O Paulistão voltou

O Campeonato Paulista está de volta.

Mesmo que sem todas as estrelas em campo e nem graves erros de arbitragem.

Na primeira rodada, reclamação contra o homem do apito apenas no pênalti que Thiago Peixoto marcou para o Santos contra o São Bernardo.

Como o período de preparação não é o ideal pós férias, os clubes grandes usam o Paulistão como parte da pré temporada, se acertando para as competições paralelas.
O São Paulo, que está se reformulando táticamente, sofreu muito para superar o Mirassol.
Precisou da inspiração do quarentão Rogério Ceni, que inicia a competição como se não estivesse voltando de férias. Eta profissional responsável.
Se a briga pela artilharia vai ficar entre os atacantes dos clubes grandes, Luiz Fabiano e Neymar já estão em vantagem. Mais para o sempre irreverente garoto do Santos. Como é folgado. Viram o primeiro gol contra o São Bernardo?
Vamos ver se agora, com Paulo Nobre na presidência, as coisas melhoram para o Palmeiras. Até pênalti o Barcos conseguiu perder no empate de 0 a 0 contra o Bragantino.
Primeira providência do novo presidente, antes de anunciar qualquer contratação, é colocar o direito de imagem dos jogadores em dia. São quase tres meses atrasados. É mole?
Como o técnico Tite ainda não pode utilizar o Pato, os torcedores vibram o Zizao. Uma jogada certa que resultou em gol do Giovanni diante do Paulista foi o suficiente para o chines ocupar a condição de estrela da rodada. Ele merece!
Pelo que vimos na primeira rodada, os clubes considerados pequenos vão dar um show de horror na competição. Com rarissímas excessões, o nível técnico baixou e muito esse ano. A briga vai se feia para não cair.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>