Presidente da M-1, Vadim Finckelstein revela detalhes de negociação entre Fedor e UFC

Vadim fala pela primeira vez sobre detalhes de negociação com o UFC -Divulgação M-1

Vadim fala pela primeira vez sobre detalhes de negociação com o UFC -Divulgação M-1

O Presidente da M-1 Global, Vadim Finckelstein, líder da maior organização russa de MMA e empresário da lenda do MMA, Fedor Emelianenko revelou detalhes sobre a polêmica negociação entre o russo com o UFC.

Em entrevista ao site russo Sportbox, Vadim explicou que apenas estava pensando no bem de Fedor e dos lutadores russos ao negociar com o UFC.

“Sempre tentamos fazer o melhor para nossos atletas. Fedor sempre esteve a frente das negociações. Sempre fez suas escolhas. Eu apenas o auxiliava como sempre fiz em sua carreira.

As condições que o Dana White nos ofereceu, Fedor não aceitou.

Apenas pedimos um desafio entre os nossos cinco melhores lutadores contra os cinco melhores do UFC em cada peso. Tínhamos Magomedov, Weichel, Taisumov e outros atletas duros que podem fazer frente aos grandes nomes do UFC.” disse Vadim que também acredita que Fedor não deve assinar com nenhuma organização.

“Fedor não vai voltar a lutar. Ele optou se aposentar e tem seus motivos. Eu sempre respeitei as decisões de Fedor. Para mim, eu achei que ele iria se aposentar após a luta com o Dan Henderson, mas ele aceitou nosso convite e lutou mais duas vezes.” disse Vadim que negou que tinha pedido ao UFC para construir um estádio.

“A verdade é. Fedor sempre tira férias em uma ilha chamada Curaçao.
Eu, Fedor, meu sócio na época, Lorenzo e Dana White nos encontramos lá para negociar.

Segundo Vadim, sócio recusou venda da M-1 para o UFC, após oferta de Dana White - Ana Carolina/Gazeta Press

Segundo Vadim, sócio recusou venda da M-1 para o UFC, após oferta de Dana White – Ana Carolina/Gazeta Press

Isso foi em 2009. O UFC queria comprar a M-1. Quando meu sócio ouviu a oferta, ele riu. Não aceitou na época.

Talvez se fosse eu sozinho, teria aceitado mas não sei dizer porque era um outro momento. O UFC nos fez uma proposta em 2011 para que as lutas da M-1 fossem exibidas no Fight Pass. Mas eu neguei. Porque estamos com o mesmo projeto no nosso site.

Os fãs por cinco dólares por mês vão poder assistir nossas lutas. Esse é o nosso meio de sobrevivência. Todos sabem que os eventos por si só não se sustentam sozinhos. E atualmente, os fãs não tem comprado camisas e produtos dos nossos atletas como antes. Eles precisam entender que isso é muito importante para os lutadores.

Eu nunca pedi para o UFC nos dar uma Arena, como ouvi Dana White dizer para a imprensa.

A única coisa que pedi foi que o UFC nos ajudasse a construir uma somente. Isso hoje está acontecendo mesmo sem o apoio deles.

Estamos construindo um ginásio em São Petersburgo que vai ser usado para competições amadores e eventos ligados ao MMA visando o crescimento do nosso esporte no país.

Fiz de tudo para sempre ajudar os atletas. Mas estamos trabalhando na nossa limitação. O UFC tem seu mercado na América, nós temos o nosso na Rússia. Eles querem agora fazer eventos no mundo todo. Não estamos competindo com o UFC. Se eles quiserem fazer, que façam mas as pessoas não sabem que não é fácil fazer eventos aonde estamos fazendo.

É outra mentalidade, outra cultura. Nós mesmos sempre procuramos dar as melhores bolsas aos atletas mediante nossa limitação financeira. Mas se o público não nos apoiar, não podemos fazer mais do que estamos fazendo.” disparou Vadim em entrevista ao site russo Sport Ru.

