Estrelas do UFC 189, lutadores relaxam em fase final de preparação para edição neste fim de semana

As estrelas do UFC 189, o irlandês Conor McGregor, o canadense Rory MacDonald e os americanos Chad Mendes além de Robbie Lawler, estão nos ajustes finais para o evento que acontece neste final de semana.

Em um clima descontraído, McGregor brinca com parceiros de treinos enquanto os outros três atletas fazem treinos diversos.

O vídeo divulgado pelo UFC, também mostrou o americano Chad Mendes, juntamente com sua equipe, analisando as lutas de McGregor e preparando uma estratégia para a luta.

McGregor e Mendes se enfrentam para definir o próximo oponente do brasileiro, José Aldo, que se lesionou e deixou de participar do evento.

Na co-luta principal, o americano Robbie Lawler defende o cinturão contra o canadense Rory MacDonald em uma revanche.

 

Com Maiquel Falcão, KSW define lutas de primeira edição na Inglaterra em outubro - Um dos maiores eventos do mundo, a organização polonesa KSW anunciou suas principais lutas de sua próxima edição, que acontece no dia 31 de outubro em Londres.

Com o brasileiro Maiquel Falcão, que enfrenta o americano Brett Cooper, o duelo principal da edição terá o polonês Mariusz Pudzianowski contra o australiano Peter Graham.

Além de Pudzian, o campeão meio médio Borys Mankowski enfrenta o russo Mikahil Tsarev, combate que tinha sido agendado para a edição 30 mas acabou adiado por problemas de saúde do atleta russo.

 

Brasil vence duelo contra Japão no Pancrase e luta de Raymison Bruno deve ter resultado alterado - O maior evento japonês de MMA, o Pancrase realizou no último final de semana, sua edição 268.

Pela primeira vez, contando com quatro atletas brasileiros, os lutadores Giba Givago e Rildeci Dias venceram seus combates antes do final.

Givago aplicou um nocaute sobre Ikkei Nagamura enquanto Rildeci finalizou Hiroki Yamashita no terceiro round com um mata leão.

Em duas lutas disputadas, Luis “Betão” Nogueira perdeu para o experiente Masakatsu Ueda na decisão dos juízes enquanto Raymison “Formiga” Bruno enfrentou Daichi Kitakata.

Brasileiros participam de evento japonês Pancrase - Bruno Massami

Brasileiros participam de evento japonês Pancrase – Bruno Massami

 

Ao acertar um chute involuntário no adversário, Formiga chegou a ter sua luta paralisada pelo árbitro, porém sua equipe recorreu da decisão e seu combate deve ser alterado para No Contest (luta sem resultado).

Nas redes sociais, o lutador explicou o ocorrido:

“Bom dia galera que tava torcendo por mim, infelizmente o que eu vim fazer aqui no Japão não aconteceu, com 50 segundos de luta eu chutei por dentro e pegou um golpe baixo, e por azar o oponente não voltou a luta.

Mas como toda própria torcida japonesa viu, ele não queria lutar por que eu acredito que a melhor segurança que já vi num evento é a do Pancrase, coquilha de ferro obrigatória, então eles deram a vitória pro japonês por desclassificação.

Como meu mestre com mais de 20 anos de carreira foi lá e conseguiu explicar e provar que isso não existia, que a regra é clara, no mínimo 3 vezes (a infração deve ser cometida) para poder desclassificar, e só desclassifica de um chute baixo durante uma vez se ocorrer depois do segundo round, e se o juiz achar que foi mal intencionado, então quero agradecer a todos inclusive minha equipe de treino.

O prefeito de Manaus Arthur neto, e todos patrocinadores.

E o melhor de tudo é que durante tudo isso meu professor juntamente a todo time brasileiro que foi para o confronto. Tivemos um jantar com o presidente do Pancrase e o mais gratificante e que continuo sendo atleta do maior evento japonês.

Ou seja galera, o resultado será No Contest.” contou Raymison.

Raymison Bruno deve ter resultado de luta alterado no Pancrase - Bruno Massami

Raymison Bruno deve ter resultado de luta alterado no Pancrase – Bruno Massami

Cigano é desafiado por Overeem nas redes sociais - O holandês Alistair Overeem está em busca de um duelo em particular.

Postando uma imagem nas redes sociais, Alistair fez um pedido ao Presidente do UFC, Dana White, desafiando o brasileiro Júnior Cigano.

O duelo que já chegou a ser marcado, porém não aconteceu devido a uma punição ao holandês por doping, agora é cogitado pelo atleta que insiste em uma oportunidade para enfrentar o brasileiro.

“Sim ou Não? Dana White, faça acontecer” disparou Overeem.

 

Overeem desafia Cigano - Reprodução Instagram

Overeem desafia Cigano – Reprodução Instagram

UFC oficializa evento no Japão em setembro com Roan Jucão e primeira edição de TUF japonês

Roan Jucão enfrenta Mousasi no Japão - Bruno Massami

Roan Jucão enfrenta Mousasi no Japão – Bruno Massami

O UFC realizou nesta última semana, uma coletiva de imprensa com as estrelas da próxima edição no Japão, que acontecerá no dia 27 de setembro.

