Nick Diaz dá susto e não participa de treino aberto do UFC 183. Anderson encontra Shogun em gravação do TUF Brasil

O UFC divulgou os dois primeiros vídeos dos bastidores da edição que acontece neste fim de semana, em Las Vegas.

Após perder duas viagens de avião marcadas, o oponente de Anderson, o americano Nick Diaz causou preocupação aos fãs e a organização do UFC.

Seu desaparecimento chegou a ser motivo de brincadeiras para o Presidente do UFC, Dana White que postou uma imagem, questionando o paradeiro do atleta.

Porém, Diaz acabou chegando em Las Vegas na noite desta quarta feira (horário de verão de Brasilia), perdendo o treino aberto do evento que somente teve a participação de Anderson.

Dana White posta foto de chegada de Diaz e acaba com especulações de sumiço de atleta - Reprodução

Dana White posta foto de chegada de Diaz e acaba com especulações de sumiço de atleta – Reprodução

Anderson participou do treino, deu muitos chutes e interagiu com muitos fãs brasileiros que estiveram presente para apoiar o lutador.

Além disso, o UFC revelou pela primeira vez, detalhes da nova edição do TUF Brasil, com o encontro de Spider com Maurício Shogun, amigo e que também será treinador da edição.

Os atletas se encontraram juntamente com Dana e gravaram uma das chamadas da edição.

Animado, Shogun apostou em Spider e não enxerga nenhum perigo para o brasileiro no combate.

“Eu aposto todas minhas fichas no Anderson. Acho que o Nick não vai trazer nenhum perigo para ele.” comentou Shogun.

 

Bastidores do UFC Suécia - O UFC também divulgou os bastidores de sua grande edição na Suécia, que aconteceu neste último fim de semana.

Mostrando muita animação dos atletas e alguns depoimentos de alguns lutadores como Joanne Calderwood, o evento foi um sucesso e grantiu 26 mil pessoas presentes e uma audiência recorde de 3,6 milhões na TV americana.

 

Evento em Manila oficializado – Como Dana White tinha prometido em 2014, o UFC oficializou a sua primeira edição em Manila, nas Filipinas.

O evento acontece no dia 16 de maio e pode contar com atletas conhecidos como Mark Munoz, Carlos Condit e John Dodson.

 

Brasil no KSW 30 – O KSW oficializou o primeiro combate com brasileiro neste próxima edição em Poznan, no dia 21 de fevereiro.

Rodrigo Cavalheiro vai encarar o polonês Mateusz Gamrot em um dos duelos na edição.

Existem rumores que mais um atleta do país pode estar participando do evento mas não foi confirmado pela organização.

O evento tem o retorno do atual campeão meio médio Borys Mankowski e da musa campeão peso galo feminina, Karolina Kowalkiewicz.

 

 

 

 

 

Programa do UFC destaca drama e preparação de Anderson Silva para confronto contra Diaz neste sábado

O UFC divulgou um vídeo com o famoso programa chamado “Contagem Regressiva”, mostrando os bastidores do retorno e preparação de Anderson Silva para o duelo contra Nick Diaz neste sábado.

Acompanhando Spider em todos os momentos, desde a lesão no UFC 168, o programa revelou como Anderson foi se recuperando da grave lesão e voltando aos treinos para retornar ao octógono.

Contando com depoimentos como o de Rogério Camões (preparador físico de Anderson), o vídeo também mostra como foi para Spider enfrentar o processo de preparação que levou mais de um ano.

Muito confiante, Anderson deixa claro no vídeo que está totalmente recuperado e quer mostrar isso neste próximo sábado.

“Isso é passado (sobre a lesão). Agora eu estou bem. estou chutando e estou voltando.” disse o lutador que está motivado em apenas voltar a lutar.

“As pessoas me motivam, pedem para que eu volte. Isso foi muito bom. Deram forças para eu continuar fazendo isso. Então vamos lá.” revelou o lutador.

O programa também mostrou a preparação de Nick Diaz, contando um pouco sobre seu perfil, sendo admirado e rejeitado pelos fãs ao mesmo tempo.

“Essa é uma luta que as pessoas querem ver. São dois caras conhecidos, uma luta dos sonhos para os fãs.” disse Diaz que conta com grandes atletas como Joe Schilling (ex campeão do GLORY), Gilbert Melendez (atleta do UFC e ex campeão do Strikeforce) e Jake Shields (atleta do WSOF e ex lutador do UFC) que auxiliam o americano para esse duelo.

Diaz também contou que o duelo contra Anderson foi aceito, já que a questão do peso vai ajudar em sua performance.

“Não vou precisar cortar peso para essa luta. Me sinto mais forte. E estarei pronto para fazer uma grande luta.” disse Diaz.

