A arbitragem do Dérbi

Djalma Vassão - Gazeta Press

A oitava rodada do Paulistão A-1 não foi boa para os goleiros, mas para a arbitragem, foi diferente.

No jogo que mais despertava as atenções, o empate de 2 a 2 entre Corinthians e Palmeiras deixou todo mundo contente e os erros da arbitragem no esquecimento.

No aspecto disciplinar, Antonio Rogério Batista do Prado conseguiu manter o controle.

O único lance que merece observação é a disputa de bola entre Emerson e Wesley.

O carrinho de frente que o corintiano deu merecia cartão vermelho?

Confesso que mostraria o vermelho direto por força excessiva.

Mas, a opção do árbitro pelo amarelo não foi totalmente errada. Entendeu que a ação de Emerson foi temerária, sendo de frente e atingindo a bola.

Outro lance questionável foi disputa entre Marcio Araujo e Ralf. No primeiro momento o palmeirense sofre um tranco ilegal e é empurrado.

Ao se desequilibrar ele comete falta em Ralf e fica com a posse da bola e sai na cara do goleiro Cássio, quando o árbitro marca falta dele.

Já pensaram se o árbitro marca corretamente a primeira falta que aconteceu, a favor de Márcio Araujo.

Como reagiriam os torcedores e profissionais envolvidos no jogo, sem o recurso eletrônico? “Porque não deu a vantagem?” E qual seria a cor do cartão para Ralf?

Dois erros cometidos pelo assistente Anderson Coelho, também passaram batidos.

Os lances foram difíceis, porém, errou. Marcou impedimento do atacante palmeirense Patrik Vieira quando, ao ser lançado, o atacante estava no seu campo de defesa.

O outro impedimento equivocadamente marcado impediu que Márcio Araujo disputasse a bola com o goleiro Cássio.

Será que se o índice de acertos do trio fosse melhor o resultado seria o mesmo?

5 comentários em “A arbitragem do Dérbi

  1. Parabens Godoi como sempre falando o qaue de fato acontece prosissionalismo.Gostaria de enfatizar um detalhe voces notaram que o Ano Passado os Juizes apitaram normal ou até se perderam alguma vez contra o Corinthians, mas sabe porque, porque eles não estavam nem aí, já estavam na Libertadores, e iam disputar o Mundia, no Brasileiro a mesma coisa, mas esse ano podes ver que voltou ao normal;Cada partida um adversário expulso, gol meio suspeito impedimento idem.Vamos criticar isso daí. Um abraço

  2. Até quando vai passar sem punição essa arbitragem que favorecem o corinthias?Essa juizada que não honra as calças que veste,quando entram em campo,já começam a borrar as cuecas,ai na duvida é sempre favoravel aos gambas.Mas um jogo com o palmeiras que o maior astro foi o apito amigo.Presidente do Palmeiras já passou da hora de dar um aperto na federação,faça como o internacional queria fazer,um vídeo dos favores recebidos pelo corinthians pela arbitragem.

  3. Análise perfeita, Godoi. Precisava mostrar isso para seus amigos Neto e aquele doutor (que não me lembro o nome) que estão destruindo o jornalismo esportivo na Band. Agora é jornalismo corintianista; detonaram o profissionalismo e a imparcialidade imprescindível a qualquer meio de comunicação sério. Parabéns.

  4. Nossa Godoy vc falar do bandeira ta te brinadeira, vc tinha que ver um bandeira na final de 93, o Edmundo deu um carrinho criminoso sabe oque o bandeira fez?

    Jean Alexandre Santiago

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>