O filme de terror de PH Ganso

Não estou aqui para julgar nem ir atrás de culpados por este imbróglio sem fim na vida profissional de Paulo Henrique Ganso. Santos, Grêmio, São Paulo e o próprio atleta são vítimas e vilões deste processo. Vim, apenas, para lamentar uma vez mais, a dissolução de um talento do nosso futebol. Sim, amigos, quem não se recorda do meia Ricardinho (ex-atleta do Corinthians, Atlético Mineiro e São Paulo e também ex-treinador do Paraná Clube) e sua queda de produtividade dentro de campo por conta das intermináveis novelas contratuais e salariais nos clubes que atuou. No São Paulo, é público, chamavam o atleta de “trezentinho”. Acho desnecessário explicar as razões deste apelido.

Ganso caminha na mesma estrada em que Ricardinho agonizou seu futebol.  Aliás, as duas personalidades, à distância, me parecem semelhantes. Não sei se a ida de Ganso ao São Paulo (clube mais próximo da contratá-lo) resolverá as atuais e sinuosas teias emocionais que – muito possivelmente e não sem motivos – devem dominar as esperanças deste raro talento que surgiu no cenário futebolístico nacional como um dos grandes gênios da bola.

O tempo passou e ninguém sabe o que aconteceu com toda a genialidade do atleta. Atuações irreconhecíveis, apáticas e distantes daquelas que consagraram a carreira deste jogador que, para muitos, seria a grande solução para a camisa 10 da nossa Seleção Brasileira. Desmotivado, passivo, desatento, jogo após jogo Ganso despencou num abismo psicológico e emocional sem precedentes.

Ausente (como a esmagadora maioria dos clubes brasileiros) diante de trabalhos psicológicos esportivos, o Santos acompanhou – passivamente – a queda de um império que prometia gerar fortunas aos cofres do clube. Se a instituição sonhasse com o custo/benefício de um departamento de Psicologia do Esporte – certamente muito menos, em todos os sentidos, teria sido perdido neste caso.

De toda forma, vítima ou algoz, herói ou vilão, culpado ou inocente, o futebol assiste, atônito e preocupado – dia após dia – um espetáculo que mais se assemelha a um filme de terror – daqueles em que o pesadelo parece não ter mais fim.

42 comentários em “O filme de terror de PH Ganso

  1. Simplesmente o máxima,de uma vez, em só tacada o meu amigo e parceiro João RicardoCozac fez uma derrubada de vários mitos.
    A saber:
    a relação sócio afetiva, psicológica, o tractratus e afama; não se movem apenas com dinheiro;
    - a velocidade da falta de maturidade e imaturidade, reguladas pela juventude; destroêm o raciocíneo de qualquer jovem;
    - os maus tractratus, causam desconcertantes;
    - o dinheiro pode ser inclusive o vil metal da deformação atlética;
    - haja visto na história que grandes atletas se perderam com o desvio mental e psicológico (Mike Tyson…etc);

    • Amigo Celso, quem ama realmente o futebol sente demais por um talento como o Ganso . Independente de quem leva a culpa e as dezenas de variáveis muito bem descritas por você – promoveram um prejuízo imenso ao nosso futebol, mais uma vez. Abração! Cozac

  2. Cozac,

    Todos os dias jovens se deparam com decisões que serão responsáveis pelo caminho a ser seguido em suas vidas. PH, o “Ganso” teve e tem TOTAIS condições de avaliar o que pode/deve ser feito. O fato é que caráter não se ensina, não se trata… não penalize o clube… quem neste país estando “afastado” de seu trabalho recebe proposta de aumento salarial de 400% e recusa… alegando ser desvalorizado pelo clube! O grande problema do Ganso é que não se conforma com a “sombra do Neymar”… e o caminho mais fácil é buscar outro rumo (mesmo que sja postura de covarde).
    Abs! Moacir

    • Moacir, perfeito!
      Eu havia escrito um tempo atrás sobre esta “sombra do Neymar” na vida do Ganso. Ele não conseguiu se desvincular das expectativas, salários e desejo pessoal de ter a mesma valorização.
      Ele está preso num emaranhado complexo que envolve auto-imagem, auto-estima e depressão.
      O futebol, pelo visto, foi para o espaço. Abs, Cozac

  3. kkkkkk….vc sempre escrevendo sem nenhum nexo, apenas defendendo “o seu”….ahhh, todo time tem q ter um departamento de psicologia…pq isso vai melhorar o grupo….tenha paciência…qdo vc escreve em um blog vc não pode se utilizar dele para querer se promover, fazer lobby…FRACO demais seu blog

    • Boa amigo Aider!
      E vejo que você acompanha bem o meu trabalho.
      Agradeço por isso e não fico chateado com seu comentário.
      Você é apenas mais um retrato triste deste combalido futebol ou algum invejoso de plantão.
      Abração, Cozac.