O duelo acontece neste sábado na cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos.

 

Patrício Pitbull finaliza e vence primeira defesa de cinturão - Divulgação

Patrício Pitbull finaliza e vence primeira defesa de cinturão – Divulgação

Spider vs Diaz não será ao vivo na Globo – O duelo entre Anderson Silva e Nick Diaz não vai ter transmissão ao vivo na Rede Globo de Televisão.

Segundo a coluna “Outro Canal”, a emissora teria negociado com o UFC mas não conseguiu convencer o evento a liberar a transmissão ao vivo, somente com 30 minutos de atraso.

 

Patrício Pitbull ajuda FOX Sports a atingir primeiro lugar em audiência – A mesma coluna “Outro Canal” exaltou pela primeira vez, um feito de um atleta que não luta no UFC.

O lutador Patrício “Pitbull” Freire que em uma luta dramática conseguiu manter o cinturão do Bellator, com uma finalização, foi primeiro lugar de audiência entre os canais esportivos entre homens acima de 18 anos.

O Bellator era transmitido pela emissora Esporte Interativo e neste ano de 2015, teve os direitos adquiridos pela FOX Sports.

 

Apresentadora do XFC, Lucilene Caetano enfrenta problemas com emissora - Arquivo Pessoal

Apresentadora do XFC, Lucilene Caetano enfrenta problemas com emissora – Arquivo Pessoal

Demissão surpreendente de apresentadora do XFC - Nesta semana, uma notícia pegou os fãs de uma das principais personalidades do MMA no Brasil, a apresentadora do XFC, Lucilene Caetano.

A revelação feita pelo jornalista Flávio Ricco, revelou problemas entre Lucilene e a emissora, que não cumpriu com algumas exigências contratuais.

O blog entrou em contato com a apresentadora e seu advogado que se pronunciou e prometeu uma ação jurídica contra a Rede TV, devido a demissão considerada pelo mesmo como misteriosa e revelando problemas contratuais.

“O Dr. Flavio Folla Pompeu Marques, advogado de Lucilene Alves Caetano está sofrendo inúmeros dissabores com a Rede TV para solucionar a dispensa misteriosa da apresentadora.

Após muitos boatos, o advogado afirma que o contrato entre as partes está recheado de absurdos jurídicos e por esse motivo irá ingressar com uma ação judicial, não permitindo que o descaso com a apresentadora caia no esquecimento e ultrapasse a próxima semana”. disse o advogado ao blog.

A apresentadora também falou sobre sua versão do caso.

“Olha. A história da minha demissão segundo o que foi noticiado lá na UOL não foi bem aquela do bilhete azul na porta, não.

Alguém, sabe-se lá com quais intenções, espalhou essa inverdade. Afinal, a gente começa a se destacar e incomoda alguns colegas inseguros (as). E nem houve também atraso na volta das férias. Tenho todos os e mails trocados com diretores aqui nos quais cumpri exatamente o que me pediram durante o tempo em que fiquei na emissora. A emissora concedeu férias coletivas e eu cumpri exatamente o prazo que me pediram. Está tudo documentado aqui.

Na quarta-feira, só depois de fazer a maquiagem para uma gravação, fui informada pelo meu diretor Ari Borges da demissão, segundo orientação do superintendente de Jornalismo, Franz Vacek. Tudo, por conta de uma questão financeira. Por eu um dia ter procurado os donos da emissora para resolver o assunto.

Já que estava trabalhando sem receber pelos programas que apresentava na emissora. Fui contratada para fazer o XFC e consequentemente comecei a ser escalada para apresentar outras atrações da emissora como o Campeonato Paulista, Brasileirão serie B, Campeonato Paulista sub-20, Bola Dividida, 90 segundos e o Bola Dividida Especial Copa do Mundo. E nunca recebi por eles. Foi isso que aconteceu. Um abraço e obrigada!” disse a apresentadora.

A emissora paulista ainda não se pronunciou sobre o caso.

O XFC retorna no mês de março com sua nona edição. Um dos principais duelos já está definido. A atleta Juliana “Julie” Werner enfrenta a russa Julia Berekizova.

 

 

Anthony Johnson estraga festa sueca, atropela Gustafsson e enfrenta Jon Jones após vitória no UFC

Johnson atropela sueco e disputa cinturão do UFC - Divulgação

Johnson atropela sueco e disputa cinturão do UFC – Divulgação

 

O UFC realizou uma grande edição no Tele 2 Arena em Estocolmo neste último sábado.

Com mais de 26 mil pessoas assistindo o evento, os atletas locais não conseguiram retribuir com vitórias, o apoio dado pelos torcedores.

