CMB descarta revanche imediata Martinez-Chavez Jr.

A intenção dos promotores dos dois atletas era a de realizar a revanche imediata, mas o Conselho Mundial de Boxe (CMB) tratou de esfriar os ânimos. Para o presidente do organismo José Sulaimán dificilmente o organismo concederá a segunda edição entre o argentino Sergio “Maravilla” Martinez e o mexicano Julio Cesar Chavez Jr. em pouco tempo.

Para o dirigente, o combate foi unilateral com domínio total de Martinez, à exceção do último round em que foi derrubado e por pouco não perdeu por nocaute. “Os regulamentos CMB não permitem revanches imediatas, apenas em circunstâncias muito especiais”, explica Sulaimán. Para contribuir ainda mais com a impossibilidade de novo encontro, Chavez Jr. foi flagrado por uso de maconha e deve receber suspensão de alguns meses da Comissão de Nevada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>