A coletiva que foi realizado no famoso hotel, Park Hyatt Tokyo, contou com a participação dos americanos, Josh Barnett e Roy Nelson que serão os treinadores da primeira edição do TUF no país, o evento teve a participação do brasileiro Roan “Jucão” Carneiro, que enfrenta o peso médio, o ex lutador do PRIDE e Strikeforce, o armênio Gegard Mousasi.

Nelson e Barnett se enfrentam no Japão - Bruno Massami

Nelson e Barnett se enfrentam no Japão – Bruno Massami

Interagindo com os fãs japoneses, os lutadores também atenderam a mídia presente no evento.

O UFC também apresentou os oito lutadores que vão participar da edição no país.

Contando com Mizuto Hirota, único dos atletas que já lutou anteriormente no UFC, os experientes Akiyo “Wicky” Nishiura, Tatsunao Nagakura, “DJ Taiki” Daiki Hata além das promessas Hiroto Uesako, Teruto “Yashabo” Ishihara, Nobumitsu “Tyson” Osawae Tatsuya Ando, vão competir entre si em um torneio, que vai levar dois atletas a fazer uma final na edição em Saitama, no dia 27 de setembro, valendo um contrato com a organização.

 

 

Em vídeo de bastidores do UFC 189, McGregor e Mendes se provocam e Dana White anuncia saída de Aldo de edição

O UFC divulgou nesta semana, os primeiros vídeos de bastidores de sua edição 189, que acontece no dia 11 de julho.

Exibindo o anúncio da saída de José Aldo da edição, o UFC já promove o novo combate entre o irlandês Conor McGregor e o americano Chad Mendes.

Mostrando uma conversa dos atletas via telefone, os lutadores se provocaram já promovendo o combate principal da edição que vai valer o cinturão interino do peso pena.

Em um dos vídeos, Mendes brinca com a divulgação que Chael Sonnen fez, postando seu número de telefone nas redes sociais.

Amanda Ribas vence e cinturão fica vago no Jungle Fight - O maior evento de MMA da América Latina não conheceu a nova detentora do cinturão peso-palha feminino (até 52 kg) na noite deste sábado, no Centro Esportivo Miécimo da Silva, em Campo Grande. Isso porque a brasileira Amada Ribas, de Varginha – MG, teve problemas com a balança e não conseguiu atingir o limite da categoria na véspera do evento.

Com dois pontos a menos devido ao não cumprimento desta regra, Amanda não tinha outra alternativa que não fosse ir para cima. E não foi diferente. A mineira partiu para cima da Mexicana Tania Pereda, que vinha invicta e com apenas 1 minuto e 16 segundos do primeiro round, a mineira encaixou mais um mata-leão na noite conseguiu a vitória, mantendo o cinturão da categoria vago.

Veja os resultados do evento:

Card Principal:
Amanda Ribas venceu Tania Pereda por finalização com 1 minuto e 16 segundos do primeiro round.

Otto Rodrigues venceu Luiz Japeri por finalização aos 2 minutos e 59 segundos do primeiro round
Ary Santos venceu Handerson Martins por nocaute técnico com 1 minuto e 38 segundos do primeiro round
Javiero Orlando venceu Eduardo Fidelis por finalização aos 54 segundos do primeiro round
Rodrigo Praia venceu Hugo Rocha por nocaute técnico aos 2 minutos e 54 segundos do primeiro round
Murilo Filho venceu Paulo Cesar Índio por nocaute aos 29 segundos do terceiro round
Adriano Capitulino venceu Ferrugem apor finalização aos 4 minutos e 44 segundos do segundo round 
Claudio Cezário venceu Alex Pavão por finalização aos 2 minutos e 54 segundos do primeiro round
Diogo Pink venceu José Claudio Paraíba por finalização aos 37 segundos do segundo round

Card Social Furnas
Denilson Trator venceu por nocaute técnico aos 2 mins 31 segundos do segundo round
Wagner Pezinho venceu por nocaute técnico aos 4 minutos 45 segundos do primeiro round
Jorge Evangelista venceu por nocaute aos 13 segundos do primeiro round 
Matheus Queimados venceu Wanderson por desqualificação (joelhada irregular aos 2 minutos e 13 segundos do segundo round)
Elifrank Cariolano venceu por nocaute com 1 minuto 5 segundos do primeiro round
Cleberson Menor venceu por nocaute técnico aos 29 segundos o primeiro round

Amanda Ribas vence no Jungle Fight - Divulgação

Amanda Ribas vence no Jungle Fight – Divulgação

 

Bruno Beirute brilha no Max Fight - A cidade de Ilha Comprida, situada no Litoral de São Paulo, viveu uma noite diferente neste sábado (4). Com aproximadamente 1.500 espectadores, o Max Fight 15 agitou o pacato município, conhecido por suas belezas naturais. Com oito duelos de excelente nível técnico, o evento levou o público à loucura com muitas finalizações e nocautes. Principal destaque da noite, a disputa do título dos pesos-penas (66kg), que teve Bruno Beirute como grande vencedor, coroou o inesquecível dia para a organização e a população local.

Na luta mais aguardada do evento, Bruno Beirute fez um equilibrado duelo contra Vitor Toffanelli. O combate, válido pela disputa do cinturão dos pesos-penas (66kg) da organização, começou com o domínio de Toffanelli que desferiu boas sequências no primeiro round, incluindo um chute rodado que por muito pouco não deu um ponto final ao duelo.