Na luta principal, o ídolo do país, Alexander Gustafsson sentiu o poder do americano Anthony Johnson.

Disposto a acabar com a luta desde o início, Johnson partiu com tudo para cima do sueco de 1,95m que buscava atacar em pé com chutes baixos e mantendo a distância.

Sem sucesso, Gustafsson foi surpreendido com um poderoso soco de direita, que tirou a concentração do atleta após o knockdown.

Perdido, o sueco virou um alvo fixo para Johnson que iniciou um verdadeiro monólogo com muitos socos pesados.

Sem reagir após várias advertências do árbitro, Gustafsson acabou conhecendo sua terceira derrota no UFC após uma série de socos no solo desferida pelo americano.

Com a vitória, Johnson que tem feito um verdadeiro estrago após seu retorno ao UFC, vai enfrentar o atual campeão meio pesado, o compatriota Jon Jones.

Arena em Estocolmo recebeu mais de 26 mil pessoas - Divulgação

Arena em Estocolmo recebeu mais de 26 mil pessoas – Divulgação

 

Quem também venceu foi o armênio Gegard Mousasi.

Enfrentando a lenda americana Dan Henderson, Gegard acertou um soco pesado que balançou o adversário.

Após uma série de golpes, o árbitro interrompeu a luta dando a vitória para Mousasi por nocaute técnico.

Depois do combate, Henderson alegou na coletiva pós luta, que teria sido acertado por um dedo de Mousasi, o que tirou a visão do atleta.

Outros destaques foram os grandes nocautes de Sam Sicilia que atropelou o sueco Akira Corassani e a estréia espetacular de Makwan Amirkhani em apenas 8 segundos sobre o inglês Andy Ogle.

Amirkhani acertou uma joelhada voadora e com mais alguns socos, acabou com o combate.

O UFC retorna neste próximo sábado com a volta de Anderson Silva contra Nick Diaz, no UFC 183.

Resultados do evento:

Card principal
Anthony Johnson derrotou Alexander Gustafsson por TKO no 1R.
Gegard Mousasi derrotou Dan Henderson por TKO no 1R.
Ryan Bader derrotou Phil Davis por decisão dividida dos jurados.
Sam Sicilia nocauteou Akira Corassani no 1R.

Card preliminar
Albert Tumenov derrotou Nico Musoke por decisão unânime dos jurados.
Kenny Robertson derrotou Sultan Aliev por TKO no 1R.
Makwan Amirkhani nocauteou Andy Ogle no 1R.
Nikita Krylov finalizou Stanislav Nedkov com uma guilhotina no 1R.
Mairbek Taisumov nocauteou Anthony Christodoulou no 2R.
Mirsad Bektic derrotou Paul Redmond por decisão unânime dos jurados.
Viktor Pesta derrotou Konstantin Erokhin por decisão unânime dos jurados.
Neil Seery derrotou Chris Beal por decisão unânime dos jurados

Treinador de Dan Henderson, Ricardo Feliciano fala sobre mudanças para combate com Mousasi: É uma boa luta para nós!

Pantcho fala sobre a preparação de Henderson - Arquivo Pessoal

Pantcho fala sobre a preparação de Henderson – Arquivo Pessoal

O treinador de Jiu Jitsu da lenda americana Dan Henderson, o brasileiro Ricardo “Pantcho” Feliciano conversou via telefone com o blog nesta semana.

Ajudando Hendo na Suécia para o duelo contra o armênio Gegard Mousasi, Pantcho revelou as mudanças e preparação do americano para esta luta.

“Eu acho que é uma grande luta para nós. O Henderson trouxe um treinador belga, o Gokhan, que tem o dutch kickboxing (kickboxing holandês).

Ele gostou e acabou ficando com a gente. Teve o Luke (Rockhold) que esteve aqui e também ajudou bastante.” contou Pantcho.

Outra mudança importante foi o retorno do brasileiro Gustavo Pugliese para ajudar nos treinos de boxe de Hendo.

“O Gustavo estava no Brasil mas ele acabou retornando para ajudar. Então tenho certeza que o Hendo vem bem preparado para a luta.” disse Pantcho que contou como tem sido a adaptação na Suécia devido ao fuso horário local.

“É um pouco complicado. Eu mesmo não consegui dormir direito. Mas estamos nos adaptando.

Assistimos aqui o UFC e estamos treinando no horário da luta, para ajudar o Hendo a conseguir se adaptar bem.” contou Pantcho.

O brasileiro cuida da parte de Jiu Jitsu do atleta americano e é instrutor da academia de Henderson na Califórnia.

