Começamos com o pé direito

Wagner Carmo/Gazeta Press

Wagner Carmo/Gazeta Press

Foi um jogo tenso, mas o Brasil venceu bem a Croácia por 3 a 1.

Apesar do gol contra do Marcelo logo no início, o time conseguiu ter equilíbrio e calma para buscar o empate. A chave da vitória foi essa calma num momento em que o placar era desfavorável.

O Brasil dominou em posse de bola e passes, mas nem por isso foi uma partida fácil.

A torcida apoiou a equipe o tempo todo (isso foi fundamental) e depois os gols brasileiros apareceram com o fantástico Neymar e com o papai Oscar. Aliás, quem foi que disse que o Oscar não estava jogando bem, hein? Disseram que estava dormindo nos treinos… Pois é, o garoto acordou. Não é à toa que tem a confiança de Felipão. Na minha opinião, Oscar e Neymar foram os melhores em campo.

Apesar da festa de abertura ter deixado bastante a desejar (na minha opinião tinha que ter tido mais samba, mais bateria, Olodum e a festa de Parintins) o jogo contra a Croácia foi tudo de bom. O povo está com a seleção, mas não com a presidente. É isso aí, temos que apoiar nossos meninos. Só um último comentário, acho que a equipe de Felipão depende muito de cada jogador individualmente. Gostaria de ter visto um pouco mais de jogadas ensaiadas, mas acho que isso aparecerá com o tempo.

Começou a Copa, galera!

E você, gostou do jogo?

O espaço é seu.

Falta 1 dia!

A seleção brasileira já está em São Paulo e estou muito ansiosa. Hoje nossos meninos já fizeram o reconhecimento do gramado do estádio de Itaquera e parece que o clima de Copa do Mundo finalmente está aparecendo pela cidade. Falta 1 dia, animação pessoal!!!

Falando sobre o jogo contra a Croácia, acredito que será difícil, mais pelo nervosismo do que pela equipe adversária. Se bem que os croatas são conhecidos como “os brasileiros da Europa” por terem muita habilidade com a bola. Vamos ver amanhã… De qualquer forma, o nome de maior destaque da equipe croata é o ótimo Modritic, jogador do Real Madrid. Com esse aí precisamos ter cuidado. Prestem atenção nele amanhã.

Bom, vamos que vamos, está chegando a hora! Depois do jogo tem comentário meu aqui no blog e espero a sua visita!

Beijão e até lá.

Fotos dos bastidores do programa Revista da Cidade, onde eu e Flávio Prado batemos um papo com a Regiane sobre futebol.

foto 1 (3)

foto 2 (1)

 

 

Adeus, Fernandão…

Sábado fiquei chocada com a notícia da morte do Fernandão, nem consegui escrever nada.

Um cara jovem, bonito, campeão, talentoso, gente boa morrer num acidente de helicóptero…. a vida tem cada ironia… Ontem o Flávio Prado disse no Mesa Redonda que o percurso que esse helicóptero tinha que realizar para cruzar o rio levaria o tempo de 2 minutos. 2 minutos que não tiveram tempo de acontecer e representam agora uma eternidade.

Muito triste isso, triste saber que ele deixa esposa, filhos e que perdemos uma pessoa do bem neste mundo.

Fique em paz Fernandão, e muita força à toda família do craque.

 

Placar magrinho tá valendo!

Djalma Vassão/Gazeta Press

Djalma Vassão/Gazeta Press

Pois é, último jogo antes do início da Copa do Mundo e o Brasil venceu por um placar magrinho, mas tá bom, um a zero é sete a zero! Ninguém se machucou, show de bola, estamos inteiros para a Copa e Fred desencantou, que bom!

Não gostei da torcida brasileira que vaiou a seleção no final do primeiro tempo. O que eles queriam? Que os jogadores entrassem pra valer em campo num jogo que não vale absolutamente nada , ainda mais num gramado molhado contra uns grandalhões e se sujeitando a contusões? Me poupem… Tinham mesmo que tirar o pé num hoje e pronto.