Mais ligado na volta para o segundo round, Bruno entrou na luta e impôs o seu ritmo, mesclando fortes socos e chutes com boas e bem-sucedidas tentativas de quedas. Assim a luta se desenrolou até o quinto e derradeiro round, quando Vitor tentou dar seu último gás em busca do título. Mesmo com muito esforço e um bom trabalho de ground and pound, o esforço foi insuficiente e Beirute sagrou-se campeão por decisão unânime dos árbitros.

Veja os resultados do evento:

 

Bruno Beirute venceu Vitor Toffanelli por decisão unânime e conquistou o cinturão dos pesos-penas (66kg)

Luan Chagas venceu Julio Cesar “Merenda” por finalização (armlock) com 1m27s do segundo round

Alisson Barbosa venceu Oton Jasse por finalização (mata-leão) aos 4m15s do primeiro round

Daniel Ogro venceu Everton Borges por finalização (chave americana de pé) 4m31s do segundo round

Felipe Cabocão venceu Clésio Caveirinha por finalização (mata-leão) aos 4m52s do segundo round

Diogo Hannibal venceu Wellington Rocha por finalização (triângulo) 49 segundos do segundo round

Hermison Oliveira venceu Carlos Eduardo Bahia por nocaute técnico aos 27 segundos do primeiro round

Cassinho Arduini venceu Valzinho Santos por finalização (guilhotina) aos 45 segundos do primeiro round

Beirute conquista cinturão - Divulgação

Beirute conquista cinturão – Divulgação

Daniel Virgínio e Viviane Sucuri conquistam títulos do XFC em São Paulo, organização anuncia fim de acordo com TV aberta

Viviane Sucuri conquista título do XFC - Divulgação/Marcelo Franco

Viviane Sucuri conquista título do XFC – Divulgação/Marcelo Franco

A noite deste sábado, dia 4 de julho, ficará marcada na história do XFC no Brasil. Na inauguração do XFC International Center, no bairro da Casa Verde, em São Paulo, a organização coroou Daniel Virginio e Viviane Sucuri como campeões dos torneios da segunda temporada. Os brasileiros derrotaram, respectivamente, o norte-americano James Gray, na categoria peso-galo (até 61,2kg) e a finlandesa Vuokko Katainen, na categoria peso-palha feminina (até 52,2kg), e ficaram com as medalhas de ouro. Virginio, que nocauteou Gray no primeiro round, foi anunciado para lutar pelo cinturão contra Fernando Vieira, em data ainda a ser anunciada.
Além dos dois campeões, também foram definidas mais duas finais de torneios: entre os pesos-leves (até 70,3kg), Willian Cilli finalizou o egípcio Mohamed Badawy no primeiro assalto e vai enfrentar Fernando dos Santos, que derrotou Rubenilton Pereira na decisão unânime dos juízes laterais. Pelos penas (até 65,8kg), Guilherme Faria e Missael Silva vão se enfrentar na final. Faria e Missael venceram Ranfi Rivas e Pedro Falcão, respectivamente, na decisão unânime dos juízes.

“Foram lutas ótimas, que engrandeceram uma noite muito especial para o XFC”, analisou o presidente Myron Molotky. “O público presente se encantou com o evento, com a nossa filosofia e lutadores, e quem assistiu pela transmissão pode ver como nos preocupamos com os mínimos detalhes. Dentro do hexágono, Daniel Virginio conseguiu um grande feito ao derrotar um lutador que nunca havia passado do primeiro round em mais de 15 lutas entre profissional e amador, que é o James Gray. Ele merece a disputa de cinturão”.

XFCi 10 marca fim da parceria com a RedeTV

Depois de um ano e cinco meses, chegou ao fim a parceria entre XFC e RedeTV. “Agradecemos a parceira com a RedeTV, que nos permitiu entrar no mercado brasileiro e mostrar o evento ao público pela TV aberta. Demos à emissora uma grande oportunidade de criar um público fã de MMA, de exibir grandes lutas e grandes shows. Foi uma parceria proveitosa para ambos os lados, mas agora queremos crescer ainda mais e continuar mostrando nosso comprometimento com o Brasil”, afirmou Myron Molotky. A franquia vai anunciar novidades em breve.

Virginio estraga festa de norte-americano em feriado histórico

O dia 4 de julho é um dos três feriados mais importantes dos Estados Unidos. No mesmo patamar do Natal e Ação de Graças, o Dia da Independência era a motivação de James Gray para chegar à final do torneio peso-galo do XFC contra Daniel Virginio. Gray chegou a conseguir a queda e a montada, e por pouco não finalizou numa chave de braço. Quando Virginio se levantou, já encaixou um belo soco em cheio, levando o adversário a knockdown, e encerrou a luta com uma sequência de golpes por cima, aplicando o nocaute técnico.

“Eu sabia que o James ia tentar me colocar no chão o tempo inteiro e, por isso, vim preparado”, analisou Virginio. “Esse título é resultado de muito trabalho, treinei todas as finalizações que ele gosta de fazer, sabia que se caísse numa situação difícil iria conseguir sair. Sabia também que se ficasse mais algum tempo em pé, trocando, iria nocautear. Estou muito feliz e ansioso para disputar o cinturão”.

