Neymar dá show e o drama do Palmeiras

Gazeta Press

Que show deu o Neymar Jr no Independência, heim? Até o papai, acostumado com as peripécias do filho, vibrou muito em todos os três gols que marcou.

A torcida do Cruzeiro, depois de provocar o garoto teve que abençoar a santa apresentação do maior talento brasileiro da atualidade.

E o cavalo de força do Atlético Mineiro “pangareou”. Ao perder para o Coritiba deixou a taça de campeão nas duas mãos do Fluminense. Torci muito para o técnico Cuca e para a administração do Alexandre Calil.

Luiz Fabiano foi esperto no lance que resultou no gol 84 em campeonatos nacionais, superando a marca de Serginho Chulapa. Por não ser mais o cobrador de pênaltis do tricolor, o Fabigol preferiu não cair ao ser tocado pelo goleiro Diego Cavalieri. O pênalti seria cobrado por Rogério Ceni. Inteligente esse Fabiano.

Para a torcida do Fluminense o grito de “É Campeão” já está no “É”. Mais uma rodada, dependendo da combinação de resultados, a frase poderá ser completada. E, será justamente contra o Palmeiras. Alegria de uns e tristeza de outros.

O zagueiro Mauricio Ramos é um dos que mais está empenhado em se salvar e tirar o Palmeiras da situação em que se encontra mas, deu um tremendo vacilo ao ganhar a disputa de bola com Lodero e tentar cavar uma falta, sem a mínima necessidade. A boberia resultou no segundo gol alvi-negro.

Fique esperto MR.

Um comentário em “Neymar dá show e o drama do Palmeiras

  1. Como ocorre em várias situações, mais uma ironia do destino pode-se firmar.

    Ao time que o Palmeiras fez corpo mole no brasileiro de 2010, será que há dúvidas na cabeça da diretoria e jogadores?

    O que fazer nesse momento? Vencer o próximo confronto e poder erguer a taça ou retribuir a ajuda passada?

    O Castigo vem à cavalo. O mesmo time “ajudado” é o mesmo que pode jogar a última pá de cal!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>