Após vitória, Tiago Trator prega humildade no UFC e recebe homenagem no Amapá: Satisfação!

Lutador é ex campeão do Jungle Fight e representou o Amapá neste último UFC - Divulgação Analítica

Lutador é ex campeão do Jungle Fight e representou o Amapá neste último UFC – Divulgação Analítica

Satisfeito após a estreia vitoriosa na maior organização de MMA do mundo, Tiago Trator é só alegria após o UFC on Fox 12, que ocorreu no último sábado (26), em San Jose (EUA).

O lutador brasileiro, que venceu por decisão unânime o mexicano Akbarh Arreola, chegou a sua 19a vitória na carreira. Ex-campeão do Jungle Fight, o amapaense embalou sua décima vitória consecutiva e, de quebra, pôde mostrar aos organizadores do evento o motivo de ser considerado uma das principais promessas brasileiras nos pesos leves (70kg).

Mesmo com a vitória, Tiago sente que poderia ter feito uma apresentação melhor e credita ao peso de pisar pela primeira vez no octógono mais famoso do mundo o fato de não ter demonstrado, em sua opinião, 100% da sua capacidade técnica. Apesar disso, o lutador garantiu ter recebido elogios por parte da cúpula do UFC.

“Estava nervoso ao caminhar para a luta, senti um pouco ao entrar no octógono, mas isso não atrapalhou tanto no desenvolvimento do duelo, talvez no meu próximo combate eu esteja 100%. Acho que deixei a desejar nas combinações de golpes. Talvez por isso eu não tenha conseguido nocautear. Eu consegui ganhar elogios do Joe Silva e da comissão do UFC. Eles elogiaram o meu desempenho e já pensam em me colocar para lutar novamente em breve”, explicou.

Após destacar-se entre os pesos leves (70kg), Trator mostra-se satisfeito com sua condição dentro da divisão, mas confidencia que tem planos para baixar de peso em um futuro próximo. Segundo ele, tudo vai depender de uma conversa com os empresários e treinadores de sua equipe.

“Eu pretendo fazer mais uma luta no peso leve (70kg) e depois eu vou conversar com meu empresário e minha equipe. Antes disso, quero fazer um teste baixando de peso durante os treinamentos e, dependendo do resultado, posso migrar para os pesos-penas (66kg)”, disse.

Tiago Trator vence combate de estréia no Ultimate - Divulgação UFC/Josh Hedges

Tiago Trator vence combate de estréia no Ultimate – Divulgação UFC/Josh Hedges

Sabendo que carrega a responsabilidade de levar o MMA de Amapá para o mundo, Tiago Trator, não se sente intimidado diante do fato e quer servir como exemplo para os mais jovens. O lutador do Team Nogueira, que retorna ao seu estado de origem nesta quinta (31), será recebido com muita festa em Laranjal do Jari (AP), sua cidade natal, que fica distante 275km distante da capital Macapá (AP).

“Já estão programando para me receberam com carreata na minha cidade. Para mim, vai ser uma satisfação imensa. Graças a Deus estou fazendo meu nome. Após chegar em Macapá (AP), vou pegar um ônibus para encontrar com a família em Laranjal do Jari.

Vai ser ótimo rever meus amigos. Quando eu lutava no Jungle Fight, já havia uma impulsão grande do MMA na região. As academias cresceram e vivem lotadas. Meu nome serve de exemplo para os jovens e isso é muito bom, pois através do esporte eles podem sair do mundo das drogas e podem pensar em um futuro melhor dentro no MMA”, finalizou.

Campeão de GP do GLORY, Nieky Holzken vence luta de boxe na Holanda

Nieky Holzken conquista vitória em luta de boxe - Bruno Massami

Nieky Holzken conquista vitória em luta de boxe – Bruno Massami

O campeão do último GP de meio médios do GLORY, o holandês Nieky Holzken está de volta.

Após sofrer uma grave lesão no ombro e ficar quase 8 meses sem lutar, Nieky participou de uma luta profissional na Holanda.

Sem dar chances ao adversário, Nieky mostrou porque o mesmo é temido na categoria.

Com seu golpe característico, com um soco na costela, Holzken venceu no segundo round, mostrando estar completamente recuperado.

O lutador que venceu o atual campeão da organização, o canadense Jon Valtellini, espera enfrentar o mesmo lutador em uma revanche pelo cinturão.

Veja a vitória de Holzken em duelo de boxe:

Veja os melhores momentos e o trailer de grande edição do ONE FC em Dubai

Evento faz grande edição em Dubai - Divulgação ONE FC

Evento faz grande edição em Dubai – Divulgação ONE FC

O maior evento de MMA da Asia, o ONE FC divulgou dois vídeos para o público.

Mostrando os melhores momentos da edição em Taipei, a primeira edição da organização no país, o evento também divulgou o trailer do grande evento que vai acontecer em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, dia 29 de agosto.

