Cada vez mais rápido

AFP

AFP

Bristol (EUA) – Ontem falei sobre as mulheres na Maratona de Berlim, neste domingo. Hoje escrevo sobre os homens. O favorito é o queniano Geoffrey Mutai, que tem o mais rápido tempo em Maratonas, em toda a história, com seu resultado de 2:03:02, em Boston, no ano passado. Não é recorde mundial porque o percurso de Boston não é aceito para recordes mundiais, por ser ponta a ponta e ter um desnível superior a um metro por quilômetro  entre a largada e a chegada.

Além disto, havia no ano passado um forte vento de oeste, em favor dos corredores. Geoffrey Mutai acha porém que o percurso de Boston é difícil, porque também tem subidas, apesar de ter mais descidas. Ele acha que a irregularidade do percurso torna a Maratona de Boston mais difícil do que a de Berlim, que tem um percurso plano.

Isto significa que ele pretende bater o recorde mundial oficialmente reconhecido, de seu compatriota Patrick Makau, conseguido exatamente em Barlim, no  ano passado, com 2:03:38, quebrando a marca anterior, de Haile Gbrselassie?

Aparentemente sim. Geoffrey Mutai pediu aos organizadores da prova para contratarem um coelho capaz de fazer a primeira metade da percurso em 1:01:40. Além disto, ele terá a companhia de seu compatriotaDennis Kimetto, que tem 59:14 para a Meia Maratona e 1:11:18 (recorde mundial) para os 25 quilômetros.

Há dois anos, Mutai foi o segundo colocado na Maratona de Berlim, com 2:05:10, perdendo exatamente para Patrick Makau, num dia com muita chuva. No ano passado, além de correr Boston em 2:03:02, ele correu Nova York em 2:05:05. Recorde de percurso em ambas as provas.

Para este domingo a previsão é de tempo bom, com oito centígrados às nove horas da manhã, quando a prova se inicia, e 13 graus ao meio-dia.

Se Mutai ganhar neste domingo, vai receber uma medalha de primeiro colocado com a efígie de… Patrick Makau. É bom também recordar que os corredores quenianos são tão bons que nem Mutai nem Makau foram selecionados para representar o país este ano na Maratona Olímpica, em Londres. Mutai ficou de fora porque foi obrigado a abandonar a Maratona de Boston, em abril, queixando-se do calor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>