Relação misteriosa

Foto: Marcelo Ferrelli/Gazeta Press

Foto: Marcelo Ferrelli/Gazeta Press

Bristol (EUA) – Como é que Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, pode ter uma “otima relação” com o Ministro do Esporte, Aldo Rebelo, se este já declarou de público que é contra o continuísmo dos dirigentes e Nuzman acaba de ser reeleito para seu quinto mandato?

Carlos Arthur Nuzman assumiu a presidência do COB em 1995 para substituir Sílvio de Magalhães Padilha, que permanecera no cargo por 28 anos. Entrou um discurso contra o “continuísmo” – mas, é claro, tornou-se ele própria um continuísta.

Não é difícil ver como Nuzman consegue se eternizar no posto. Não é pela excelência de sua gestão sobre nossos esportes olímpicos, que, ao longo de sua presidência, continuaram com pífias atuações. É porque ele tem a chave do cofre: o poder de repassar as verbas da Lei Piva e, mais, de determinar quanto cada Confederação vai ganhar. Votar contra Nuzman é suicídio, que ocorre às  vezes por inimizade pessoal, como é o caso do presidente da Confederação de Vela e Motor. Ou, se não inimizade, ao menos antipatia, como parece ter sido o motivo da abstenção da CBF – que, de mais a mais, não precisa das verbas.

Os outros tem que se comportar como carneirinhos. Nuzman ganhou também o voto de um “membro nato”, o senhor João Havelange, mas, depois do que se passou com o senhor Havelange tanto no Comitê Olímpico Internacional quanto na FIFA, um voto seu não chega a um distintivo de honra.

Nuzman se diz “vitorioso” com a reeleição. Sim, vitorioso. O esporte brasileiro é que perdeu.

Ele vai em frente. Continua no COB e é  também presidente do Comitê Organizador da Olimpíada – o que, por si, já constitui um conflito de interesses. Quanto ao vexame da apropriação indébita de documentos da Olimpíada de Londres, nada mais disse. Como comentou um leitor em um “post” abaixo sobre o caso, estava mais do que evidente que nada iria acontecer. O leitor terminou assim seu comentário: ISTO É BRASIL.

É mesmo, mas será que o Ministro de Esporte tem de fato uma “ótima relação” com Nuzman? Se tem, é uma contradição em termos.

2 comentários em “Relação misteriosa

  1. Pingback: homepage takeover

  2. Pingback: cam to cam

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>