Com participação brasileira de Herbert Burns, irmão do lutador do UFC, Gilbert Durinho além de outros grandes nomes como Shinya Aoki, Ben Askren e Roger Huerta, o evento vai marcar história.

Veja os melhores momentos da edição de Taipei:

Veja o trailer do evento em Dubai:

Aprendendo MMA – Aprenda chutes com o lutador do UFC, Josh Thomson

Josh Thompson ensina golpes para fãs - Divulgação UFC/Josh Hedges

Josh Thompson ensina golpes para fãs – Divulgação UFC/Josh Hedges

O lutador americano Josh Thompson que participou da ultima edição do UFC on FOX, neste último sábado fez um vídeo especial para os fãs.

Ensinando algumas técnicas, Josh mostrou alguns de seus chutes em vídeo publicado pelo UFC.

O ex campeão do Strikeforce acabou sendo derrotado por Bobby Green na edição e treina com Daniel Cormier, Luke Rockhold e o campeão peso pesado do UFC, Cain Velásquez.

Aprenda chutes com Josh Thompson:

Com grande nocaute, Bruno Robusto vence mais uma no ROAD FC

Bruno dá show com grande nocaute - Divulgação Road FC

Bruno dá show com grande nocaute – Divulgação Road FC

O Brasil continua dando show pelo mundo do MMA.

Neste último final de semana, o brasileiro Bruno “Robusto” Miranda deu mais um show no evento sul coreano Road FC.

Enfrentando o atleta local Lee Kwang Hee, o brasileiro fez um dos melhores combates da noite.

Fazendo uma luta franca, os atletas partiram com tudo para definir o combate desde o início, proporcionando uma grande luta ao público.

Inteligente, Bruno com seu poderoso Muay Thai garantiu a vitória com um nocaute espetacular.

Acertando uma joelhada na costela do adversário, Bruno conquistou mais uma vitória já que Kwang não conseguiu suportar o golpe.

Outro destaque do evento, o ex lutador do UFC, o japonês Riki Fukuda finalmente fez sua estréia na organização enfrentando um conhecido lutador do público brasileiro: o sul coreano Yoon Dong Sim, ex lutador do PRIDE.

Dominando o adversário, Fukuda conseguiu a vitória por nocaute técnico.

Dana White anuncia retorno de Anderson Silva contra Nick Diaz no dia 31 de janeiro de 2015

Anderson está de volta e já tem data de retorno contra Nick Diaz - Ana Carolina/Gazeta Press

Anderson está de volta e já tem data de retorno contra Nick Diaz – Ana Carolina/Gazeta Press

É oficial!

Anderson Silva já tem uma data para seu retorno.

Em entrevista ao programa SportsCenter, na rede de TV americana ESPN, o presidente do UFC, Dana White anunciou que Anderson vai enfrentar a aguardada luta contra o americano Nick Diaz.

O duelo deve acontecer no dia 31 de janeiro, na edição 183 em Las Vegas.

“Essa é a luta que os fãs estão gritando para ver, estão aguardando para assistir. Então vamos fazer acontecer Anderson Silva contra Nick Diaz no dia 31 de janeiro em Las Vegas.” disse Dana.

Em comunicado oficial, o UFC confirmou que a Arena do duelo ainda não está definida, qual vai ser usada.

A luta será a principal do evento e vai ter 5 rounds, segundo o UFC.

Após lesionar a tíbia e fíbula, em dezembro de 2013 no UFC 168, Anderson está em recuperação.

Nick Diaz que não luta desde o começo de 2013, retorna após quase ficar 2 anos sem lutar.

Conheça Nick Diaz:

Ravy Brunow e Thiago Michel brilham em edição do WGP Kickboxing em São Paulo

Lutador vence duelo contra atleta da Venezuela - Divulgação WGP

Lutador vence duelo contra atleta da Venezuela – Divulgação WGP

Após vencer duas lutas do GP 78 kg, o mineiro Thiago Michel tornou-se o primeiro campeão do WGP Kickboxing da categoria. Em seu primeiro combate, Thiago enfrentou o santista Diego Sebastião em uma disputa muito equilibrada. Utilizando sua experiência e técnica, o atleta de Minas Gerais garantiu a vitória por decisão unânime dos juízes.

Na final do GP, Thiago Michel enfrentou o também experiente Inaftali Gomes, que havia vencido o estreante Ruan Ferreira por pontos. Já no primeiro round, Thiago Michel conseguiu um knockdown ao encaixar um chute alto em seu adversário.

No segundo round, o atleta mineiro aplicou um chute giratório na região do abdômen de Inaftali Gomes obrigando o juiz a abrir contagem novamente. No último e terceiro round, Inaftali voltou mais agressivo, porém Thiago Michel conseguiu controlar a luta e levou o cinturão do WGP Kickboxing para Minas Gerais.