  4. Respeito sua opinião, mas me parece que você romantizou demais o Ganso.

    Ele NUNCA foi um grande jogador, foi na onda de um time que tinha somente Neymar-Robinho-André pra ele jogar as bolas a esmo como sempre fez, mas naquela altura dava certo pois o ataque era absurdo.

    Fez umas 4 ou 5 partidas boas, daquelas que chamam a atenção. A semi final da Copa do Brasil contra o Grêmio foi uma delas.

    Na final do Paulistão contra o Santo André ele foi indisciplinado quando não quis ser substituído e disse que não sairia, mas como o Santos ganhou todo mundo achou lindo o que ele fez.

    Na Libertadores que o Santos ganhou ele mal jogou, o Alan Patrick ficou no lugar dele pois o Ganso estava machucado e sem condições na maioria dos jogos. Jogou a final e quase estragou o gol do Neymar dando um passe todo torto de letra pro Arouca.

    Na final do Paulistão contra o Corinthians ele também não jogou nenhum dos dois jogos, machucado.

    Queria muito entender de onde acharam que o Ganso era craque. Ele é mediano, nem bom jogador ele é. Ele joga a bola a esmo querendo ser o Zidane e os atacantes que se virem pra conseguir pegar.

    Erra 20 passes e acerta um, quando acerta ele se consagra.

    Não sabe bater faltas. Não sabe marcar. Não sabe cabecear, mesmo sendo alto. Não tem caráter.

    Me digam CADÊ O GÊNIO?

    Sou santista e acompanho o Ganso desde que ele iniciou a carreira, esse rapaz é a maior enganação dos últimos 10 anos.

    • Daniel, foi exatamente por isso que o comparei com o Ricardinho – você deve se lembrar bem do futebol e oscilações dele naquela época.

      O Ganso, efetivamente surgiu como uma grande promessa. Fez partidas maravilhosas no início de carreira mas pecou ao achar que seria valorizado como o Neymar. Talvez este tenha sido seu maior pecado.

      Enfim, tomara que ele tenha alguma chance (boa) de nos desmentir. Até agora, infelizmente, não.
      Abraços, Cozac

  5. Sr. Cozac
    como são cheios de “dodói” os atletas do futebol,não? Ganso tem um contrato vigente, seu time nem precisava revê-lo. A baixíssima capacidade intelectual dos jogadores brasileiros pode arruinar suas carreiras e também nosso futebol. A psicologia sem uma boa formação não fará muita coisa.

    • Caro Clayton, concordo – os garotos de hoje em dia, como diria um amigo, “não são mais cascudos como antigamente” – qualquer coisa sentem isso e aquilo. Falta força, estrutura e mais pegada mental e emocional pra eles. A Psicologia Esportiva enfrenta o problema na direção contrária! Enfim, veremos onde tudo isso vai dar… abraços, Cozac

  6. O Santos exigiu os 45% e quando o São Paulo concordou em pagar, de forma infantiu o Santos vem colocar a DIS num assunto que não tem relação com o Ganso sobre sua dívida, essa atitide mesquinha, chantageadora não condiz com a grandeza do Santos.

  7. Gostei do seu comentário, e queria que a história do Ganso tomasse um rumo diferente, sempre torci por este jogador , assisto os jogos para ver um futebol bonito e inteligente com este jogador, mesmo quando ele não apresenta inspiração, eu espero até o último minuto esperando algo genial, fanatástico ou até mesmo utópico. Mas ainda acredito nele. Felipe Areas. Abraços.

    • Felipe tb sou muito fã do futebol do Ganso, mas não deste Ganso de hoje, mas daquele que despontou no futebol como uma das principais promessas! Vamos ficar na torcida para que ele volte aos bons tempos e logo! abrs, Cozac.

  8. Essa briga Santos , Ganso, e Dis, tem um nome ” Zico ” eledizia que os jogadores eram escravos dos times , hoje é pior pois são escravos de empresarios, ele deve estar muito contente com isso.

    • É verdade, Pedro! Não creio que o Zico esteja feliz com tudo isso, não – mas a situação de dependência e interesse é alarmante no futebol – jogadores e empresários travam duelos em que todos saem perdendo – principalmente os torcedores e amantes do futebol bem jogado! Mas isso foi na época em que as camisas tinham apenas o símbolo dos clubes. Faz tempo. O Zico lembra. Abrs, Cozac

  9. Entendo a situação da seguinte forma:
    “É uma compra de altíssimo risco… se o Ganso só jogou mesmo em alto nível em 2010, esse dinheiro todo não é justificável… mas, se o Ganso calar os críticos, e jogar muita bola, então ele provará que está a 2 anos enganando o Santos, e como poderia pedir algum aumento? E se jogar bem no São Paulo, 1 ano de contrato pedirá valorização em público, e terá a DIS como suporte (o SP passou por isso com o Breno e DIS)… vai acabar na Europa, mas para Ucrânia ou coisa parecida…” Lamentável… acho mais que é problema de caráter desse moço…

    • É, Ibrain, o caso é delicado e – a meu ver- o Ganso está se colocando numa situação difícil em que terá de provar que todo este caos empresarial terá valido a pena – se é que algo justifica tudo isso. Vamos ver como terminará… e, claro, a reação do atleta que, creio, não será das melhores.

