Parkinson: Pacquiao reclama falta de ética de médico

Educado dentro do possível, o filipino Manny Pacquiao, 34, evitou maiores polêmicas, porém, mostra-se indignado com as declarações do neurologista e compatriota Rustico Jimenez que apontou “sinais precoces de Mal de Parkinson” no astro asiático, sugerindo sua aposentadoria do esporte. “Estou tranquilo e seguro de minhas condições depois de rigorosos exames que fiz em Las Vegas (EUA) e nas Filipinas”, assinala o boxeador.

Curtindo férias com a família e seu principal assessor Michael Koncz, em Israel, Pacquiao (54-5-2, 38 KOs) critica o médico pela falta de ética nas opiniões, bem como pelo fato de nunca ter sido examinado pelo renomado especialista. “Ele (Jimenez) fez uma apreciação sem revisão pessoal ou exames médicos. É uma irresponsabilidade e, creio, muito interesse em protagonismo”, comenta o filipino.

Pacquiao promete retornar aos treinamentos no ginásio já no próximo mês de fevereiro, imaginando que possa estar apto a combater em abril. O atleta revela interesse em fazer duas aparições nesta temporada e torce para que seja concretizado acordo para enfrentar o mexicano Juan Manuel Marquez (setembro) pela quinta vez.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>