Viviane Sucuri vence luta dura contra finlandesa

Em uma luta muito estratégica, Viviane Sucuri e Vuokko Katainen dividiram opiniões do público. No primeiro round, a luta se manteve agarrada com ambas buscando o clinche, e no segundo assalto a brasileira conseguiu quedar com a guarda passada, e por pouco não encaixou uma guilhotina. A finlandesa, de forma muito técnica, inverteu a posição e trabalhou por cima no ground and pound até soar o gongo salvador. A mesma situação se repetiu no terceiro round, com Viviane derrubando e Vuokko invertendo para golpear por cima, mas na decisão unânime dos juízes a brasileira foi considerada vencedora por maior volume.

Guilherme Faria e Willian Cilli se destacam nas semifinais

Entre os semifinalistas dos torneios da segunda temporada, destaque para Guilherme Faria e Willian Cilli. Farias protagonizou a melhor luta da noite, contra o venezuelano Ranfi Rivas, abusando dos chutes baixos, marcando a perna do adversário, e com momentos de trocação franca. A vitória clara, na decisão unânime dos juízes, foi elogiada pela diretoria do XFC. Cilli, um especialista em muay thai, conseguiu sua segunda finalização seguida no evento, desta vez sobre o egípcio Mohamed Badawy, ainda no primeiro round, com um mata-leão.

XFCi 10 – Night of Champions

Resultados oficiais

Até 61,2kg: Daniel Virginio venceu James Gray por nocaute técnico aos 3min e 59seg do primeiro round – Final do torneio peso-galo
Até 52,2kg: Viviane Pereira venceu Vuokko Katainen na decisão unânime dos juízes laterais – Final do torneio peso-palha
Até 65,7kg: Guilherme Faria venceu Ranfi Rivas na decisão unânime dos juízes laterais – Semifinal do torneio peso-pena (RedeTV! e TerraTV)
Até 70,3kg: Willian Cili finalizou Mohamed Hassan Badawy com um mata-leão aos 4min e 13seg do primeiro round – Semifinal do torneio peso-leve
Até 65,7kg: Missael Silva venceu Pedro Falcão na decisão unânime dos juízes laterais – Semifinal do torneio peso-pena
Até 70,3kg: Fernando dos Santos venceu Rubenilton Pereira na decisão unânime dos juízes laterais – Semifinal do torneio peso-leve

Em nota oficial, José Aldo revela exame na costela e explica saída do UFC 189: Fiz o possível!

Aldo desistiu de enfrentar McGregor devido a dores na costela - Ana Carolina/Gazeta Press

Aldo desistiu de enfrentar McGregor devido a dores na costela – Ana Carolina/Gazeta Press

No último 23 de junho, às 11h30 da manhã, o campeão peso-pena do UFC, José Aldo Junior, realizava treino de sparing na academia Nova União quando foi atingido por um golpe de um companheiro e sofreu uma fratura na costela. Segundo laudo da Clínica de Diagnóstico Por Imagem (CDPI), localizada no Rio de Janeiro, confirmado pelo Dr. Rickson Moraes, ficou constatado, por resultado de tomografia, uma “fratura bem coaptada da junção costo-condral do arco costal”. Nesta terça-feira, dia 30 de junho, foi oficializada sua saída da luta contra o irlandês Conor McGregor, prevista para o dia 11 de julho, em Las Vegas, nos Estados Unidos, por conta da lesão.

Sobre o fato, o campeão José Aldo vem por meio desta nota oficial esclarecer o ocorrido.

“Durante três meses, diariamente, realizei três períodos de treinamento. Investi meu tempo e dinheiro, trazendo parceiros de treino, tanto do país quanto de fora, para realizar o melhor camp da minha vida e estar pronto para defender, pela oitava vez, o meu cinturão no dia 11 de julho. Infelizmente, sofri uma fratura na costela durante um treino, que está comprovada por laudo oficial, e apesar de fazer todo o possível para lutar, fui obrigado ao contrário e isso me entristeceu muito. Somente eu, minha família, treinadores e companheiros sabemos quanto eu me esforcei para representar o Brasil novamente.

Exame revelado por Aldo mostra fratura na costela - Reprodução

Exame revelado por Aldo mostra fratura na costela – Reprodução

A decisão foi tomada em respeito aos fãs e ao UFC, que hoje me consideram o melhor lutador peso-por-peso do mundo. Eu não poderia lutar sem ter 100% das minhas condições físicas e com uma fratura na costela que poderia se agravar caso sofresse um golpe no local. Muitas pessoas me disseram para lutar mesmo assim, por conta do dinheiro que poderia ganhar, mas não me venderia por quantia alguma, seja ela qual fosse. Luto por amor ao que eu faço e pelo meu país. O dinheiro, para mim, vem em segundo plano, é igual sombra: quando você tenta pegar, não consegue, mas quando você anda para frente, ele te segue. O dinheiro acaba em algum momento, mas o legado de conquistas ficará para a história, e é isso que mais valorizo.

Sou campeão do UFC desde abril de 2011, defendi meu cinturão sete vezes em quatro anos, e farei a oitava defesa ainda em 2015, uma média de duas lutas de título por ano. Isto sem contar o WEC, evento de propriedade da Zuffa, assim como o Ultimate, e do qual fui campeão em 2009 para depois colocar o cinturão em jogo por mais duas vezes em menos de um ano. Por isso, não posso concordar com a decisão do UFC em ter um campeão interino da minha categoria, justificando isso com as cinco oportunidades que não pude defender o cinturão.

