Mi no spíqui inglish

AFP

AFP

Bristol (EUA) – O juiz Mark Clattenburg foi oficialmente absolvido da acusação de racismo que recebeu depois de uma partida entre o Chelsea e o Manchester United há quase quatro semanas. Onze testemunhas prestaram depoimento por escrito e os investigadores concluíram que o juiz nunca disse a frase “Shut up you monkey’ (cala a boca, seu macaco) que Mark Clattenburgo teria dirigido ao jogador nigeriano Mikel John Obi.

O problema é que a esta altura o caso havia adquirido imensa repercussão. Mikel John Obi tampouco ouvira a frase, mas um companheiro seu de time jurou que o juiz tinha feito a ofensa. Baseado na informação, Mikel John Obi invadiu o vestiário do juiz, em busca de satisfações.

O caso chegou aos jornais e televisões, Mark Clattenburg passou os dias e semanas seguintes refugiado em sua casa, sem poder sair à rua, mas agora a Football Association diz que ele nunca disse o que uma pessoa dissera  que ele tinha dito. Caso encerrado, o Chelsea resolveu esquecer o incidente, embora  Mikel John Obi esteja agora  sujeito a punições pela invasão injustificada de vestiário.

Mark Clattenburg parece também disposto a deixar para lá, mesmo porque tem a esperança de ser um dos juízes apontado para apitar na Copa do Mundo de 2014, no Brasil. O problema é que o Sindicato de Juízes quer levar o caso adiante e está ameaçando um processo judicial, alegando que Clattenburg sofreu danos morais e sérios prejuízos financeiros.

Não se sabe ainda se o processo será mesmo formalizado e, se for, quem será processado. O Chelsea? O jogador que fez a alegação? Aí é que a história se torna interessante. A única pessoa que garante que o juiz disse “shut up you monkey” é o brasileiro Ramires.

Por que o caso é interessante? Porque Ramires fala um inglês bem pra lá de macarrônico. Quando é entrevistado no campo de treino ou no vestiário, é seu companheiro David Luiz que serve de intérprete. Em outras ocasiões, os repórteres ingleses levam seus próprios tradutores.

Então, por que Ramires garantiu ter ouvido o que ouviu? A versão mais generosa é que ele, sendo uma pessoa inocente, simplesmente não entendeu o que se passava e pensou ter ouvido uma coisa que não foi dita.

Na próxina vez o melhor é que Ramires simplesmente fique calado. Ou afirme “mi no ispíqui inglish”.

O que será a pura verdade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>