A tristeza de Ronaldo

AFP

AFP

Bristol (EUA) – Estou falando de Cristiano. O que há com o português? É mesmo briga com seu compatriota José Mourinho, que lhe deu uma indireta, depois da derrota para o Getafe, ao falar de jogadores que passeiam em campo? É bem possível, pois há um claro choque de personalidades: Cristiano Ronaldo, que já se definiu como “rico e bonito”, é um narcissista, que vive a fazer poses. José Mourinho é um egoista obcecado, que exige dos jogadores a última gota de suor.

A situação não pode ter melhorado depois da nova derrota do Real Madrid, para o Sevilha, por 1 a 0. Nas duas últimas visitas do Real Madrid a Sevilha, Cristiano Ronaldo marcou nada menos de nove gols. Desta vez, nenhum. “Estou triste por razões profissionais que o clube conhece” – declarou.

Se os dois portugueses não voltarem a se entender, de que lado ficará a diretoria? Com o jogador vaidoso ou o técnico exigente?Nesta terça-feira poderemos saber se a situação melhorou, pois o Real Madrid recebe a visita do Manchester City pela Liga dos Campeões.

Nenhum dos dois times está muito bem. Nesta rodada, por seus respectivos campeonatos, o Manchester City, onde agora joga o brasileiro Maicon, apenas empatou com o Stoke City. O Real, como escrevemos acima, perdeu. O Manchester City terá de volta o argentino Sérgio Aguero, que não enfrentou o Stoke City por estar machucado.

São os dois clubes mais ricos do mundo – mas, neste começo de temporada, andam rendendo menos do que equipes mais modestas.

E Cristiano Ronaldo está triste. Poderíamos dizer, chorando a caminho do banco -e  não é o de reservas.

Um comentário em “A tristeza de Ronaldo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>