“Sem vencedor oficial”

AFP

AFP

Auckland (Nova Zelândia) – A maior condenação que pode ser feita ao ciclismo mundial acaba de ser efetivada pelos organizadores do Tour de France. Eles anunciaram que  Lance Armstrong será despojado dos  sete títulos ganhos entre 1999 e 2005 mas não será substituído por ninguém “já que tantos outros ciclistas também estavam dopados”.

A UCI, União Ciclística Internacional (isto é, a Federação Internacional do Esporte), anunciou – o que eu já havia garantido que ia acontecer – que não vai recorrer à Corte de Arbitragem para o Esporte, na Suíca, da decisão da USADA (Agência Anti-Doping dos Estados Unidos) de anular os títulos de Armstrong no Tour de France. A outra única esperança de Armstrong é que a WADA (a Agência Mundial Anti-Doping) resolva recorrer da decisão à Corte de Arbitragem para o Esporte. Mas a possibilidade de que tal coisa venha a acontecer é zero.

A UCI, embora agora condene veementemente Armstrong, sai muito mal do episódio, pois em 2002 aceitou uma “doação” sua de cem mil dólares, no momento mesmo em que ele era investigado por suborno. Por quem? Pela UCI. Como eu escrevi, é como o guarda de trânsito  que aceita uma “cervejinha” do motorista.

Na esteira das más notícias para Armstrong está que a SCA Promotions vai tentar recuperar na Justiça os 7,5 milhões de dólares que pagou a ele como bônus pelos títulos conquistados. Ela havia tentado evitar o pagamento, com base nas denúncias feitas no livro “L.A. Confidentiel” (em francês, nunca traduzido para o inglês), com farta evidência de que Armstrong se dopava. Armstrong foi à Justiça americana e recebeu o dinheiro, alegando que as acusações eram inverídicas.

Outra má notícia: Armstrong também perderá a medalha de bronze que conquistou em ciclismo na Olimpída de 2000, em Sydney.

Chegamos ao fim de um longo, melancólico e  tortuoso processo, em que Lance Armstrong é exposto como um  mafioso. Esperamos agora que o ciclismo mundial consiga se recuperar do duro golpe em seu prestígio.

Que tal começar por substituir toda a cúpula da UCI por gente nova?

Um comentário em ““Sem vencedor oficial”

  1. Acho injusto.Deveria ser dado os títulos aos que ficaram em 2º lugar.
    Este com certeza é o maior picareta, safado da história do esporte. Deveria ser banido do planeta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>