Pedido em convenção OMB auxilia Oliveira e Júnior

Entidade com mais afinidade com o Brasil nas últimas temporadas, a Organização Mundial de Boxe (OMB) pode atender pedidos de promotores internacionais para elevar a posição de alguns atletas do país em seu ranking. Os maiores beneficiados seriam os meio-pesados (79,3k) Marcus “Ratinho” de Oliveira, com contrato com Don King, e Jackson Júnior, ligado ao empresário Arthur Pelullo. A OMB está finalizando sua 25ª Convenção Anual sediada no Hotel & Casino Seminole Hard Rock da cidade de Hollywood, estado da Flórida (EUA).

“Ratinho” Oliveira (23-1-1, 21 KOs) já é o #11, enquanto Júnior (12-0-0, 10 KOs) está um pouco atrás, #13, por ser o atual campeão latino da entidade. King e Pelullo querem seus respectivos pupilos em postos mais avançados para que possam percorrer caminhos em direção ao título mundial, hoje nas mãos do britânico Nathan Cleverly.

Mais três – Afora os dois meio-pesados, o Brasil ainda tem o cruzador Laudelino “Lino” Barros (37-2-0, 31 KOs), já ocupante do posto #9 e relacionado aos promotores Gary Shaw e Lou DiBella. Outros dois compatriotas também tiveram seus nomes indicados para figurarem em classificações futuras: o supermeio-médio Patrick Teixeira (18-0-0, 16 KOs), associado ao promotor mexicano Ricardo Maldonado e, o agora peso cruzador e invicto, Fábio Maldonado (22-0-0, 21 KOs), cuja solicitação foi formulada por empresário americano por sugestão de renomado jornalista brasileiro.

2 comentários em “Pedido em convenção OMB auxilia Oliveira e Júnior

  1. Oi Heber.
    O Maldonado segue no UFC e ainda tem contrato de exclusividade para mais duas lutas. Mas o boxe está em seu sangue.
    Particularmente, eu gostaria de vê-lo nos ringues e não nos octógonos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>