Exame detalhado mostra fratura - Reprodução

Exame detalhado mostra fratura – Reprodução

Caso essas lutas tivessem ocorrido, eu teria feito, apenas no UFC, 12 lutas de título em quatro anos, com uma média de três disputas por ano, uma média que nenhum campeão teve. Raramente algum fez três defesas em um ano. Então, esse não pode ser o motivo principal para ser dado um título interino, mas como o UFC é uma empresa privada da qual sou contratado, não posso reclamar das suas decisões, mas nem por isso posso dizer que concordo.

Com relação ao meu adversário, que falou para eu me apresentar para a luta como homem, não posso falar nada sobre um cara que imita na vida um personagem de série de TV (o ator Travis Fimmel, da série Vikings). Esse é realmente quem ele realmente queria ser, porque deve ter vergonha de ser quem é de verdade, tanto que imita as falas, jeito de ser e tatuagens desse ator. Ele é um artista, mas não das artes marciais, e sim de comédia barata. É até um desrespeito com o ator e, principalmente, com atletas de verdade. Ele deveria procurar um palco e não um octógono. O octógono é meu reino e lá só existe espaço para um rei, que sou eu, e se ele quiser participar, vai ter que ser como bobo da corte que já é.

Se vencer o Chad Mendes, a única coisa que ele terá será um cinturão de brinquedo para mostrar aos amigos, bêbado nos bares do país dele, porque é isso que um título interino representa para mim: um brinquedo. O campeão sou eu”.

“Desapontado”, Dana White explica saída de José Aldo do UFC 189 e Conor McGregor faz críticas: Ele está com medo!

Aldo desistiu de enfrentar McGregor devido a dores na costela - Ana Carolina/Gazeta Press

Aldo desistiu de enfrentar McGregor devido a dores na costela – Ana Carolina/Gazeta Press

 

A confirmação da saída oficial de José Aldo, campeão peso pena do UFC, da edição 189, começou a repercurtir entre os fãs.

Em entrevista ao programa americano Sportscenter, o Presidente do UFC, Dana White, fez o anúncio da saída do brasileiro do evento e mostrou desapontamento com a situação.

“Aldo deixou uma de suas cinco lutas pelo cinturão. Conor está pronto (para lutar) e o numero 1 do ranking, Chad Mendes está pronto para enfrentá-lo pelo cinturão interino, acho que faz sentido fazer essa luta.

Quando Aldo estiver pronto, vamos fazer essa luta e unificar os títulos. Foi sua decisão (deixar o combate). Nós não nos sentimos bem (acerca da decisão).

Gastamos muitos recursos e dinheiro para promover essa luta. E os fãs estavam esperando muito este combate. É realmente muito desapontador.” disparou Dana que foi acompanhado por Conor, em críticas ao brasileiro.

“Ele está com medo. Eu acabei com ele mentalmente no tour e agora eu teria a chance de acabar com ele fisicamente. Acho que ele e seus treinadores apenas estavam procurando uma maneira de deixar a luta.” provocou o irlandês que enfrenta o americano Chad Mendes, pelo cinturão interino dos penas, no dia 11 de julho e não deixou de provocar o próximo oponente.

“Eles são simulares. Então vou lhe dar 4 minutos. Vou brincar um pouco com ele (antes de acabar com a luta).” comentou o irlandês.

UFC fecha card de edição 190 no Rio, com, Shogun, Minotauro, Ronda Rousey e Bethe Correia

Luta de Ronda contra Bethe será a atração principal do UFC 190 - Ana Carolina/Gazeta Press

Luta de Ronda contra Bethe será a atração principal do UFC 190 – Ana Carolina/Gazeta Press

Nesta última quarta-feira, o UFC anunciou o card completo para o UFC 190: Rousey vs. Correia, que acontece dia 1º de agosto, no HSBC Arena, Rio de Janeiro.

Na luta principal, a atual campeã, estrela de cinema e medalhista olímpica de Judô, Ronda Rousey retorna ao Brasil, agora pelo UFC, para enfrentar Bethe Correia “Pitbull”, brasileira que derrotou duas das companheiras de treino de Rousey: Shayna Baszler e Jessamyn Duke.

Além da disputa de cinturão peso galo feminino entre as invictas e rivais Ronda Rousey (11-0) e Bethe Correia (9-0), o público poderá conferir de perto outras 12 lutas.

Para deixar o UFC 190 ainda mais imperdível, as finais do The Ultimate Fighter® Brasil 4 foram adicionadas ao card principal, e Dileno Lopes vs. Reginaldo Vieira duelam pelo título dos galos do reality show, e Fernando “Açougueiro” e Glaico França pelos leves.

Shogun encara Minotouro - Ana Carolina/Gazeta Press

Shogun encara Minotouro – Ana Carolina/Gazeta Press

 

Os vencedores conquistam um contrato com a maior organização de MMA do mundo.

Os pupilos antecedem a co-luta principal da noite entre os treinadores da edição do TUF Brasil 4 Rogério “Minotouro” e Maurício “Shogun”, em uma das revanches mais aguardadas da história do esporte. Os meio-pesados se enfrentaram em 2005, no Pride, em uma batalha épica que faturou o prêmio de luta do ano.