Henderson encara Mousasi - DIvulgação

Henderson encara Mousasi – Divulgação

Ovacionado por torcida sueca, Alexander Gustafsson encara Anthony Johnson por chance de disputar o título no UFC Suécia

Gustafsson encara Johnson - Divulgação

Gustafsson encara Johnson – Divulgação

 

O UFC realizou na tarde desta sexta feira, a pesagem oficial do UFC Suécia, no Tele 2 Arena.

O estádio que vai receber neste sábado cerca de 30 mil pessoas, recebeu fãs suecos que ovacionaram o maior atleta de MMA de seu país, Alexander Gustafsson.

O sueco que encara o americano Anthony Johnson no combate principal da edição, mostrou muito respeito pelo lutador adversário.

“Ele é um duro oponente. Estou aqui para representar meu país e conquistar essa vitória.” disse Alexander que após a declaração mandou um recado em sueco para o público, sendo ovacionado novamente.

Sem provocar os torcedores, Johnson também seguiu a mesma postura respeitosa de Alexander, fazendo elogios ao atleta da casa.

“Ele é um grande lutador. Muito duro. Estou aqui para proporcionar um grande show e espero que vocês gostem.” disse o lutador.

O duelo é visto com grande importância para a organização e vai definir o próximo desafiante ao cinturão meio pesado (até 93 kg) do UFC.

Henderson encara Mousasi - DIvulgação

Henderson encara Mousasi – Divulgação

 

Outros dois importantes duelos vão acontecer no evento.

Os meio pesados americanos, Phil Davis e Ryan Bader se enfrentam na edição em busca de aproximação ao cinturão.

Em um grande combate, a lenda americana do MMA, Dan Henderson mede suas forças com o armênio Gegard Mousasi, um dos dez melhores pesos médios da atualidade.

 

Veja o card do evento:

UFC Suécia

Tele 2 Arena, Estocolmo, Suécia.

24 de janeiro de 2015

 

CARD PRINCIPAL
Peso-meio-pesado (até 93,4kg) : Alexander Gustafsson (93kg) x Anthony Johnson (92,5kg)
Peso-médio (até 84,4kg): Dan Henderson (83,9kg) x Gegard Mousasi (83,9kg)
Peso-meio-pesado (até 93,4kg): Phil Davis (93,4kg) x Ryan Bader (93kg)
Peso-pena (até 66,3kg): Akira Corassani (65,8kg) x Sam Sicilia (65,8kg)
CARD PRELIMINAR
Peso-meio-médio (até 77,6kg): Nico Musoke (77,6kg) x Albert Tumenov (77,1kg)
Peso-meio-médio (até 77,6kg): Sultan Aliev (77,1kg) x Kenny Robertson (77,1kg)
Peso-pena (até 66,3kg):  Andy Ogle (66,2kg) x Makwan Amirkhani (65,8kg)
Peso-meio-pesado (até 93,4kg): Nikita Krylov (93kg) x Stanislav Nedkov (93kg)
Peso-leve (até 70,8kg): Mairbek Taisumov (70,8kg) x Anthony Christodoulou (70,8kg)
Peso-pena (até 66,3kg): Mirsad Bektic (65,8kg) x Paul Redmond (67,6kg – Não bateu o peso)
Peso-pesado (até 120,7kg): Viktor Pesta (108,4kg) x Konstantin Erokhin (103,9kg)
Peso-mosca (até 57,2kg): Neil Seery (56,7kg) x Chris Beal (57,2kg)

Anderson Silva mostra desapontamento com declarações de Lyoto e Jacaré, e faz análise de luta com Diaz: Será um teste de artes marciais!

Anderson Silva fala sobre futuro, critica amigos e combate contra Diaz - Alexandre Loureiro/Inovafoto

Anderson Silva fala sobre futuro, critica amigos e combate contra Diaz – Alexandre Loureiro/Inovafoto

 

O ídolo brasileiro Anderson Silva abriu as portas de sua academia para a imprensa nesta última quinta feira.

Atendendo a perguntas dos jornalistas americanos e brasileiros, Spider falou sobre diversos assuntos.

Um dos principais pontos da coletiva, foram as declarações de amigos do lutador (Ronaldo Jacaré e Lyoto Machida) que recentemente responderam perguntas para a imprensa afirmando que o enfrentaria, coisa que deixou o atleta desapontado.

“É uma boa pergunta. Eu fiquei muito desapontado, ao ouvir o Jacaré e o Lyoto dizerem para a imprensa que aceitariam me enfrentar.

Jacaré é parceiro de treinos de Anderson - Ana Carolina/Gazeta Press

Ronaldo Jacaré é parceiro de treinos de Anderson – Ana Carolina/Gazeta Press

Disse várias vezes em várias entrevistas que nunca enfrentaria brasileiros. Nós brasileiros somos diferentes.