 

Ronda Rousey volta a dar espetáculo e finaliza Cat Zingano em 14 segundos no UFC 184

Ronda e sua mãe com os fãs após vitória - Divulgação

Ronda e sua mãe com os fãs após vitória – Divulgação

 

O UFC realizou na noite deste sábado, sua edição 184 em Los Angeles nos Estados Unidos.

Na luta mais esperada da noite, a campeã do UFC, a americana Ronda Rousey mostrou mais uma vez porque é considerada um dos fenômenos do MMA atualmente.

Em apenas 14 segundos de luta, Ronda finalizou Zingano com mais uma chave de braço após reverter uma queda sofrida, pegar as costas e atacar o braço direito de Cat, que foi obrigada a desistir.

Após a luta, Ronda desafiou a brasileira Bethe Correia que estava presente na Arena, assistindo o evento e elogiou a performance de Holly Holm, que vencer por pontos Raquel Pennington em um duelo totalmente em pé.

Outro grande destaque do card principal foi Alain Jouban que nocauteou Patrick Walsh com um belo soco cruzado de direita no queixo após uma cotovelada.

Famosos comemoram vitória de Ronda - Divulgação

Famosos comemoram vitória de Ronda – Divulgação

 

Jucão estréia com finalização e Dhiego Lima sofre duro nocaute

O brasileiro Roan Jucão retornou ao UFC em grande estilo.

Enfrentando o experiente americano Mark Munoz, Jucão não teve muito trabalho para vencer.

Ensaiando uma guilhotina, o lutador levou a luta para o solo e rapidamente atacou as costas de Munoz.

Encaixando um belo mata leão, Jucão finalizou o americano com apenas 2 minutos de luta.

Quem não teve uma grande apresentação foi Dhiego Lima.

Em um verdadeiro monólogo, o americano Tim Means aplicou um verdadeiro castigo ao brasileiro.

Acusando vários golpes do oponente, Dhiego tentou resistir aos ataques de Means mas acabou cedendo e sendo derrotado por nocaute técnico.

O lutador Valmir Bidu enfrentou James Krause e após 3 rounds bem disputados totalmente em pé, garantiu a vitória por decisão dividida.

Enfrentando o americano Tony Ferguson, o brasileiro Gleison Tibau teve grandes problemas.

Sentindo o poder do boxe de Tony, Tibau não conseguiu impor seu jogo e acabou finalizado ainda no primeiro round com um mata leão.

 

O UFC retorna no dia 14 de fevereiro com a edição 185, aonde o brasileiro Rafael do Anjos desafia o campeão peso leve, o americano Anthony Pettis.

UFC 184
Sábado, 28 de fevereiro de 2015
Los Angeles, Estados Unidos

Card Principal
Ronda Rousey finalizou Cat Zingano com uma chave de braço no 1R
Holly Holm derrotou Raquel Pennington por decisão dividida dos jurados
Jake Ellenberger finalizou Josh Koscheck com um estrangulamento no 2R
Alan Jouban nocauteou Richard Walsh no 1R
Tony Ferguson finalizou Gleison Tibau com um mata-leão no 1R

Card Preliminar
Roan Jucão finalizou Mark Muñoz com um mata-leão no 1R
O duelo entre Norifumi Yamamoto e Roman Salazar terminou em No Contest
Tim Means derrotou Dhiego Lima por nocaute técnico no 1R
Derrick Lewis derrotou Ruan Potts por nocaute técnico no 2R
Valmir Bidu derrotou James Krause por decisão dividida dos jurados
Masio Fullen derrotou Alexander Torres por decisão dividida dos jurados

Para evitar grande suspensão, Anderson Silva vai admitir uso de substâncias proibidas, diz site

 

Spider vai assumir uso de substâncias proibidas sem má fé, segundo site - Divulgação

Spider vai assumir uso de substâncias proibidas sem má fé, segundo site – Divulgação

Após a grande repercussão do caso de doping, do ídolo brasileiro Anderson Silva, o lutador já tem sua defesa planejada.

Segundo o blog “Na grade do MMA”, vinculado ao portal UOL, o lutador irá admitir o uso das substâncias encontradas nos exames antidoping positivos realizados nos dias 9 e 31 de janeiro.