Além do GP que definiu o campeão do WGP Kickboxing (78 Kg), o evento contou com uma luta internacional entre o Campeão Brasileiro Ravy Brunow e o venezuelano Alexander Salcedo para disputar o Título Pan Americano válido pela WAKO PRO.

Destaque do kickboxing nacional, Ravy Brunow fez prevalecer sua técnica e agressividade e venceu o venezuelano por nocaute técnico no terceiro dos cinco rounds previstos, garantindo o cinturão para o Brasil.

Ciente do ótimo boxe de Alexander Salcedo, o atleta brasileiro utilizou-se muito bem de seus potentes low kicks conseguindo dois knockdows nos dois primeiros rounds. Muito concentrado, Ravy manteve o ritmo no terceiro round e, após mais um low kick, derrubou novamente Alexander Salcedo que não teve mais condições de voltar para a luta.

O WGP #21 contou com o apoio da Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação da Prefeitura do Município de São Paulo.

Resultados WGP #21

Card Preliminar

Luta 1
K1 Rules (62,200 Kg)
Hector Santiago venceu Leandro Rodrigues por decisão unânime.

Luta 2
K1 Rules (85 kg)
Wallyson “Maguila” Carvalho venceu Fernando Almeida por decisão unânime

Luta 3
K1 Rules (60 kg)
Fabio Lopes venceu Witer Xavier por decisão dividida

Card Principal

Luta 1 – Semifinal GP
K1 Rules (78 kg)
Thiago Michel venceu Diego Sebastião por decisão unânime

Luta 2 – Semifinal GP
K1 Rules (78 kg)
Inaftali Gomes venceu Ruan Ferreira por decisão unânime

Luta 3
K1 Rules (+ 70 kg)
Barbara Nepomuceno venceu Camila Guimarães por decisão unânime

Luta 4
K1 Rules (85 kg)
Rafael “Kratos” venceu Clei Silva por decisão unânime

Luta 5
K1 Rules (64,5 kg)
Vinicius Beretta venceu Ricardo Silva por decisão dividida

Luta 6 – Título Panamericano WAKO
K1 Rules (69,100 kg)
Ravy Brunow (BRA) venceu Alexander Salcedo por nocaute técnico

Luta 7 – Final GP
K1 Rules (78 kg)
Thiago Michel venceu Inaftali Gomes por decisão unânime

Gilbert Durinho comemora vitória e projeta descida de peso no UFC

Durinho estréia com vitória - Divulgação UFC /Josh Hedges

Durinho estréia com vitória – Divulgação UFC /Josh Hedges

O UFC on FOX 12 vai ficar marcado para sempre na memória do brasileiro Gilbert Durinho. O niteroiense, que fez sua estreia na maior organização de MMA do mundo no último sábado (26), ainda colhe os louros da vitória sobre o sueco Andreas Stahl em sua primeira apresentação na organização.

Dono de um cartel invicto com oito resultados positivos, Durinho se notabilizou por suas incríveis habilidades na luta agarrada e, além de ser um atleta de alto rendimento, é responsável pelos treinamentos de chão de grandes nomes do MMA internacional, como nos casos de Vitor Belfort e Cezar Mutante.

A boa impressão deixada em seu primeiro combate no UFC é motivo de comemoração para o brasileiro. Empolgado com a vitória, ele fez questão de ressaltar a qualidade de seu oponente e falar sobre os pontos fundamentais que o fizeram sair vencedor do duelo.

“Acho que fiz um bom trabalho, tive um oponente muito duro pela frente. Ele não queria fazer a luta chão comigo, era mais forte e vendeu caro a luta. Ao mesmo tempo fiquei feliz com a minha apresentação, já que foi minha estreia no UFC, minha primeira luta entre os meio-médios (77kg), e a primeira vez que um combate meu dura três rounds. Pude mostrar que o gás estava em dia, acho que a minha disposição e meu boxe fizeram a diferença no resultado final”.

Otimista em relação ao seu futuro dentro da maior evento de MMA do planeta, Durinho já faz projeções para seus próximos compromissos. Conforme havia anunciado antes da estreia, o plano do lutador, é descer de peso e mostrar seu valor entre os leves (70kg).

“Minha pretensão agora é a de lutar entre os leves. Estou trabalhando com profissionais de alto nível e quero estar bem para bater o peso com tranquilidade. Além disso, quero mostrar meu valor também nesta categoria”, concluiu.

Uma das maiores referência da luta de solo no cenário mundial, Gilbert Durinho fez sua primeira luta profissional de MMA em janeiro de 2012.