Ainda no card principal o peso-pesado Rodrigo “Minotauro”, líder principal da Equipe Azul do The Ultimate Fighter Brasil 4, luta em casa, e dessa vez terá pela frente o gigante holandês, um dos tops da categoria, Stefan Struve. Claudia Gadelha, que se recuperou de uma lesão nas costas, dará as boas vindas à mexicana Jessica Aguilar, em um combate que pode definir a próxima desafiante ao cinturão peso palha do UFC.

Minotauro (direita) encara Struve no UFC 190 - Ana Carolina/Gazeta Press

Minotauro (direita) encara Struve no UFC 190 – Ana Carolina/Gazeta Press

 

Na noite de 1º de agosto os fãs poderão acompanhar o retorno do striker Rafael “Feijão”, o participante do TUF Brasil 1 Hugo Viana, o vencedor do The Ultimate Fighter® Brasil 3 Warlley Alves, o finalista peso pesado da mesma edição Vitor Miranda, e os brasileiros Demian Maia, Leandro Issa, Iuri “Marajó”e Antonio “Pezão”.

Os ingressos para o UFC 190: Rousey vs. Correia estão a venda através do site www.livepass.com.br e disponíveis também em Pontos de Venda credenciados (clique aqui), na Central de Relacionamento LIVEPASS, no 4020-2413, das 9h às 21h, e na semana do evento na bilheteria oficial. Os ingressos para os setores Cadeira Premium e VIP Experience estão esgotados.

Os setores ainda disponíveis são:

- Octógono Premium = R$ 1.600,00 / R$ 800,00 (meia entrada)
– Cadeira Exclusiva UFC* = R$ 1.500,00 / R$ 1.000,00 (meia entrada) – últimos ingressos
– Cadeira Especial = R$ 950,00 / R$ 475 (meia entrada)
– Cadeira = R$ 650,00 / R$ 325,00 (meia entrada)
– Cadeira Superior = R$ 295,00 / R$ 147,50 (meia entrada)
– PNE = R$ 147,50 (meia entrada)
– Camarotes** = R$ 1.400,00 / R$ 900,00 (meia entrada)

* A “Cadeira Exclusiva UFC” inclui serviços de catering (comida e bebida), receptivo com red carpet e banheiros exclusivos. Ingresso = R$ 1.000,00; serviço = R$ 500,00
** Os “Camarotes” estão disponíveis para vendas em grupos fechados de 18 a 36 pessoas, e inclui serviços de catering. Valores acima são por pessoa. Ingresso = R$ 1.000,00; serviço = R$ 400,00

O UFC 190: Rousey vs. Correia terá início às 20h00, com a primeira luta do card principal às 23h00. Os portões estarão abertos ao público a partir das 19h00.

Confira o card completo:

UFC 190

Card Preliminar

Guido Cannetti vs. Hugo Viana

Clint Hester vs. Vitor Miranda

Leandro Issa vs. Iuri Alcantara

Nordine Taleb vs. Warlley Alves

Patrick Cummins vs. Rafael Cavalcante

Neil Magny vs. Demian Maia

Card Principal

Jessica Aguilar vs. Claudia Gadelha

Soa Palelei vs. Antonio ‘Pezão’ Silva

Rodrigo “Minotauro” vs. Stefan Struve

Dileno Lopes vs. Reginaldo Vieira

Fernando “Açougueiro” vs. Glaico França

Rogério “Minotouro” vs. Mauricio ‘Shogun’

Bethe Correia vs. Ronda Rousey

* todas as lutas ao vivo; card sujeito a alterações;

Revivendo trilogia, Cézar Almeida enfrenta Alex Pereira em edição do WGP Kickboxing

WGP realiza trilogia valendo cinturão - Divulgação

WGP realiza trilogia valendo cinturão – Divulgação

O maior evento de trocação da América Latina está de volta. No próximo dia 25 de julho, o WGP realiza sua 25ª edição com um dos melhores e mais aguardados cards da história da organização. Na luta principal, Cesinha Almeida e Alex Pereira se enfrentam pela terceira vez, agora valendo o cinturão da categoria peso médio (até 85kg), em um combate que colocará em rota de colisão dois dos melhores kickboxers do Brasil na atualidade.

A luta principal do WGP 25 é muito aguardada pelo histórico de grandes lutas entre os dois protagonistas. Cesinha Almeida e Alex “Po Atan” Pereira já se enfrentaram duas vezes, com uma vitória para cada lado, ambas na decisão dos juízes, e quem vencer será considerado o melhor lutador do país na categoria até 85 kg.

Além da disputa de cinturão dos pesos médios, o evento ainda terá um Challenger GP de quatro lutadores na categoria meio-médio (até 71,8kg), modalidade K-1 Rules, que vai definir o próximo adversário do atual campeão, o baiano Ravy Brunow. De um lado da chave, Alex “Canguru” Alves enfrenta Bruno Gazani enquanto Wallace Lopes mede forças com Marcelo Dionísio. Os vencedores de cada semifinal se enfrentam na grande decisão do Challenger GP para definir quem terá a oportunidade de desafiar o cinturão de Brunow.