  10. Tenho uma duvida… existe alguma tese, teoria, projeto ou qualquer trabalho ou estudo realizado que comprove realmente que a psicologia ESPORTIVA ajuda? Qual a diferenca desta a psicologia normal?

    • Eduardo – posso te convidar a conhecer nosso trabalho – há 20 anos desenvolvido com muito trabalho e dedicação:
      http://www.appeesp.comhttp://www.ceppe.com.br
      Nestes dois sites você encontrará informações suficientes em entrevistas, artigos e textos que, certamente, te ajudarão a compreender um pouco melhor sobre esta área do treinamento esportivo.
      Abrs, Cozac

  11. Bom, Cozac, gostei do seu texto, foi fundo no tema, não se ligando a nenhum clube, o que é de se admirar pelo fato de todas as matérias relativas ao assunto, quando leio, falam de mau-caratismo do presidente do Santos, do atleta, do SPFC por querer o mesmo a preço de banana e do Grêmio que tentou atravessar o negócio, dando uma valorizada na negociação entre SFC e SPFC. A diferença entre Ganso e Ricardinho é que o segundo já era um jogador consagrado, campeão de tudo pelo Corinthians e foi convocado pra seleção campeã do mundo em 2002. E já tinha uma idade boa para uma transferência. Já o PHG eu acho ser ainda imaturo, a mídia ajudou a criar esse status de ¨maestro¨ mas ainda falta muito pra isso se realidade. Como diz o próprio técnico do Santos, quando um garoto joga umas partidas e tem um bom desempenho a mídia o rotula logo de craque. E tem tbm a parte dos esquemas táticos a serem usados pelos técnicos. Eu acredito que o Dorival Jr. sabia como armar o SFC com os jogadores disponíveis. Porque se reparar, apenas Neymar e Arouca vem jogando no nivel daquele Santos. Afinal, Robinho é reserva no Milan, Ganso vive machucado e com atuações pouco convincentes, Madson sumiu, André perambulou o mundo e Elano foi enxotado pro Grêmio. Talvez, no caso específico do Ganso, não seria necessária a psicologia esportiva mas, que umas consultas em um psicólogo já poderiam dar mais possibilidade de o jogador mostrar o potencial de novo, isso não tenho dúvida. Principalmente porque agora, saindo pelo valor exorbitante que está sendo discutido, se ele jogar como Ricardinho jogou no SPFC, será mais um jogador a ser relegado ao ostracismo no fim do contrato…

    • Flavio, irretocável seu comentário. Acrescento, apenas, minha tristeza em toda esta constatação – já que os aspectos emocionais e psicológicos deste atleta jogam contra ele há tanto tempo e, mesmo na ausência de um dpto de psicologia do esporte , certamente um trabalho terapeutico sério com ele ajudaria bastante. Enfim, é a vida. É o futebol. Valeu!

  12. Caro Cozac

    Voce bem sabe que se a pessoa não quiser o auxilio da psicologia, de nada vai adiantar a tentativa, e como ja disseram e vc tambem ja disse em outros comentarios a sombra do Neymar, foi aterrorizante para ele, como ja disseram anteriormente a falta de carater é bem presente, pois como diz o ditado japones, quem faz uma faz duas faz tres, ele passou a perna no Giovanni, que o tirou da miseria lá no Pará, e agora usa mil desculpas para não cumprir um contrato que tem o clube, mas paciencia o tempo dirá quem esta com a razão.
    Segundo fontes bem diretas, o Santos desde o começo colocou para a DIS que se fosse negociar o atleta eles sem o depósito total da multa eles deveriam abrir mão de 50% da divida cobrada por esta empresa, então quem esta fazendo cena e querendo jogar para o publico é a DIS.
    O Santos merece respeito, é muito maior que este jogador

    • Alberto, sem dúvidas! concordo com você e , sobretudo, que o caso está sendo muito mal conduzido – parece um castelo de areia que vai ruindo mais e mais a cada dia até restar apenas o pó. Perderão todos nesta novela. Aliás, filme de terror! abrs, Cozac

  13. Concordo plenamente com seu comentario, mas, espero, que no final desta novela o Santos FC não seja taxado de culpado, devido a falta de carater e personalidade de um despreparado e nenen chorão, que está indo para o lado obscuro do futebol, optando pela teimosia.
    Após 6 meses de São Paulo, voces verão o Ganso, novamente,. arrumando confusão.;.