Porém, para não correr o risco de pegar uma grande suspensão, que pode chegar a dois anos, se caso for considerado reincidente pela Comissão Atlética de Nevada, Spider deve admitir que fez uso sem ma fé, para apenas recuperar a perna lesionada em dezembro de 2013, após fraturar a tíbia e fíbula no duelo contra Chris Weidman, no UFC 168.

Segundo a publicação, os advogados do lutador tentarão deixar claro, a todo momento, é que ele até fez uso da drostanolona, mas nunca com a intenção de se dopar ou de tirar vantagem sobre seu adversário.

Também usarão o argumento de que a quantidade da substância encontrada em seu organismo era muito pequena, o que não daria para aumentar sua performance contra Nick Diaz.

A data da próxima reunião da Comissão ainda não foi definida mas deve ocorrer entre março e abril deste ano.

Bate Papo Especial – Hérica Tibúrcio e Juliana Werner falam sobre carreira e analisam luta de Ronda Rousey no UFC 184

Blog conversa com campeã do Invicta FC, Hérica Tibúrcio - Divulgação Invicta FC/Esther  Lin

Blog conversa com campeã do Invicta FC, Hérica Tibúrcio – Divulgação Invicta FC/Esther Lin

 

O blog traz duas entrevistas especiais nesta grande semana para o MMA Feminino.

A campeã peso átomo do maior evento feminino do mundo, o Invicta FC, Hérica Tibúrcio conto sobre sua história no MMA e como conquisto o título do evento com uma grande vitória sobre Michelle Waterson.

Hérica Também falou sobre seu futuro, o carinho dos fãs, uma futura ida ao UFC e revelou admiração pela atual campeã do Ultimate, Ronda Rousey.

Além de Hérica, Juliana “Julie” Werner também é a nossa convidada nesta semana.

Um dos maiores nomes do Brasil no Muay Thai, Juliana falou sobre sua carreira e também contou como está sendo sua preparação para a próxima edição do XFC que acontece em março.

A lutadora também conversou sobre outros assuntos, como o machismo no MMA e analisou sua ex oponente, a americana Holly Holm que faz sua estréia no UFC 184.

 

Juliana Werner é nossa convidada esta semana - Divulgação XFC

Juliana Werner é nossa convidada esta semana – Divulgação XFC

 

Bate papo com Hérica Tibúrcio:

Bate papo com Juliana Werner:

Ronda Rousey enfrenta maior desafio da carreira contra Zingano e promete vitória espetacular em pesagem do UFC 184

Ronda e Zingano se encaram - Divulgação

Ronda e Zingano se encaram – Divulgação

 

O UFC realizou a pesagem oficial da edição 184 em Los Angeles nesta sexta feira.

Contando com o retorno da atual campeã peso galo feminina, a americana Ronda Rousey, que defende seu cinturão contra a invicta Cat Zingano, o evento também tem outros grandes combates.

Considerada atualmente a mulher a ser batida no MMA, Ronda tem todo o favoritismo contra Zingano que também tem muito respeito do público devido seus grandes resultados.

Após uma encarada tensa entre as lutadoras, Ronda prometeu que vai conquistar sua maior vitória da carreira, mesmo elogiando a rival.

“Certamente é a luta mais dura da minha carreira mas podem esperar que amanhã será a minha vitória mais espetacular que darei a vocês.” disparou Ronda.

Já Zingano apenas pediu para os fãs assistirem o combate, evitando dar palpites e detalhes do que pretende fazer na luta.

Além do duelo principal, o evento conta com a esperada estréia da americana Holly Holm, ex campeã mundial de boxe que enfrenta Raquel Pennington.

O Brasil tem a participação de 4 lutadores no card preliminar.

Gleison Tibau, Dhiego Lima, Roan Jucão e Valmir Bidu participam da edição deste sábado que acontece no Staples Center.

