Chavez Jr. impede pai de acompanhar futuros treinos

É decisão sem volta. Irritado com as muitas interferências em sua última preparação, o mexicano Julio Cesar Chavez Jr., 26, garante que seu famoso pai de mesmo nome não mais fará parte de futuros campos de treinamentos. O filho da lenda confessa que foi um verdadeiro desastre tudo o que ocorreu para o embate diante do argentino Sergio Martinez, para quem perdeu o título CMB médio (72,5k), em setembro.

“Ele (Chavez pai) não ficou comigo nos meus seis ou sete anos de carreira. Treinei sozinho e ele nunca ajudou com minhas lutas. Ele passou mais tempo usando drogas e bebendo o tempo todo”, desabafa Chavez Jr. (46-1-1, 32 KOs). O jovem ex-campeão mundial insiste que não quer o pai ao seu lado, pois “ele quer que eu faça o mesmo que ele fazia quando lutava. Ele precisa entender que as pessoas são diferentes”.

Chavez Jr. ainda espera pela marcação de audiência na Comissão Atlética do Estado de Nevada para prestar esclarecimentos sobre o flagrante de doping por uso de maconha, logo após o revés para Martinez. O atleta admite a droga em seu organismo, porém, ressalva que foi para fins medicinais com o objetivo de controlar sua insônia.

“Nunca quis utilizar nada para levar vantagem esportiva. Os traços de maconha em meus exames foram mínimos”, assinala Chavez Jr. O boxeador mexicano, porém, é reincidente e corre sério risco de suspensão de seis meses a um ano, além de confisco de parte de sua bolsa estimada em US$ 3 milhões (R$ 6 milhões).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>