Essa foi a primeira vez que Felipão dirigiu a seleção brasileira em São Paulo e ele já esperava vaias, até tentou mudar o jogo de lugar. Numa boa, se o brasileiro vaiar a seleção nos jogos, eu vou ficar muito chateada com o nosso povo. Temos que apoiar e cantar quando a Copa começar. O apoio é fundamental, lembram na Copa das Confederações?

Vamos que vamos, faltam só seis dias! E eu quero torcer muito!

 

 

Seleção domina o Panamá

Djalma Vassão/Gazeta Press

Djalma Vassão/Gazeta Press

A seleção brasileira começou com o pé direito. 4 a 0 fora contra a equipe do Panamá. Tudo bem que o adversário é ruim, mas a seleção cumpriu sua obrigação de vencer o jogo e com folga. Os gols foram de Neymar cobrando falta (ele é o cobrador oficial da seleção), Daniel Alves, aos 39 minutos do primeiro tempo, Hulk no comecinho do segundo tempo e Willian, pra fechar, aos 27 do segundo tempo.

Neymar se destacou e Willian jogou muito. Tem tudo pra ganhar a vaga do Oscar.

Pra mim o que valeu foi ninguém ter se machucado. Esses amistosos me dão arrepios.

Você viu o jogo, gostou da seleção? 

 

As declarações de Ronaldo

Eu não sei se Ronaldo foi oportunista, se ele resolveu mudar de lado só agora que a situação está apertando, não sei se é discurso político, a questão é que as declarações do Fenômeno não me parecem muito sinceras…

Será que ele se deu conta só agora de que o legado deixado pela Copa do Mundo será mínimo aqui no Brasil?

O fato é que ele deveria ter se manifestado antes sobre todas essas questões. Ele mesmo disse, quando as pessoas reclamavam sobre os investimentos realizados nos estádios no Brasil: “não se faz Copa do Mundo com hospital”. Pois é, Ronaldo, você poderia ter aberto os olhos um pouco antes, não?

E você, acha que o Ronaldo foi oportunista com essas declarações? Esse também é o tema da enquete que está no ar. Vote!

 

 

Nem pato, nem ganso, foi um vexame mesmo…

Rubens Chiri/SPFC

Rubens Chiri/SPFC

Brincadeiras à parte, não dá para deixar de falar da derrota do São Paulo no Maracanã para o Fluminense… é que não foi uma derrota qualquer, foi por 5 a 2 e, praticamente, um atropelamento no segundo tempo! O que aconteceu com o São Paulo?

Campo molhado? Campo rápido? Essas foram algumas justificativas do capitão Rogério Ceni, que espalmou duas bolas que na sequência converteram em gols. Mas ele tem crédito, afinal de contas, é o goleirão capitão e ainda marcou um dos gols do tricolor em cobrança de pênalti.

Mas ninguém pode negar que o Flu deu um nó no São Paulo, foi muito superior no segundo tempo e em 23 minutos marcou quatro gols no time paulista deixando um clima de “vexame” no ar.

Arena Corinthians é espetáculo, só falta o time dar show!

Djalma Vassão/Gazeta Press

Djalma Vassão/Gazeta Press

A casa foi entregue. Claro, ainda faltam alguns detalhes, alguns reparos, mas a Arena Corinthians é um espetáculo. Estádio padrão FIFA, estádio padrão internacional. Nada de banheiros químicos, mas banheiros de gente, lindos, chiques, com mármore e limpos. Um estádio moderno, com acessibilidade, acabamento de primeira. Não deixa nada a desejar a qualquer estádio internacional. São Paulo merecia um espaço dessa categoria.

Mas toda essa pompa parou no time do Corinthians que deu vexame ao tremer e perder para o Figueirense! Digo tremer porque algumas pessoas justificaram a derrota pela “pressão de jogar na casa nova”. Ah, isso não cola, hein! E já pensou se a moda pega?

Parabéns, Corinthians! Parabéns, torcedores! A casa nova já é um espetáculo, só falta o time dar show.