Ao todo, o WGP 25 terá 10 lutas, com duas Super Lutas internacionais. Tadeu San Martino, um dos maiores nomes da luta em pé do Brasil, enfrenta o uruguaio Alvaro Gonzales, e o experiente Munil Adriano pega o argentino Damian “El Rayito” Segovia. Além disso, o experiente Maycon Oller enfrenta Johnny “Kabeça”, participante do reality show TUF Brasil 1, que estreia no evento.

“Essa edição tem tudo para entrar para a história. Um GP sem favoritos, com todos os lutadores em um ótimo momento, e uma disputa de cinturão que é uma das mais aguardadas do WGP. O Alex e o Cesinha estão em seus melhores momentos na carreira e estão loucos para definir este tira-teima”. Comenta Paulinho Zorello, Diretor Executivo do WGP Kickboxing.

Ingressos

Os ingressos estão à venda no site www.ticket360.com.br com preços que variam de R$ 35,00 (ingresso promocional/meia entrada) a R$ 240,00. Além do benefício da meia entrada, a organização do evento disponibilizará ingressos com 50% de desconto para qualquer setor do ginásio mediante a doação de 1kg de alimento não perecível no dia do evento. Os alimentos serão distribuídos para entidades beneficentes da cidade de São Paulo.

WGP #25: Cesar Almeida x Alex Pereira III

Data: Sábado, dia 25 de julho de 2015
Local: Ginásio Polisesportivo Mauro Pinheiro
Endereço: Rua Abílio Soares, 1300 – São Paulo, SP
Horário: 20h (horário de Brasília)
Transmissão: Bandsports e Esporte Interativo

Card Completo

Super Luta 1
K1 Rules – 60 Kg
Felipe Suekuni (Inside Munil Adriano) x Hector Santiago (Santiago Team / Seven Fight Team)

Super Luta 2
K1 Rules – 78 Kg
Michel Papa (UFT) x Thiago “Golden Boy” Conceição (Thailand Top Team)

Super Luta 3
K1 Rules – 66,8 Kg
Maycon Oller (ABKB / Serginho Team) x Johnny “Kabeça” (TCT)

Super Luta 4
K1 Rules – 94Kg
Wallyson “Maguila” Carvalho (A2F Arena/Yoshinaga Team) x Thiago “Beowulf” (China Team)

Co-main event: Challenger GP
Semifinal 1
K1 Rules – 71,8 kg
Bruno Gazani (União ABC) x Alex “Canguru” Alves (Corinthians Kickboxing)

Co-main event: Challenger GP
Semifinal 2
K1 Rules – 71,8 kg
Marcelo “Zika” Dionísio (San Martino Team) x Wallace “Negão” Lopes (FX Fight Team)

Super Luta 5
K1 Rules – 75 Kg
Alvaro Gonzales (Uruguai) x Tadeu San Martino (UFT / San Martino Team)

Super Luta 6
K1 Rules – 69,1 Kg
Damian Segovia (Argentina) x Munil Adriano (Inside Munil Adriano)

Co-main event: Challenger GP
Final
K1 Rules – 71,8 kg
Vencedor da semifinal 1 x Vencedor da semifinal 2

Main Event: Disputa do Cinturão WGP Kickboxing
K1 Rules – 85 kg
Cesar “Cesinha” Almeida x Alex “Po Atan” Pereira

José Aldo volta a sentir dores na costela e desiste de enfrentar Conor McGregor no UFC 189, confirma Dana White

Aldo desistiu de enfrentar McGregor devido a dores na costela - Ana Carolina/Gazeta Press

Aldo desistiu de enfrentar McGregor devido a dores na costela – Ana Carolina/Gazeta Press

José Aldo está fora do UFC 189.

Na noite desta terça feira, o Presidente do UFC, Dana White, confirmou ao programa americano Sportscenter, que Aldo não vai enfrentar o irlandês Conor McGregor.

Segundo Dana, as dores na costela de Aldo aumentaram e o brasileiro optou por não lutar, desistindo do combate.

O americano Chad Mendes foi confirmado como o substituto e vai enfrentar McGregor no dia 11 de julho, valendo o cinturão interino peso pena da organização.

 

Chad Mendes será o oponente de McGregor no UFC 189 - Ana Carolina/Gazeta Press

Chad Mendes será o oponente de McGregor no UFC 189 – Ana Carolina/Gazeta Press

 

McGregor e Weidman postam foto juntos - Reprodução Instagram

McGregor e Weidman postam foto juntos – Reprodução Instagram

Chris Weidman posta foto com McGregor – O atual campeão peso médio do UFC, o americano Chris Weidman deu sua opinião sobre o duelo entre Conor McGregor e José Aldo.

Segundo Weidman, que venceu Vitor Belfort, Lyoto Machida e Anderson Silva, Conor vai vencer e se tornar o novo campeão peso pena do UFC.

“Com o cara, Conor McGregor em Nova York. Em menos de duas semanas ele vai derrubar o brasileiro número um, pelo título mundial.” disse o americano.

 

Primeiro trailer do TUF Japão – O UFC anunciou na noite desta terça feira, o primeiro trailer oficial do TUF Japão.

Com oito atletas, disputando duas vagas em uma das lutas principais do UFC Japão, que acontece no dia 27 de setembro no Saitama Arena, os lutadores no vídeo assistem um convite de Dana White, Presidente do UFC, para participar da edição.

