Que venha a China

Rio de Janeiro – Ao fim do péssimo primeiro tempo do Brasil contra a fraca Àfrica do Sul, Daniel Alves deu uma entrevista dizendo que “não devemos nos importar com as vaias da torcida, pois precisamos continuar o nosso trabalho”.

Creio que o medo da torcida seja justamente este: que eles continuem o seu trabalho, que vem sendo muito ruim. No segundo tempo chegamos a correr o risco de perder o jogo e só ganhamos por uma jogada de rebote, daqueles que podem se oferecer a um timo ou a outro. Se ofereceu ao Brasil e Hulk aproveitou.

Mas cada vez acho mais provável que o Maracanã, o principal estádio do país, não veja a Seleção Brasileira na Copa de 2014, já que, por estranhos desígnios da FIFA, nosso time só jogará lá se chegar à final.

Ou então a FIFA tem alguma surpresa na manga. Com a FIFA, como se sabe, tudo é possível.

Mas prosseguiremos o nosso “trabalho”. Ou melhor, “eles” continuarão. Vamos enfrentar a China, ainda mais fraca do que a África do Sul.

Que venha a China. Se possível, convidem também Tonga, Papua ou Bora-Bora.

5 comentários em “Que venha a China

  1. A cobrança implacável da torcida contra o Neymar comprova que ele é o melhor jogador de futebol do Brasil . Chega-se a esta conclusão porque até a presente data nenhum craque brasileiro conquistou a medalha olímpica, entretanto nenhum outro foi tão responsabilizado pela falta do ouro olímpico brasileiro. Se não for isto só pode ser inveja. Afinal ficar riquíssimo e famoso aos 20 anos não é para um.qualquer um.

  2. A seleção tem dois problemas. 1 – O futebol brasileiro não rem mais craques. Pelé dizer que Neymar é melhor do que Messi só pode ser brincadeira ou irresponsabilidade. 2 – Os jogadores já não são bons e ainda recebem ordens de seus agentes para se pouparem. Não querem que eles arrisquem as canelas.

  3. E o anúncio da Coca-Cola ainda elogia o futebol “moleque” do Brasil. É moleque mesmo, pois ultimamente anda gozando com a nossa cara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>