Mulheres, de novo

AFP

AFP

Bristol (EUA) – O futebol de mulheres nos Estados Unidos já foi a falência duas vezes, com duas ligas diferentes.  Quando há uma Copa do Mundo ou uma Olimpíada, o público americano presta atenção ao futebol feminino. Fora disto, o interesse é pequeno.

Mas Sunil Gulati, o presidente da Federação Americana de Futebol, não desiste. Ele convocou uma reunião para, pela terceira vez, lançar uma Liga Feminina nos Estados Unidos. Sua intrenção é ter a Liga funcionando a partir da próxima primavera no hemisfério norte (outono de 2013 no Brasil). Para tanto, convocou uma reunião com a presença, entre outros, de alguns donos de times da Major League Soccer, a liga masculina, que vai muito bem, obrigado.

Para faciliar, Sunil Gulati levantou a hipótese de uma liga “semi-profissional”. Ele não explicou direito, mas fica no ar a possibilidade de que algumas das meninas, as menos conhecidas, vão ter que jogar de graça.

A próxima Copa do Mundo de Futebol Feminino será em 2015, no Canadá. Por isto, Sunil Gulati quer desde  agora que a Liga Americana tenha uma ou duas equipes canadenses, no total de oito a dez times que ele está planejando. Mas Gulati não quer esperar pela Copa do Mundo para começar a Liga. Quer tê-la em ação já no ano  que vem.

Ele vai tentar, mas será difícil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>