Contratado pelo o UFC no início de junho, Durinho coleciona um cartel invicto com oito vitórias, sendo quatro delas por nocaute. Entre seus maiores feitos, estão as vitórias sobre Andreas Stahl, em sua estreia no UFC, e contra Paulo Bananada, na oitava edição do Coliseu Extreme Fight.

Após vitória sobre japonês, Charles do Bronx retorna contra americano no UFC e comemora: Fiquei feliz!

Charles do Bronx conquista mais uma vitória por finalização NP UFC - Divulgação UFC

Charles do Bronx conquista mais uma vitória por finalização NP UFC – Divulgação UFC

Charles do Bronx voltará a pisar no octógono do UFC em setembro. Tão logo voltou ao Brasil após finalizar o japonês Hatsu Hioki, no UFC Fight Night 43, na Nova Zelândia, com um triângulo de mão, o atleta teve seu pedido aceito pelo UFC e terá a chance de lutar novamente contra Nik Lentz.

O duelo será no dia 5 de setembro, no UFC Fight Night 50, em Connecticut, nos Estados Unidos, dessa vez pela categoria peso-pena (até 66,2kg).

A luta contra Lentz era muito esperada pelo lutador paulista, que teve a vitória sobre o norte-americano em junho de 2011 revertida em No Contest (sem resultado). Na ocasião, Do Bronx teve o braço erguido, mas a organização comunicou que os juízes viram uma joelhada ilegal sobre o oponente, alterando o resultado pouco tempo depois. No entanto, ele não encara o novo duelo como revanche, mas como nova oportunidade de mostrar seu potencial.

“Quero que fique claro que não tenho raiva nenhuma do Nik Lentz. Essa luta é tão boa para mim quanto para ele, apesar do ‘No Contest’, daquela outra ocasião”, pondera. “Fiquei feliz de o UFC ter atendido ao meu apelo e acredito que o Nik também. Acho que vai ser uma boa luta, quem viu nossa primeira disputa, viu uma guerra, com os dois andando para frente o tempo todo e querendo a vitória”.

Charles lembra bem do combate, na época com ambos competindo entre os pesos leves (até 70kg). No segundo round, acabou acertando uma joelhada acidental no rosto de Lentz, que estava com três apoios no chão, e seguiu para a finalização derradeira por mata-leão. O UFC, à ocasião, premiou a luta como a melhor da noite. “Estava bem tanto no chão e na parte em pé. Acredito que venceria aquele combate, mas passou. Agora vou treinar dez vezes mais para chegar mais forte e confirmar a vitória”, analisa.

Entre os melhores

A vitória sobre Hioki no último confronto de Charles do Bronx, além de ter rendido o prêmio de performance da noite, serviu para colocá-lo entre os top 15 da categoria dos penas. Figurando na 14ª colocação, o atleta garante que ainda quer evoluir mais, porém não escondendo a felicidade de aparecer entre os melhores pela primeira vez.

“Estar entre os melhores foi algo que sempre busquei e sonhei, mas ainda quero mais. Vencendo o Lentz, que também está entre os melhores (9º colocado) acho que avanço ainda mais neste ranking. Quero mais e sei que posso conseguir”, comenta.

No cartel, Charles do Bronx soma 18 vitórias e apenas quatro derrotas, além de um “No Contest”. Já Lentz tem 25 vitórias e seis derrotas. Sua última luta foi diante de Manny Gamburyan, com vitória por decisão unânime dos juízes, em maio deste ano.

Árbitro do UFC, Mário Yamasaki comemora reconhecimento em evento nos Estados Unidos: Trabalho Duro!

Árbitro brasileiro comemora reconhecimento - Fernando Dantas/Gazeta Press

Árbitro brasileiro comemora reconhecimento – Fernando Dantas/Gazeta Press

Um dos principais árbitros de MMA do mundo, e único brasileiro em
destaque na função, Mario Yamasaki promoveu, nos dias 26 e 27 de julho, na cidade de Tampa, na Flórida (EUA), Curso de Atualização Internacional para árbitros do UFC.

O curso foi promovido pela ABC Boxing – Associação das Comissões de Boxe – dos Estados Unidos e Canadá, e contou com a participação de árbitros e juízes de todo o mundo (centrais e laterais), afiliados ao UFC e às Comissões.

Yamasaki foi escolhido e convidado para ministrar o curso pela própria ABC Boxing, devido a sua carreira e idoneidade nas lutas, bem como o prestigio recebido pelos seus cursos de formação ministrados no Brasil e nos EUA. “Trouxemos ao treinamento situações que poderão ocorrer nas lutas e que fogem da naturalidade das regras”, explica Mario.

Este curso aconteceu pela primeira vez e foi pensado pela ABC Boxing como uma forma de atualização das regras do MMA. “Para mim, como brasileiro, é o reconhecimento de trabalho duro em prol do crescimento do MMA não só nos Estados Unidos e no Canadá, como em todo o mundo”, finaliza.