Eu adoro estes caras. E treino todos os dias com o Jacaré. Eu vou na casa do Lyoto e ele vem em minha casa. Fazemos churrascos na casa do Ed (Ed Soares, empresário de Anderson), nossos filhos vão lá.

Entendo que faz parte do negócio. Mas é diferente. Não é um negócio qualquer, é uma luta. Se eu enfrentasse o Lyoto, que treina junto comigo na Blackhouse aqui, seria pelo título e nunca mais.

Sou parceiro de treinos do Jacaré no Brasil. Treinei várias vezes com ele. E fiquei desapontado ouvir ele dizer isso.

Meus amigos, parceiros de treinos, meu time de verdade, os irmãos Nogueira, Rafael Feijão. Nós temos esse pensamento e não gostamos desta idéia de amigos se enfrentarem. Mas eu entendo que faz parte do negócio.” contou Anderson.

Lyoto é mencionado por Spider após declaração  - Gaspar Nóbrega/Inovafoto

Lyoto é mencionado por Spider após declaração – Gaspar Nóbrega/Inovafoto

O lutador também analisou o duelo contra o americano Nick Diaz, mostrando muito respeito ao oponente.

“Será uma grande luta. O Nick é um lutador muito perigoso. Eu não tenho nada de mal para falar dele. Será um duelo de artes marciais. Acredito que será uma luta técnica sim.

Acho que estamos em condições semelhantes. Não lutamos a um bom tempo. Para mim, será um show para as pessoas.

Eu vejo as pessoas falando muito acerca do Nick. Mas não tenho nenhum problema com ele.

Esta luta será um teste de artes marciais. Nick vai usar sua técnica e eu usarei a minha. Ele está sem lutar a muito tempo e estou fora a 1 ano.” disse Spider.

 

Pensamento sobre luta de cinturão caso vença Diaz…

Anderson também falou sobre uma possível disputa de cinturão, ventilada pelo Presidente do UFC, Dana White em caso de uma vitória sobre Nick Diaz.

Deixando claro que faz parte dos negócios do UFC, o lutador também acredita que possui uma história e pensa que existe outros atletas, que merecem uma oportunidade antes dele.

“Eu fiquei 7 anos com o cinturão. Mas agora não há nada de novo para mim. Sou funcionário do UFC e eles são uma família para mim.

Meu foco agora é a luta com o Nick. Caso eu vença, estarei focado para a próxima luta. Eu não sei se mereço uma chance pelo título.

Se Dana me der esta chance, eu irei lutar. Para minha carreira seria ótimo trazer o cinturão de volta. Mas isso é o mundo real. Tenho como posso não ter chances de vencer.

Eu não sei (se quero ser campeão). É uma boa pergunta. Mas não para mim (responder) agora.” respondeu o lutador.

Anderson pode lutar por título se vencer Diaz - Divulgação

Anderson pode lutar por título se vencer Diaz – Divulgação

 

Distância da família, o peso de ser campeão por muito tempo…

Anderson falou sobre suas dificuldades em ficar muito tempo longe de casa, devido compromissos profissionais por ser campeão do UFC.

“Eu fiquei 4 anos como campeão em Londres. Depois que venci minha luta de cinturão no UFC, eu não pude ficar pelo menos 3 meses seguidos com minha família, durante estes 7 anos que estava com o cinturão.

Quando isso acabou, eu pude ficar com minha família, meus filhos e isso para mim é o mais importante.

Eu quero seguir o meu legado, mas Kalil não quer mais (que eu continue a lutar).

Pai, por favor. Pare com isso. Você lutou por muito tempo. Porque continuar?

Eu respondi: Isto é quem sou. Esta é minha vida. Eu não luto por dinheiro porque já lutei para o UFC por muito tempo. Eu luto porque amo (fazer isso).

Meu filho Gabriel é muito bom de boxe. E eu o questiono porque ele quer seguir essa carreira. Ele me responde perguntando porque eu segui a carreira do MMA.

Mas quando ele lutar como profissional para valer, eu vou estar acabado. Não irei assistir as lutas dele.

Até pedi para ele ser um jogador de futebol, aonde existe mais dinheiro mas este é o seu sonho (ser lutador).” contou Spider.

Frustração no futebol e interesse pelo boxe…

Após chegar atrasado em um teste para se tornar um jogador profissional no Corinthians, Anderson contou como conheceu a arte marcial.

“Eu cheguei atrasado para um teste no Corinthians na época. Então eu vi o Vitor Ribeiro, e ele perguntou se iria treinar.

Disse que sim mas que estava pelo futebol. Quando avisei meu pai que iria treinar boxe, ele tomou um susto.

