A penúltima rodada do Brasileirão

Ricardo Ayres - photocamera

Depois que a CBF reconheceu que algumas equipes se empenhavam pouco nas rodadas finais do Brasileirão, facilitando as coisas para adversários visando prejudicar os rivais estaduais, o Fluminense está mostrando como se deve encerrar uma competição, já ganha, com muita dignidade.

Campeão com três rodadas de antecedência, busca o máximo de pontos que puder alcançar para superar o São Paulo na era de pontos corridos com 0 equipes. Assim sendo, não está facilitando para ninguém. Esteja o adversário na rabeira ou no topo da tabela.

Contra o Sport, na Ilha do Retiro lotada, tomou o maior sufoco do campeonato, saiu na frente com mais um gol do artilheiro Fred e mesmo assim não perdeu.

Além do gol de Felipe Gabriel,  mais cinco “milagres” feitos pelo goleiro Cavalieri, para desespero da torcida.

O Sport continua respirando para se salvar do rebaixamento mas dependerá muito da combinação de resultados na última rodada. Precisa vencer o Nautico nos Aflitos e torcer por derrotas do Bahia ou da Portuguesa. Será que dá?

Veja como as coisas acontecem no futebol.

Naútico e Sport são rivais e se enfrentam na última rodada, podendo o Nautico decretar o rebaixamento do Sport. Mas, na rodada em que enfrentou o Bahia, em Salvador, o timbu empatou em 1 a 1, se salvou e ajudou a vela do Sport ficar acesa. Será que o sopro final será dado pelo rival?

Alexandre Lops - Internacional

LUSA VENENO

A Portuguesa conseguiu o que só ela consegue. Depois de oito jogos sem vitória, derrotou o Internacional em pleno Beira Rio por 2 a 0, ficando a um ponto de se salvar do rebaixamento sem depender de ninguém.

Precisa do empate ou da vitória contra a Ponte Preta no Canindé. Só falta derrubar o balde cheio de leite.

Ao empatar com o mistão do São Paulo, em casa, a Ponte ficou livre definitivamente do rebaixamento. O jogo foi horrível. Valeu apenas pelo regulamento. Até Ganso foi contaminado
pela ruindade dos demais companheiros e adversários.

O confronto envolvendo duas equipes alvi-negras foi recheado de emoções. No Engenhão o Atlético Mineiro saiu ganhando com gol de Bernard, sofreu a virada e ficou com um jogador a menos.

Parece que, com um jogador a menos, o técnico Cuca encontrou o sistema ideal. Empatou e virou para 3 a 2 com gols de Richarlisom e Rever, repetindo o mesmo placar do primeiro turno.

A torcida do Botafogo aproveitou para desabafar em cima do técnico Osvaldo de Oliveira. A culpa é sempre do técnico.

Com essa vitória os mineiros mantém a briga pelo vice-campeonato com o Grêmio acesa. Os gaúchos não tomaram conhecimento da situação do Figueirense e derrotaram os catarinenses por 4 a 2 com golaço de Zé Roberto e um show de Elano fazendo gol e dando assistencias.

Só Aloisio (que vai para o São Paulo) se salvou no rebaixado Figueirense. Ele fez os dois. Como será o último Gre-Nal no Olimpíco?

Fernando Dantas/Gazeta Press

PALMEIRAS PERDE ATÉ DO DRAGÃO

A molecada do Palmeiras conseguiu perder no Pacaembu, para o Atlético Goianiense por 2 a 1, com o goleiro Rafael Alemão falhando no primeiro gol e Wellington sendo expulso no segundo tempo. As duas equipes se enfrentarão mais duas vezes ano que vem na segundona.

O comportamento irracional de alguns torcedores do Palmeiras continua dando prejuizo para a equipe. Pelos acontecimentos registrados em Araraquara, o clube foi punido pelo STJD da CBF com a perda de quatro mandos que deverão ser cumpridos em 2013.

Torcedores inteligentes hein?

Se preparando para o clássico contra o Atlético, o Cruzeiro derrotou o Coritiba por 2 a 1. Ainda bem que os paranaenses venceram o Palmeiras em Araraquara. Senão, estariam no rebolo do rebaixamento também.

Parece que Wellington Paulista nasceu para jogar com a camisa azul do Cruzeiro e Everton Ribeiro com a do Coxa.

Abrindo a rodada sábado, Vasco e Flamengo fizeram um jogo sem expressão que a história registra, o mesmo aconteceu com Corinthians e Santos. Até o placar foi igual: 1 a 1 lá e cá. Os projetos de craques continuam protótipos, principalmente no Santos. Palavra de Muricy Ramalho, destinada a Victor Andrade

Um comentário em “A penúltima rodada do Brasileirão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>