    • Adelio, além da confusão – será preciso ver se o Ganso jogará mesmo o futebol que o destacou no início de carreira ou se apenas completará o elenco do clube. É fato que a pressão e expectativa serão imensos. Não sei se ele terá condições emocionais para segurar o tranco. Vamos aguardar… abs Cozac

  14. Tenho uma teoria sobre este rapaz: Em 2010 qdo. surgiu aquele time em que,até o Pará jogava bem, todo mundo (jornalistas esportivos) dizia que Neymar e Ganso deveriam ir para a disputa do mundial, se não os dois pelo menos o Ganso, cheguei a ouvir uma entrevista do dr. Sócrates em que ele falava que o Santos poderia vender o time todo, menos o Ganso. Acho que, com tudo isso, ele se sentiu o melhor jogador do mundo, apoiado nesse sentimento pelos seus procuradores da DIS. Com a contusão que teve no joelho e o tempo que ficou parado, ficou vendo de camarote a ascensão do Neymar, e onde em 2010, segundo a imprensa, três Neymar valiam um Ganso, hoje cem Gansos não valem metade de um Neymar.

    • Marcos, aprovou sua hipótese! Para ela virar teoria, de fato, vamos aguardar o final deste imbróglio que parece não ter mais fim. De toda forma, a auto-comparação com o Neymar em todos os sentidos, hoje estou certo, arrebentou com o emocional do Ganso. A lesão , também, foi vivenciada de uma forma terrível por ele. Há muitos outros fatores envolvidos – mas imagino que, hoje, ele deva estar repensando tudo o que você comentou. abs, Cozac

    • É, Bottini, e tudo isso, pelo visto, brecou a carreira de um jogador que poderia ter um futuro brilhante. Fato é que a angústia do momento deve – ou poderia ser – um grande professor para ele. Se é que existe a possibilidade de se compreender os erros cometidos na carreira. abs, Cozac.

  15. Gostaria apenas que o peno$o respeitasse a torcida do Santos, pois ele jogou quatro ou cinco jogos durante três anos e queria ganhar salário igual o NEYMAR, ora Gan$0, vê se enxergue, voce deveria ser emprestado ou vendido para o gelo. Nós torcedores do PEIXÃO estamos com pena desse mau agradecido.

  16. Que Ganso é um bom jogador ninguém discute.
    Que está sem motivação, também.
    O que poucos comentaram aí é a ATUAÇÃO DOS EMPRESÁRIOS DO FUTEBOL.
    Eles não tem amor por clube nenhum. Nem pelo futebol.
    O que eles amam “de paixão” é o “lucro fácil”.
    Não estão preocupados com o Santos ou com o Ganso. Estão preocupados em “ganhar dinheiro”.
    Dai, jogadores imaturos caem nestas armadilhas.
    Neymar, “bem melhor orientado”, aceitou a proposta que também foi do Ganso. Ganhou e ganha dinheiro, fama e carinho.
    Celmar

    • Celmar, como eu falei mais abaixo, saudades da época em que os times tinham apenas o escudo nas camisas.
      O futebol empresa, capital por natureza, estimulou outras questões e trouxe chupinhas para o mundo da bola.
      O resultado disto, está aí. abs, Cozac

  17. Perfeito Cozac, vc conseguiu resumir uma extensa novela sem fim num excelente texto. Parabéns, e pena para o PH Ganso, infelizmente conseguiu enterrar seu futebol. Abs.

    • Valeu, Arnaldo!
      No interior tem um ditado que diz “o sujeito se fritou na própria gordura”.
      Creio que cabe no caso do Ganso – e esta gordura foi sendo acrescida de elementos degradantes do futebol brasileiro. Sabemos muito bem quais e quem são eles.
      Abrs, Cozac.

  18. Daniel, dizer que o Ganso é uma enganação é, no mínimo, insano. Pelos seus comentários concluo que: a) você não entende nada de futebol; b) você também não entende nada de psicologia do ser humano. O Ganso não esta feliz onde joga e ponto final. A solução é novos ares seja para onde for. Há que se respeitar a vontade do jogador. Você deve se lembrar do caso Oscar. Nesse ponto-de-vista eles são parecidos. Existe um contrato a ser cumprido? Existe, só que a diretoria do Santos esta jogando o atleta contra a torcida. Oferece uma coisa e diz outra. A princípio falou-se que o Santos ofereceu salários de R$ 420 mil. Agora, viu-se que são só por 6 meses. Esta cheio de “pinóquios” na diretoria santista, inclusive o seu presidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>