Mas meu sonho sempre foi lutar contra o Roy Jones Jr. Mas tudo bem, Dana. Não vamos mais falar sobre isso (interesse de enfrentar Jones Jr atualmente).” lamentou Spider.

O combate entre Anderson e Nick Diaz acontece no dia 31 de janeiro, na edição 183 em Las Vegas, nos Estados Unidos.

 

 

UFC inova e realiza evento com música em dia de pesagem com Anderson Silva

Antônio Pezão encara Frank Mir em Porto Alegre - Divulgação

Antônio Pezão encara Frank Mir em Porto Alegre – Divulgação

O UFC em Porto Alegre acontece no dia 22 de fevereiro, mas a organização já aterrissa no Rio Grande do Sul no próximo dia 30 de janeiro.

Com uma grande novidade para os fãs, o Ultimate resolveu realizar um evento diferente para atrair novos públicos.

O principal evento de MMA do mundo terá um espaço interativo para os fãs no Planeta Atlântida, maior festival de música jovem do sul do Brasil.

Com a presença de lutadores e Octagon Girls, o estande “UFC Experience”, que funcionará nos dias 30 e 31 de janeiro, vai contar com telões ligados, que vão transmitir a pesagem e as lutas do UFC 183, evento que marca o retorno de Anderson Silva ao octógono. Os fãs também vão poder assistir a séries e documentários especiais exclusivos do canal.

O público que passar pelo UFC Experience, ainda vai ter a chance de concorrer a ingressos para o UFC Fight Night: Pezão vs Mir, evento do dia 22 de fevereiro, no ginásio Gigantinho.

A promoção “O que você faria para ganhar os últimos dois ingressos do UFC Porto Alegre” será lançada no Festival e as atividades serão comandadas pela apresentadora Paula Sack e prometem animar os fãs de música e do UFC. Quem passar pelo estande, ainda poderá adquirir produtos licenciados do UFC. A ação é uma parceria entre o UFC, o Planeta Atlântida e o Canal Combate.

Ingressos esgotados…

Os ingressos para o evento, que acontece dia 22 de fevereiro, estão totalmente esgotados. Durante a semana do evento, o público gaúcho poderá participar de uma série de atividades, como sessões de autógrafos, perguntas e respostas e a pesagem dos atletas, que é um show a parte. No domingo, dia 22, um card com a luta principal entre os gigantes Antonio Pezão e Frank Mir. E tudo isso com a presença do campeão interino peso pesado, Fabrício Werdum, que é embaixador do UFC em Porto Alegre, sua cidade natal.

Os fãs que não conseguiram adquirir entradas para o UFC em Porto Alegre, ainda podem garantir pacotes de viagem completos para o evento (incluindo ingressos), através do Hotel Urbano – operadora de turismo oficial do UFC.

O UFC Fight Night: Pezão vs Mir terá início às 18h, com o card principal previsto para 22h. Os portões abrem para o público a partir das 16h.

Gleison Tibau comemora sequência de recordes quebrados no UFC: Estou em uma fase muito boa!

Gleison Tibau (direita) vence mais uma no UFC e alcança novo recorde - Divulgação

Gleison Tibau (direita) vence mais uma no UFC e iguala recorde de Anderson Silva – Divulgação

Há quase nove anos no UFC e com uma sequência de recordes superados, Gleison Tibau vive a melhor fase da carreira. No último domingo, dia 18 de janeiro, pelo UFC Fight Night 59, o peso-leve alcançou sua terceira vitória seguida no octógono, e tirou a invencibilidade de cinco anos do norte-irlandês Norman Parke, ao vencer na decisão dividida dos juízes.

A vitória em Boston, nos Estados Unidos, o igualou a Anderson Silva como brasileiro com mais vitórias na organização, um total de 16. Tibau também chegou ao seu 24º combate no Ultimate, empatado com Randy Couture e Matt Hughes e apenas quatro lutas atrás do recordista Tito Ortiz.

Antes do duelo com Parke, Tibau teve um sério problema pessoal, quando teve sua casa assaltada e furtados diversos pertences pessoais, incluindo seu carro. Sem se abalar, o brasileiro usou isso como motivação para emplacar, pela terceira vez na carreira, a trinca de vitórias no Ultimate. Tibau já visualiza seus próximos desafios e, claro, quer estar logo em ação.

“Estou muito feliz, em uma fase muito boa. Nem o que aconteceu comigo antes da luta (assalto) tirou minha empolgação para fazer o que mais amo, que é lutar no UFC. Estou embalado novamente e já quero lutar novamente, talvez em março ou abril, contra desafios ainda maiores. O Parke é duro, muito forte, foi uma boa vitória”, celebra o potiguar.

