Renovação de conceitos

AFP

AFP

Bristol (EUA) – Mano Menezes fracassou na Copa América e na final Olímpica em Londres. Ao todo, 26 vitórias, sete derrotas e seis empates. Sempre que foi preciso um resultado positivo, em momento importante, Mano Menezes ficou aquém do necessário.

Seus números dão uma falsa aparência de um bom trabalho. Bom mesmo Mano Menezes nunca foi: ficou apenas na categoria de bonzinho.

Fala-se agora em Felipão, de novo. Ele foi campeão mundial com o Brasil, em 2002, é verdade, mas seu time nunca chegou a mostrar um grande futebol. Como técnico de Portugal, conseguiu perder a final da Euro 2004, em casa, para a medíocre Grécia. Diga-se ainda que Felipão perdeu duas vezes para a Grécia, no mesmo campeonato. No Chelsea, fracassou. Foi demitido do Palmeiras este ano por conta de maus resultados.

Tite? Pode ser, embora eu não queira ainda fazer um julgamento. Talvez esteja na hora de olhar além de nossas fronteiras e procurar um técnico estrangeiro. Nossos treinadores precisam renovar seus conceitos. Para tornar a situação mais complicada, a atual geração de jogadores tampouco chega a entusiasmar.

Quanto a nossos cartolas, não há dúvida: estão entre os piores do mundo.

4 comentários em “Renovação de conceitos

  1. Por que? A ascenção do vôlei brasileiro começou com um técnico sul-coreano, nossa seleção de basquete tem um técnico argentino e a renovação tática do futebol brasileiro foi feita por um técnico húngaro, Béla Guttmann. Você deve querer gente competente, venha de onde vier.

  2. Guardiola está disponível e dizem que aceita. É uma oportunidade que a CBF não deveria desperdiçar. Vocês já imaginaram a repercussão mundial?

  3. Concordo com o Zé. É hora de fazer esta experiência e chamar um técnico estrangeiro – e competente. Quem sabe a seleção não sai do atoleiro?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>