Hatton enterra vício em álcool e compulsão alimentar

Mais que o desejo de acelerar a corrida para ser mais uma vez campeão do mundo, o britânico Ricky Hatton, 34, se sente em condições de não cometer dois erros que o empurraram a períodos nebulosos: o vício em bebidas alcoólicas e a compulsão para a comida que elevou seu peso para além dos 90 quilos. O atleta do Reino Unido volta às competições depois de mais de três temporadas, em 24 de novembro, contra o ucraniano Vyacheslav Senchenko, 35, no MEN Arena de Manchester pela divisão meio-médio (66,6k).

“Meu corpo não terá mais o consumo acentuado de bebidas e de comida”, atesta Hatton (45-2-0, 32 KOs), admitindo ter passado por fase depressiva que por pouco não o levou ao suicídio. O boxeador só acumula dois reveses, para os campeoníssimos Floyd Mayweather e Manny Pacquiao e tem se preparado exemplarmente para Senchenko (32-1-0, 21 KOs). “Agora, tenho minha vida sob total controle”, enfatiza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>