Por poucas alternativas, Pacquiao cancela retorno

Com dificuldades em encontrar local e adversário para atuar no mês de abril, o filipino Manny Pacquiao, 34, está convencido de adiar seu retorno aos tablados apenas para setembro, como já havia sugerido seu promotor Bob Arum (Top Rank). Ex-campeão mundial em sete categorias, o astro asiático tem feito gestões para se apresentar em seu país natal, para retribuir o carinho de seus fervorosos torcedores.

Pacquiao (54-5-2, 38 KOs) reforça a tese de não mais combater nos Estados Unidos para fugir da alta cobrança de impostos sobre suas bolsas milionárias. “É difícil culpá-lo por pensar assim”, concorda Arum. Contudo, o octagenário empresário lembra que um megacombate nas Filipinas não deve ser realizado por mera questão prática e financeira.

“Teríamos de promover a luta na manhã de domingo para que pudesse ser transmitida na noite de sábado nos Estados Unidos”, destaca Arum, exaltando que grande parte da arrecadação dos atletas advém do sistema pay-per-view (pague para ver). Pacquiao ainda não consegue tranquilizar-se desde o revés por nocaute para o mexicano Juan Manuel Marquez, em dezembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>