a Macaca venceu foi em outubro do ano passado, no jogo contra o Sport, pela série B.Aliás, foi a última vez que estive no Majestoso.Preciso ir mais vezes.A coisa está feia.Mas ainda temos que dar um crédito de confiança a esse time, que só está começando, mesmo que mal,até o momento.

PLENA CONCENTRAÇÃO

José Mourinho, o melhor técnico do mundo, fala muito em concentração plena em campo, para que o futebol flua.Ele trabalha bastante isso e, de um modo geral, tem obtido ótimos resultados.O gol de Roberto Carlos, marcado contra a Portuguesa, mostra exatamente a diferença de estar ligado no jogo, ou não. Ronaldo, fez aquele gol por cobertura em Fábio Costa, em 2009, porque ficou observando a posição do goleiro mesmo sem ter a posse de bola. Roberto Carlos percebeu a desorganização da defesa lusa e cobrou o escanteio com precisão, mesmo fazendo o mais difícil, já que bateu de trivela, do lado esquerdo, com o pé esquerdo.Enquanto o pessoal da Portuguesa estava preocupado só com a própria marcação,Roberto Carlos viu o todo. Assim fazem os jogadores especiais, os diferentes.

QUE GOLEIRO É ESSE?

Linense 1, Santos 4.Para quem não viu o jogo, pode parecer que Le Cirque du Soleil voltou.Nada disso.Boa partida do Santos, é claro, mas a goleada só veio graças a Rafael. Impressionante a atuação do goleiro santista, salvando, no mínimo, três gols feitos, do Linense, incluindo-se aí a defesa de um penalti. No momento que vemos Marcos e Rogério Ceni em final de carreira e um “melhor do mundo”, que toma frango na hora de decisão na Copa do Mundo, esse menino dá boas esperanças.Goleiraço.Tem tudo para ser o goleiro da seleção brasileira a curtíssimo prazo.Incrível que, durante a éra Luxemburgo, o titular era o Felipe, “o mão de pau”. Acontece. Até com o Luxa que enxerga muito futebol.Mas fica como um pecado, contra esse garoto, que tem jeito de ser daqueles “milagreiros”.