Lyoto vence, Yuri perde e Ronda Rousey finaliza com mais um armlock em luta histórica no UFC 157

Ronda Rousey é a primeira campeã feminina do Ultimate - Divulgação UFC
Ronda aplicando sua técnica mais conhecida - Divulgação UFC

O Ultimate realizou uma grande edição histórica neste sábado.

Direto do Honda Center em Anaheim, nos Estados Unidos, a edição 157 trouxe grandes emoções.

No primeiro combate entre mulheres do evento, entre a campeã do Ultimate, a musa Ronda Rousey, contra Liz Carmouche, sendo que é a estréia de um combate feminino, como também a primeira disputa de cinturão.

Num primeiro round alucinante, Ronda Rousey viveu maus e bons momentos no combate.

Conseguindo pegar as costas de Ronda, Liz Carmouche quase finalizou Ronda com um mata leão.

Mas a musa conseguiu se defender bem e após conseguir ficar por cima de Liz, Ronda encaixou mais um armlock (chave de braço) e finalizar Liz, faltando segundos para o round acabar.

É a sétima finalização por armlock de Ronda no MMA, sendo que é sua sétima luta profissional.

Lyoto (direita) é vaiado após combate - Divulgação UFC

Vaiado, Lyoto Machida vence Henderson em luta apertada

Na co luta principal da noite, Lyoto Machida enfrentou o lendário americano Dan Henderson.

Em um combate muito equilibrado, Lyoto acertou golpes contundentes, porém Henderson conseguiu dificultar o combate contra o brasileiro, se saindo bem em alguns momentos.

Abusando dos chutes, contragolpes e sequencias Lyoto, que é karateca, conseguiu impressionar mais os juízes que derão vitória para ao brasileiro por decisão dividida.

O resultado foi bastante questionado pela torcida, que vaiou a atuação do brasileiro não concordando com o resultado.

Dennis Bermudez e Matt Grice fazem luta incrível no UFC

O combate entre Bermudez e Grice levantou a todos presentes no Honda Center.

Com os dois lutadores lutando buscando o nocaute e finalizar o combate, uma verdadeira batalha aconteceu no octógono.

Apesar de passar sufoco no início, Bermudez se recuperou e após um brilhante terceiro round, venceu o combate por decisão dividida, sendo aplaudidos de pé.

Arianny Celeste marcou presença no evento deste sábado - Divulgação UFC

Yuri Villefort faz grande luta mas é derrotado por americano

O brasileiro Yuri Villefort fez sua estréia no UFC, contra o americano Nah Shon Burrell.

Fazendo uma grande luta movimentada, Yuri buscou várias vezes derrubar o adversário buscando finalizar o combate, mas sem sucesso.

Burrell aproveitou brechas no jogo de Yuri, e puniu o brasileiro com muitos socos e chutes, dominando todo o combate e vencendo por decisão.

Veja os resultados completos do UFC 157:

UFC 157 – Rousey vs Carmouche


23 de fevereiro de 2013, Honda Center, em Anaheim (EUA)


CARD PRINCIPAL

Ronda Rousey finalizou Liz Carmouche com um armlock (chave de braço) no R1

Lyoto Machida vence Dan Henderson por decisão dividida
Urijah Faber finaliza Ivan Menjivar com um mata leão no R1
Court McGee  vence Josh Neer por decisão unânime
Robbie Lawler venceu Josh Lawler por nocaute técnico no R1

CARD PRELIMINAR

Brendan Shaub venceu Lavar Johnson por decisão unanime
Michael Chiesa finalizou Anton Kuivanen com um mata leão no R1
Dennis Bermudez  vence  Matt Grice por decisão dividida
Sam Stout vence Caros Fodor por decisão dividida
Kenny Robertson finaliza Brock Jardine com uma chave de joelho no R1
Neil Magny venceu Jon Manley por decisão unanime
Nah-Shon Burrell vence Yuri Villefort por decisão unanime

Comente esta notícia, ou entre em contato conosco, para tirar dúvidas e nos ajudar a fazer este blog cada vez melhor.
Através do e- mail: planetaoctogono@gmail.com

Siga nosso Twitter – www.twitter.com/BrMassami e comente sobre esta notícia!
Siga nosso Facebook  – http://www.facebook.com/PlanetaOctogono

6 comentários

  1. Kkkkkkkkk….., esse Chico Lang é uma piada; timão, kkkk…., o certo é timinho; bateram em beb@d0; o Flamengo sem o Guerrero e o Emerson Sheik é um time varzeano; não tem goleiro; não tem defesa; não tem meio de campo e não tem ataque…..!!!!!!??????

    1. Guerrero chegou 4a feira, colega; Sheik tinha jogado uma partida. Não dá pra contar como desfalque quem mal chegou. Seu comentário é típico de um tricolete frustrado. No mais, seu timinho está atrás do Corinthians e mês que vem vão apanhar, e muito, no confronto entre os dois. Ganharam 01 partida em não sei qtos anos. Na próxima, voltam à freguesia de sempre, e à mediocridade que é sua por direito.

      1. Esse cara como se chama mesmo….ah lembrei Lang kkkkkkk tão ridiculo como o timinho dele, só rindo vetando jogador, bem a cara desse timinho mesmo

  2. Chico, fiquei impressionado com a ruindaide desse time do Flamengo e seu técnico. Merece ser rebaixado. Com Sheik e Guerrero talvez se salve, mas quando muito vão lutar contra o rebaixamento. Corinthians poderia ter enfiado uns 05 sem esforço. È que esse vagner Love é ruim demais. Abraços alvinegros.

  3. Chicão e amigos: Fizemos 3×0 jogando um belo futebol e depois deixamos os rubronegros rondarem nossa área durante grande parte do 2º tempo. Só não sofremos gol pela ruindade dos flamenguistas e erro da arbitragem, corremos riscos desnecessários. Wagner Love é um caso perdido! Quanto ao Teo Gutirrez que tanto falam para mim ele esta mais para Acosta que para Guerrero. Porque não tentar o Santander do Guarani paraguaio? O cara já demonstrou qualidades, sabe fazer com perfeição o tal pivô que Tite tanto gosta e deve custar bem mais barato!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>