Gleison Tibau e mais três brasileiros participam do evento - DIvulgação

Gleison Tibau e mais três brasileiros participam do evento – Divulgação

 

Veja o card do evento:

UFC 184
Sábado, 28 de fevereiro de 2015
Los Angeles, Estados Unidos

Card Principal

Ronda Rousey x Cat Zingano
Holly Holm x Raquel Pennington
Josh Koscheck x Jake Ellenberger
Alan Jouban x Richard Walsh
Tony Ferguson x Gleison Tibau

Card Preliminar

Mark Muñoz x Roan Jucão
Norifumi Yamamoto x Roman Salazar
Dhiego Lima x Tim Means
Derrick Lewis x Ruan Potts
James Krause x Valmir Bidu
Masio Fullen x Alexander Torres

 

Em busca de chance por cinturão, Anderson Braddock enfrenta romeno Benjamin Adebuyi no GLORY 21 em maio

Anderson Braddock está de volta ao GLORY - Divulgação/James Law

Anderson Braddock está de volta ao GLORY – Divulgação/James Law

O maior nome do Brasil nos pesos pesados no kickboxing, Anderson “Braddock” Silva está de volta.

O blog apurou com fontes ligadas ao evento, que o lutador brasileiro retorna no dia 8 de maio, na edição 21 que acontece em San Diego, nos Estados Unidos.

O oponente de Braddock é o romeno Benjamin Adebuyi, conhecido por ter uma grande carreira no evento Superkombat e vem de vitória no GLORY contra o egípcio Hesdy Gerges.

Adebuyi estava cotado a ser o novo desafiante do atual campeão do evento, o holandês Rico Verhoeven e uma vitória sobre o romeno pode colocar Braddock próximo de uma chance pelo título da organização.

Braddock vem de derrota para Errol Zimmerman após vencer o russo Sergey Kharitonov em um GP de médios na edição 16, em maio de 2014.

O GLORY 21 realiza sua edição em maio e terá o retorno do campeão peso médio da organização, o russo Artem Levin defendendo seu título contra o vencedor do GP que acontece em Dubai na edição 20 em abril.

 

Conheça Anderson Braddock:

 

Conheça o oponente de Braddock, Benjamin Adebuyi:

Ronda Rousey e Cris Cyborg fazem treinos separados em dia de evento oficial do UFC e Invicta FC

O UFC realizou em parceria com o maior evento feminino da atualidade, o Invicta FC, os treinos abertos das duas edições que acontecem nesta semana.

O Invicta que conta com o retorno da brasileira Cris Cyborg será realizado na sexta feira, enquanto no sábado acontece o UFC 184.

Fazendo um treino aberto, as principais lutadoras dos dois eventos treinaram nesta quarta feira.

Evitando problemas devido a grande rivalidade das atletas, o UFC optou em colocar as lutadoras Cris Cyborg e a atual campeã do peso galo do Ultimate, Ronda Rousey em horários diferentes.

Conversando com repórteres, a lutadora brasileira não descarta tentar no futuro descer de peso mas mantém o foco em sua categoria.

“Eu preciso respeitar o meu corpo. Eu tentei descer para 135 libras (61 kg) mas acabei me lesionando.

Então desta vez vou lutar nos 145 libras (66 kg) e estou focada na próxima luta contra a Charmanie Tweet.

Não estou pensando na Ronda agora. Mas após a luta quem sabe, eu terei que pensar nisso depois porque eu tenho talvez mais lutas para fazer na minha categoria.

Ando normalmente com 175, 165 libras (cerca de 70 kg) e já é difícil para descer para o 145.

É duro, eu sofro bastante mas se deus permitir, eu tentarei cortar para o 135. Tentarei fazer o meu melhor.

Já consegui 140 antes, mas nunca 135. Mas tentarei ao máximo dar o melhor de mim para que essa luta (Ronda) aconteça.” comentou Cyborg.

Ronda também treinou nesta quarta e fez movimentos que sempre costuma fazer com quedas de Judô e manopla de boxe.

 

Segundo vídeo de bastidores do UFC 184 foca duelo entre Koscheck contra Ellenberger e mostra lado vaidoso de Holly Holm

 

O UFC divulgou o segundo vídeo com os bastidores da última semana dos atletas para a edição 184, que acontece neste sábado, nos Estados Unidos.

