Técnico Daniel Lujan é condenado por abuso sexual

Divulgação

Divulgação

Ele parecia ser uma pessoa acima de qualquer suspeita, trabalhava como treinador de boxe há mais de três décadas e utilizava o esporte como meio de retirar jovens da violência urbana na academia mantida na cidade de Salinas (Califórnia, EUA). Toda a história de conto de fadas desmoronou com a condenação do treinador Daniel Lujan, 66, que deve passar os próximos seis anos detido por abuso sexual a garota menor de idade.

Durante algum tempo a vítima de 14 anos foi aluna de Lujan. O profissional já havia admitido o crime em julho do ano passado e, agora, conheceu o período de prisão. Na denúncia, a menina declarou que recebeu insistentes pedidos do técnico de que queria manter relações com ela e a tentou violentar em quarto de hotel quando estavam em viagem de férias.

Com a desculpa de que precisava evitar suor intenso na atleta, Daniel Lujan regularmente passava creme no corpo da garota e chegou a esfregar outros produtos em suas nádegas e seios. “Em muitas ocasiões, ele (técnico) também tentou tocá-la na região vaginal”, assinala Henry Gomez, sargento da polícia de Salinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>