Pazienza recusa pagar conta baixa e briga com barman

Em mais um episódio de violência, o americano e ex-bicampeão mundial Vinny Pazienza, 50, foi preso na noite da última quarta-feira, acusado de atacar um barman, de promover vandalismo e adotar comportamento desordeiro. Minutos antes, o boxeador teria se recusado a pagar a irrisória conta de US$ 23 (R$ 46) em bar no estado de Rhode Island (EUA) – ele foi solto após depoimento e pagamento de fiança.

A atitude agressiva de Pazienza se soma aos seus atos de julho do ano passado quando foi acusado por envolver-se em discussão e briga com duas mulheres. Em setembro, o atleta acabou condenado a apenas prestar 30 horas de serviços comunitários, depois que os promotores preferiram retirar a denúncia de “agressão simples”.

Com títulos entre os pesos leves (61,2k) e supermeio-médios (69,8k), Pazienza (50-10-0, 30 KOs) manteve carreira ativa durante duas décadas e também foi desafiante aos cetros superleve (63,5k) e supermédio (76,2k). O pugilista fez grandes combates, além de ter sido responsável por impor duas derrotas ao lendário Roberto “Manos de Piedra” Durán.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>