Camacho Jr. quer lendário pai em luta até o fim

“A decisão cabe a Deus”. Procurando controlar as emoções, Hector “Machito” Camacho Jr., visitou o lendário pai no leito do Centro Médico Rio Piedras e, nesse momento, discorda da intenção da família em desligar os aparelhos que ainda mantêm vivo artificialmente Hector Camacho. O ex-tricampeão mundial teve morte cerebral decretada às 10 horas da manhã de ontem, devido aos ferimentos por disparo de arma de fogo.

“Papi foi um grande boxeador, um guerreiro e agora está lutando por sua vida. Nós temos de deixá-lo lutar até o fim”, desabafa Camacho Jr. que só desembarcou ontem em Porto Rico, depois de perder voo originário nos Estados Unidos. Para a tia do ex-boxeador, Aida Camacho, os familiares devem esperar a chegada de outros três filhos – Justin, Christian e Taylor – para a definição sobre o desligamento dos equipamentos. “Creio que deveremos adotar uma medida até este sábado”, analisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>