O Mundial cresce

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Bristol (EUA) – A Copa do Mundo  de Clubes está a caminho de se tornar uma competição realmente importante no calendário internacional e isto pode ser medido pala mudança de atitude dos clubes europeus. Mais especificamente, desde o ano passado, quando o Barcelona fez questão de viajar para o Japão dizendo que considerava  a conquista do troféu algo muito importante. O Chelsea agora tampouco minimizou o significado do campeonato. Rafa Benitez,  que já havia perdido uma decisão para o São Paulo quando era técnico do  Liverpool, jamais escondeu sua vontade de levantar a Copa  com o Chelsea.

Da mesma forma, a reação do Chelsea depois da derrota foi de lágrimas e amarguras. Bem diferente da atitude do Liverpool (sem Rafael Benitez),  que foi totalmente dominado pelo Flamengo em 1981, perdeu por 3 a 0, e saiu rindo  de campo, como se nada tivesse acontecido. Era apenas uma viagem de fim de ano para os jogadores, uma oportunidade para uma excursão turística.

É bem verdade que naquela época a FIFA ainda não havia tomado conta do torneio.

Para os clubes brasileiros este Mundial de Clubes é muito importante, pois, desde que  ele adquiriu novo  formato,  todos os títulos sul-americanos  são de nosso país. Os europeus levam ainda a vantagem de uma conquista mas acho que os próximos anos verão os clubes brasileiros cada vez mais  em condições de competir técnica e até financeiramente com os do Velho Continente.

Como eu escrevi outro dia, Corinthians e Chelsea são completamente diferentes como clubes. O Corinthians é uma associação de pessoas que torcem pelo clube, vivem os seus problemas, participam de seu destino através de eleições. O Chelsea,  que está  apenas em quarto ou quinto lugar na Inglaterra em matéria de popularidade, pertence totalmente a um tycoon russo, que não precisa dar satisfações a ninguém.

Prefiro o modelo corintiano.

3 comentários em “O Mundial cresce

  1. Prefiro muito mais aquele modelo dos anos 60, um jogo na Europa e outro na América do Sul – ou vice versa -. Veio a Toyota, centralizou a decisão no Japão e depois veio a FIFA e avacalhou com tudo. Para variar, aliás…

  2. Oh Carlos Ribeiro, tá com raivinha porque a FIFA colocou ordem na casa e mostrou ao mundo quem são realmente os melhores? Hoje BARCELONA E TIMÃO são os que mais tem títulos mundiais não é? Fica com inveja não. Seu timinho pode trabalhar duro e chegar lá um dia…

  3. o melhor calendario seria CAMPEONATO BRASILEIRO e COPA DO BRASIL 1 semestre ESTADUAIS,SULAMERICANA e pricipalmente LIBERTADORES no 2semestre os clubes campeoes da liberta chegariam completos e mais fortes para desafiar os GRANDES EUROPEUS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>