Com o foco no duelo entre os americanos Josh Koscheck e Jake Ellenberger, o vídeo mostrou a motivação de ambos atletas em continuar lutando mesmo enfrentando uma fase difícil na carreira.

Enquanto Koscheck retorna ao UFC após 15 meses afastado das competições, Ellenberger continua com os treinos junto ao treinador de boxe da campeã do UFC, a peso galo Ronda Rousey.

“É bom estar de volta. Eu reavaliei minha carreira e tudo que eu fiz. Agora é mostrar nesta luta que estou de volta.” disse Koscheck que aproveitou para caprichar no visual para o evento.

Além disso, o UFC mostrou o lado vaidoso da lutadora americana Holly Holm, que foi a um salão de beleza fazer as unhas e brincou com o cinegrafista usando seu celular.

O UFC 184 acontece neste sábado em Los Angeles e terá quatro mulheres nas lutas principais.

Ronda Rousey defende mais uma vez seu cinturão contra a desafiante número um no Ranking do UFC, a compatriota Cat Zingano.

Holly Holm faz sua estréia no evento contra a participante do TUF americano, a lutadora Raquel Pennington.

 

Terceiro vídeo mostra chegada de Holm a Los Angeles e bastidores de seção de fotos com depoimento de Zingano

Na madrugada desta quarta para quinta feira no Brasil, o UFC divulgou o terceiro vídeo de sua série de bastidores da edição 184.

Mostrando a viagem de Holly Holm para Los Angeles, o vídeo também acompanhou os bastidores da seção de fotos e gravação de vídeo oficial da abertura do evento com Ronda Rousey e Cat Zingano.

Posando para as fotos, a desfiante ao título de Ronda, Zingano falou sobre sua oportunidade para enfrentar a atual campeã do UFC.

“Meu maior objetivo é vencer a Ronda. Muitas tentaram e não conseguiram. Eu sou diferente.

Na minha mente ela (Ronda) é a segunda mulher mais forte do mundo. Minha meta é acabar com ela. Fazer meu jogo.

São duas mulheres invictas que vão se enfrentar. Espero uma luta intensa, com muita ação.

Sou diferente e a pessoa certa para pegar esse cinturão. Sou dura, não me entrego e tenho uma forte mentalidade para conseguir isso.” comentou a lutadora.

O evento acontece neste sábado, no Staples Center em Los Angeles.

Ronda posa para seção de fotos - Reprodução

Ronda posa para seção de fotos – Reprodução

 

 

Com retorno em edição do UFC na Polônia, Mirko Crocop enfrenta Gabriel Napão em busca de revanche: Foi a pior derrota na carreira!

Crocop revela que derrota em primeira luta para Napão é a pior de sua carreira - Divulgação GLORY/James Law

Crocop revela que derrota em primeira luta para Napão é a pior de sua carreira – Divulgação GLORY/James Law

 

A lenda croata do MMA, Mirko “Crocop” Filipovic está de volta.

O lutador de 40 anos que foi recentemente re-contratado pelo UFC, retorna no dia 11 de abril na primeira edição do UFC na Polônia.

Enfrentando o brasileiro Gabriel Napão, Mirko que é considerado um dos maiores pesos pesados da história do MMA está em busca de revanches.

Derrotado por Napão no UFC 70 com um nocaute ao seu estilo (chute alto na cabeça), Mirko quer apagar a imagem ruim deixada no UFC após sua primeira passagem.

“Eu tive várias lesões na minha carreira. Uma delas contra o Roy Nelson, eu me machuquei no último treino antes da luta, faltando poucos dias.

Você sabe que eu amo lutar e não poderia deixar todo um trabalho para trás de muita dedicação, 3 meses de treinos duros.

Minha passagem no UFC foi muito ruim porque não conseguia me recuperar das inúmeras lesões que tive.

Mas agora eu estou feliz, treinando com sorriso no rosto e me sentindo totalmente recuperado. Desta vez tudo vai ser diferente.” contou Crocop que analisou sua derrota para Napão.