Além da boa fase, o atleta da American Top Team mostrou uma evolução significativa na luta em pé e creditou o bom momento aos treinamentos diários na academia, localizada em Miami, nos EUA: “Estou evoluindo a cada luta nessa parte, mas sem esquecer do que tenho de melhor, que é o grappling. O Macarrão (Luciano, treinador de muay thai da ATT) está fazendo um grande trabalho comigo e provei mais uma vez que estou bem na parte em pé. Quase nocauteei meus outros dois adversários e coloquei bons golpes no Parke, além de escapar dos ataques dele. Me sinto cada vez mais confortável para duelar contra qualquer lutador do UFC”.

Recordes motivam para evolução pessoal

Os números no UFC impõem respeito. Além de se manter como brasileiro com mais combates na organização (24) e mais vitórias, ao lado de Anderson Silva, com 16, está atrás somente de Matt Hugges (18) e Georges St. Pierre (19) no ranking geral. Tibau se tornou o peso-leve com mais vitórias no Ultimate, mais um recorde para a coleção, que tem sido um fator motivacional enorme em sua carreira.

“Desde que percebi o que posso ser na história do UFC, só evolui como profissional. Não ligava para números, focava em treinos e lutas. Nasci para lutar e é isso que vou fazer até quando puder. Não corro de luta, quero me desafiar sempre, e é por isso que estou na história do UFC. Lutando, já fiquei mais de quatro horas dentro do octógono. Esses recordes todos não são para qualquer um. Vivi a vida inteira para ser reconhecido como profissional e agora isso está acontecendo. Estou cada dia mais feliz, com mais vontade”, comemora.

Campeão do WSOF, Rousimar Toquinho aposta em Rick Monstro no UFC 183

 

 

Toquinho e Rick Monstro são parceiros de treinos na Team Nogueira - Divulgação

Toquinho e Rick Monstro são parceiros de treinos na Team Nogueira – Divulgação

O dia 31 de janeiro de 2015 será um marco na história do MMA internacional. Após sofrer uma grave lesão contra Chris Weidman, em dezembro de 2013, Anderson Silva, ex-campeão dos médios (84kg) do UFC, retorna ao evento contra o norte-americano Nick Diaz na edição 183 do torneio, que acontece em Las Vegas (EUA).

 

Um dos brasileiros escolhidos para integrar o concorrido card, Rick Monstro enfrenta o compatriota Ildemar Marajó, em duelo válido também pelos médios. O atleta do Team Nogueira e ex-participante do TUF Brasil 3, está contando com o importante auxílio de Rousimar Toquinho, atual campeão dos meio-médios (77kg) do World Series of Fighting (WSOF).

 

Considerado por muitos como o melhor lutador de luta agarrada aplicada ao MMA, Toquinho se mostra confiante para o próximo combate do amigo e companheiros de treinamentos. O mineiro, natural de Dores do Indaiá, enxerga em Rick Monstro todas as qualidades necessárias para vencer Marajó e lembra que, apesar de estar perdendo aproximadamente 20kg, o paulista se encontra em ótimas condições para o desafio que se aproxima.

 

“Estou ajudando bastante, principalmente na parte de quedas e de submission. Ele está muito bem preparado, tem um talento natural e ótimo desempenho na luta de solo. Tenho certeza de que ele fará uma grande luta e sairá vencedor. Ele está muito focado e vem descendo o peso de uma forma tranquila. Esses detalhes, com certeza, farão diferença quando ele entrar dentro do octógono para lutar”, disse Toquinho.

 

De poucas palavras e muito trabalho, Rousimar Toquinho acredita que o jiu-jitsu pode ser um fator preponderante no confronto. Para o lutador, que detém em seu cartel 14 vitórias por finalização, são grandes as chances de Rick conquistar a vitória por finalização.

 

“O trabalho desenvolvido no Team Nogueira foi muito bem feito e deixou o Rick preparado para defender posições de qualquer um e para finalizar também. Agora é questão de tempo, ele precisa cuidar dos últimos detalhes para chegar 100% para o combate. Para ser sincero, a única coisa que tenho em mente é que ele tem totais condições de vencer a luta com uma finalização”, disse o atleta, patrocinado pela Analítica Farmácia de Manipulação.

 

Natural de Campinas (SP), Richardson Moreira, o popular Rick Monstro, busca contra Ildemar Marajó seu primeiro resultado positivo no UFC. Aos 30 anos, o lutador conta em seu cartel com sete vitórias e duas derrotas. Formado em Engenharia de Controle e Automação, o paulista por anos teve de se dividir entre o trabalho em uma das principais multinacionais do Brasil e o amor pelas artes marciais. Atleta profissional de MMA desde 2010, Rick teve uma participação destacada na terceira edição do reality show The Ultimate Fighter Brasil, fato que lhe rendeu a oportunidade assinar um contrato com a maior organização de MMA do planeta.