O TUF terá como treinadores, os lutadores americanos Josh Barnett e Roy Nelson, que se enfrentam na luta principal do evento.

O evento também terá a participação brasileira de Roan “Jucão” Carneiro, que enfrenta o armênio Gegard Mousasi.

 

UFC revela uniformes de lutadores em evento de empresa esportiva. Ultimate terá três tipos de uniformes diferentes

UFC apresenta novos uniformes - Divulgação

UFC apresenta novos uniformes – Divulgação

 

Nesta última terça feira, o UFC e a Reebok revelaram o primeiro Kit de Luta UFC da história.

O kit será visto pela primeira vez em ação, dentro do octógono, no UFC 189, dia 11 de Julho.

Com a presença de 20 lutadores, incluindo todos os campeões exceto José Aldo, que está se preparando para enfrentar Conor McGregor, o evento realizado em Nova York reuniu representantes da empresa e o Presidente do UFC, Dana White que apresentaram os uniformes.

O evento terá 3 tipos de uniformes diferentes: Universal, País Específico e Campeões (que serão usados apenas por donos de cinturão).

O Ultimate também anunciou uma linha especial para as mulheres, que terá um modelo exclusivo para a proteção dos seios, durante as lutas.

Mulheres terão versão especial - Divulgação

Mulheres terão versão especial – Divulgação

 

Desenvolvido para o orgulho e projetado para performance, o Kit de Luta Oficial UFC by Reebok apresenta inovações que contribuem com a força, agilidade e flexibilidade, enquanto permite que cada atleta exiba em destaque seus nomes e a honra por seus países, nas peças dos kits:
§ FORÇA: Extraordinária execução gráfica, reforçada com dupla costura, que permite durabilidade e reduz a abrasão.

§ VELOCIDADE: De perfil e construção leve para redução e racionalização do peso.

§ CONFORTO: Tecnologia de Controle de Umidade PlayDry, que acelera o tempo de secagem da peça, movendo o suor e permitindo que os lutadores mantenham uma temperatura corporal ideal no calor do combate.

§ FLEXIBILIDADE: Tecido que estica 360° multi-direcionalmente, com aberturas laterais (cortes a laser) para gerar mobilidade funcional. Tecnologia não escorregadia garante adaptação para todas as posições do lutador.

§ ORGULHO: Identificação específica do país e nome do atleta impressos no vestuário.

Lutadores atuaram como modelos em apresentação de uniformes - Reproduão Youtube

Lutadores atuaram como modelos em apresentação de uniformes – Reprodução Youtube

 

O Kit de Luta do UFC tem três variações: Kit de Luta do Campeão – apresentando as cores preto e cinza, com impressões em dourado, será usado apenas pelos campeões, Kit de Luta do País – com identificação e cores específicas do país e o Kit Universal de Luta – preto e prata com emblema global, disponível para todos os atletas da organização. O Kit de Luta UFC inclui uma camiseta oficial do UFC para entrada da luta, variações de shorts para serem usados no Octógono, shorts saia, agasalhos, e diversos tops para performance das mulheres.

“Hoje é um momento histórico para o UFC, nossos atletas, para a Reebok e o MMA” disse o Presidente do UFC, Dana White. Fizemos uma parceria com uma marca global incrível para levar este esporte a outro nível e acabamos de mostrar isso com o Kit de Luta. Este equipamento foi desenvolvido e desenhado especificamente para atletas de MMA. Não só eleva a imagem do esporte, como revoluciona a maneira como eles treinam, competem e performam”.

“O Kit de Luta UFC é um momento histórico para a parceria Reebok e UFC, bem como para o esporte como um todo, disse Matt O’Toole, Presidente da Reebok. Os atletas do UFC representam alguns dos seres humanos mais dedicados e fortes do mundo, e a Reebok se sente orgulhosa em poder desenvolver o primeiro kit dedicado a contribuir e possibilitar suas grandezas, dentro do Octógono”.

E além do Octógono, a Reebok lança hoje também sua coleção Reebok Combat, fornecendo vestuário de alta performance para pessoas que batalham para ganhar a vida e querem treinar como um lutador.

“O MMA é um esporte emocionante que está na linha de frente do fitness e condicionamento físico, e a Reebok Combat oferece uma grande coleção de vestuário que ajudam aqueles que gostam de treinar como um lutador.

A Reebok Combat é parte do nosso compromisso global com o crescimento e apoio ao MMA em todos os níveis. Estamos animados para ver a reação do público a essa nova categoria da marca, em diversos os cantos do mundo”, disse Todd Krinsky, Vice-Presidente da Reebok.

A partir do dia 30 de Junho, o Kit de Luta UFC estará disponível através dos sites www.ufcstore.com e www.reebok.com. Em 7 de Julho, será lançado na Sports Authority e 10 de Julho na Reebok FitHubs, nos Estados Unidos e Canadá.

Nos dias 10 e 11 de Julho, o Kit de Luta UFC estará disponível também na UFC Fan Expo, em Las Vegas. Detalhes sobre datas de lançamentos internacionais serão anunciados posteriormente. A coleção Reebok Combat poderá ser encontrada no site www.reebok.com, a partir de 1 de Julho.