“Vai haver Maratona”

Foto: AFP

Apesar dos estragos que o furacão Sandy fez em Manhattan, a Maratona de Nova York será realizada neste domingo

Chicago (EUA) – A declaração acima foi feita por um cidadão chamado Norman Golunski, um dos diretores do New York Road Runners Club, a organização responsável pela realização da Maratona de Nova York. Vocês podem ler no “post” abaixo um comentário de um leitor  favorável à realização da prova, alegando que seria uma demonstração positiva diante de uma catástrofe da natureza.

A verdade é que já se formou um debate em Nova York quanto a realizar ou não a Maratona. Na última vez em que li, havia 102 comentários no jornal New York Times e a maioria era contra a realização da Maratona. Tais leitores pensam que é “indecente” que o prefeito da cidade, Michael Bloomberg, esteja pensando em empregar recursos  como policiais, bombeiros, sistemas de transporte e serviços de energia para um evento como a Maratona, em vez, por exemplo, de doar a alimentação que será usada pelos corredores para socorrer as pessoas que foram afetadas pelo furacão Sandy.

A verdade é que o prefeito se encontra em uma posição delicada, pois a Maratona de Nova York gera centenas de milhões de dólares para a cidade. O New York Road Runners Club está fazendo uma avaliação das ruas onde os corredores vão passar, para resolver se há necessidade de alguma mudança no percurso. Um problema sério é que uma grande parte dos corredores usam sistemas públicos de transporte para chegar até Staten Island, o local de partida da prova, e eles estão seriamente prejudicados até agora.

O aeroporto internacional de Kennedy está sendo reaberto nesta quarta-feira. Mais de 40% dos corredores que disputam a Maratona de Nova York vem de fora da cidade, sendo que quase vinte mil deles vem  do exterior. Para piorar a situação, os funcionários do New York Road Runners Club até o momento vem sendo obrigados a utilizar instalações improvisadas, pois a rua onde funciona o clube, a 56 Oeste, foi evacuada por causa de um guindaste que ameaçava desabar em um prédio. Pelo mesmo motivo, foram evacuados os hóspedes do Park Meridien Hotel. Tal hotel tem 726 quartos, dos quais 80% são ocupados por corredores da Maratona e suas famílias.

O debate continua. Eu continuo ilhado em Chicago, de onde espero sair amanhã, quinta-feira.

Um comentário em ““Vai haver Maratona”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>