Jon Jones rompe silêncio, pede desculpas aos fãs e explica envolvimento com cocaína: Eu o cometi conscientemente!

O atual campeão do UFC, Jon Jones se manifestou publicamente após a divulgação do exame anti doping positivo, para uso de substâncias que indicam uso de cocaína.

O lutador deu uma entrevista ao canal americano FOX Sports e explicou que cometeu erros, admitindo que não foi uma escolha correta.

“Definitivamente não tenho uma desculpa, não estou aqui para inventar desculpas para o que aconteceu.

Estava em uma festa. Eu não vou colocar a culpa nos meus amigos, em nada, nem ninguém, mas eu vou dizer que eu estraguei tudo.

Não posso chamar isso de erro porque eu o cometi conscientemente. Usei cocaína antes, cheguei a usar algumas vezes durante os tempos de faculdade.

Foi basicamente isso. Usei na época da faculdade, mas isso nunca foi um problema. Não tenho problema, sei que não tenho.

Meus amigos, meu time, meus amigos próximos, todo mundo sabe que não há espaço na minha vida para um vício em cocaína.” disse o lutador que mostrou receio com uma suspensão antes do UFC 182.

“Um ataque de nervos. Eu sabia que tinha feito algo errado e que o teste iria mostrar isso, mas eu não falei para ninguém.

Apenas o meu tio sabia que eu poderia testar positivo. Mantive tudo em segredo.

Passou pela minha cabeça que eu poderia ser suspenso ou que poderia ser impedido de lutar, mas quando eu cheguei no dia da pesagem, percebi que ninguém tinha falado nada a respeito do assunto e que o teste talvez não tivesse dado positivo.

Pedi desculpas ao Dana e ao Lorenzo. Conversei com minha mãe, ela foi uma das primeiras pessoas com quem falei.” contou Jones.

O lutador também aproveitou a oportunidade para pedir desculpas e mandar um recado para seus fãs.

“Para meus fãs, desculpe por talvez desapontar vocês. Estou desapontado comigo, decepcionei o meu time, a minha família, o UFC, isso é um pedido de desculpas feito com sinceridade.

Estou tentando entender quem eu sou. Como todo mundo, também tenho os meus problemas para lidar, tenho as minhas inseguranças e a minha vida, assim como você.

A melhor coisa que eu posso aprender com tudo isso é continuar vencendo, não deixar essas coisas acontecerem novamente e aprender.

Isso não é uma derrota se você aprender com ela. Eu não vou sentar aqui e dizer que nunca mais vou beber ou aproveitar a vida.

Acho que há muita gente que vai entender o que estou dizendo. O importante é aprender quando a gente cai, não ser muito duro com si mesmo e tentar fazer as coisas da melhor forma possível.” disse o lutador.

O UFC anunciou nesta semana uma punição de 25 mil dólares ao lutador, por não cumprir o Código de Conduta dos lutadores que é uma exigência contratual da organização.

Por não ter sido pego em tempo de competição, Jones não foi suspenso pela Comissão Atlética que também considerou um erro ter realizado um teste para drogas de rua e não de aumento de performance com o atleta.

 

Jones é multado em 25 mil dólares após quebra de Código de Conduta do UFC - Divulgação

Jones pede desculpas aos fãs publicamente – Divulgação

 

ONE FC anuncia disputas de cinturão com brasileiros – O maior evento asiático de MMA, o ONE FC anunciou duas disputas de cinturão no mês de março e abril.

O atual campeão peso mosca, Adriano “Mikinho” Moraes enfrenta o japonês Asuka Minami, em Kuala Lumpur no dia 13 de março.

No dia 24 de abril, o ex campeão do XFC, Luis “Sapo” Santos encara um duro desafio, o atual campeão meio médio da organização, o americano Ben Askren que também já foi campeão do Bellator.

 

KSW com Poster em Português – Um dos maiores eventos da Europa, o KSW revelou ao blog, que está produzindo um novo pôster em português voltado para os fãs brasileiros.

Após o fundador da organização, Martin Lewandowski em mensagem publicada pelo Planeta Octógono, que o número de fãs brasileiros da organização aumentou consideravelmente, a próxima edição que acontece no dia 21 de fevereiro tem o retorno do atual campeão Borys Mankowski que enfrenta o russo Mikahil Tsarev.

O evento tem o retorno da musa do MMA, Karolina Kowalkiewicz além de outros nomes do país.

 

Novo poster em português do KSW - Divulgação

Novo poster em português do KSW – Divulgação