Confuso, Sulaimán sinaliza deixar comando do CMB

“Tenho uma semana para decidir”. Confuso em adotar posição definitiva, o azteca José Sulaimán, 81, deu sinais claros de que pode abandonar a presidência do Conselho Mundial de Boxe (CMB), durante a convenção anual do organismo prevista para ser realizada na primeira semana de dezembro em Cancún (México). O dirigente está à frente da entidade desde 1975.

Sulaimán não esconde a possibilidade de deixar o comando do CMB, pois “estou muito cansado, com 65 anos de boxe. Estou analisando a chance de não continuar, mas na verdade não sei o que fazer nesse momento”. Sulaimán gostaria de dedicar mais tempo à família e a outros compromissos pessoais e revela que é seu coração que lhe dará a resposta final.

Consciente da queda natural de desempenho e eficiência para uma pessoa octagenária, José Sulaimán diz que, se saísse hoje, estaria satisfeito e em forma plena. “Não quero ficar como presidente que dependeria dos outros ou com a mente confusa. Não quero trabalhar mal, pois desejo sair em meu momento e agora sairia com o respeito de todas as pessoas”, enfatiza o dirigente.

Filho substitui?

Já existem comentários de que seu substituto seja o filho Mauricio Sulaimán, porém, até mesmo o pai não está seguro desses passos. “Ele é um dos nomes mais fortes, pois sabe tanto ou mais sobre o CMB que eu. Não é uma ideia que agrade a mim, tampouco a ele. Meu filho (Mauricio) já me disse que o dia em que eu sair do CMB, ele saiu junto comigo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>