“Foi a pior que tive na carreira. Eu liguei para o Lorenzo Fertitta (sócio do UFC) após minha luta contra o Satoshi Ishii no Japão e pedi para fazer algumas revanches.

Ele aceitou e me ofereceu o Napão na Polônia. Eu achei apropriado e aceitei. Este é meu foco agora. Fazer algumas revanches para encerrar minha carreira no UFC.” disse Crocop em entrevista no programa americano MMA Hour.

Carreira no Kickboxing chegou ao fim

Mirko também falou sobre sua carreira no kickboxing e pela primeira vez revelou que não vai mais lutar em eventos da modalidade.

“É o fim, infelizmente. Meu foco agora é o UFC. Não importa o resto. Eu estou feliz e espero dar o meu melhor.” disse Crocop que confirmou que não deve mais lutar no GLORY, última organização de kickboxing que o croata atuou.

“O GLORY está com alguns problemas agora. Mas eu decidi que não luto mais no kickboxing.” disse Mirko.

Apoio de Stipe Miocic na Croácia

Miocic (esquerda) e Crocop unem forças para próximos duelos no UFC - Divulgação

Miocic (esquerda) e Crocop unem forças para próximos duelos no UFC – Divulgação

 

Mirko também revelou que terá um apoio especial para o duelo com Napão.

Convidando o lutador americano com descendência croata Stipe Miocic, Mirko não quer deixar a Croácia para não ficar longe da família.

“Ele é um grande lutador. Tem socos muito fortes, derruba muito bem e estamos treinando de tudo.

Estou contente de ter o Stipe aqui comigo na Croácia. Você sabe que é muito difícil para mim sair do meu país, porque tenho minha família aqui, meus amigos.

Eu já estou neste esporte a muito tempo e não quero mais ter esse tipo de rotina. Eu sei que muitas vezes é bom você ir para algum lugar treinar com duros sparrings mas não quero ficar longe dos meus filhos.” disse Crocop.

Miocic já enfrentou Napão em janeiro de 2014, na edição do UFC on FOX 10 e aceitou se preparar com Crocop porque Mirko já enfrentou seu próximo oponente, o neozelandês Mark Hunt na Austrália, dia 10 de maio.

KSW anuncia grande edição no dia 23 de maio com retornos de Pudzianowski, Materla e Karol Bedorf

Evento terá grande edição em maio - Divulgação KSW

Evento terá grande edição em maio – Divulgação KSW

Um dos maiores eventos de MMA na Europa, o KSW está preparando uma grande edição para o mês de maio.

A cidade de Gdansk, recebe a trigésima primeira edição da organização no Ergo Arena, considerada uma das principais do país.

Para trazer emoções para os fãs, o evento investiu pesado e vai contar com a presença de grandes nomes do evento.

Os campeões, Karol Bedorf (pesado) e Michal Materla (médios) estão de volta e já possuem combates definidos.

Depois de vencer o brasileiro Rolles Gracie na edição 28 em outubro, Bedorf encara o australiano Peter Graham que venceu Marcin Rozalski.

Michal Materla também tem um grande combate pela frente.

O lutador encara o compatriota Tomasz Drwal em um duelo que promete agitar os ânimos dos torcedores já que a contratação de Tomasz foi vista com grande entusiasmo pelos fãs.

Além de Materla e Bedorf, o evento também tem o retorno de Mariusz Pudzianowski, considerado cinco vezes o “Homem mais forte do mundo”.

Sem luta definida, Pudzian terá seu oponente conhecido em breve.

Três lutas de cinturão

O KSW revelou nesta quarta feira que as lutas de Materla e Bedorf vão valer seus respectivos cinturões.

Além de ambos, o ex lutador do UFC, o croata Goran Reljic foi anunciado no evento para sua segunda disputa de cinturão no meio pesado.

Após perder para o atual lutador do UFC, Jan Blachowicz, Reljic reconquistou uma nova oportunidade após vencer o polonês Tomasz Narkun.

Seu oponente ainda vai ser divulgado em breve.