A rodada

Nada como alguns dias depois para aquilo que estava chato se tornar emocionante. Esse final de semana foi o mais disputado. Lances polêmicos, golaços, estádio que virou parque aquático e etc.

Começo falando do grande técnico Adílson Batista que não faz mais parte do Santos. Foram 11 jogos, cinco vitórias, cinco empates e apenas uma derrota com o peixe. A “torcida” (dizem que uma parte da diretoria não estava contente também) não agüentou mais e ontem ele foi dispensado.Marcelo Martellote ficará no comando até chegar o novo técnico.

Liédson? Nem vou comentar nada, o cara chegou chegando e é a bola da vez no Timão. Destaque também para a volta do “ator” Dentinho ao time e o golaço que ele fez.

Agora eu imagino a felicidade dos torcedores que foram ao Morumbi e de presente ganharam um parque aquático! Mas deixando as brincadeiras de lado, o jogo foi muito bom. As duas equipes não tiveram medo de atacar e aquela rivalidade saudável prevaleceu. O grande clássico que demorou uma hora para começar teve um resultado justo. Nesta avaliação pessoal, talvez o tricolor mereça uns pontinhos a mais por conseguir segurar o ritmo mesmo depois da expulsão do zagueiro Alex Silva. Levou o gol, mas agüentou as pontas e não deixou acontecer mais nada.

Fazia tempo que não assistia jogos assim, aliás, deste o ano passado e fico feliz por logo depois de postar que o nosso futebol estava chato hoje estou aqui pra dizer que foi o mais emocionante até então.

E vocês gostaram desta rodada do Paulistão??

Tamo junto hoje com o Super Esporte e a promo continua hein.. fique ligado no WWW.twitter.com/super_esporte

Fuiiiii

Tá chato

Ultimamente o futebol está meio chato mesmo. Campeonato Paulista não está lá aquelas coisas, Ronaldo parou de jogar e esse papo de Taça das Bolinhas e Clube dos 13 já deu o que tinha que dar.
Claro que principalmente esta parte política da bola ainda não vai acabar, acompanho, leio, mas não tenho tesão algum de falar aqui muito menos no ar. Faço a minha parte de mostrar pra vocês o que está acontecendo com o seu time e se esse papo vai ou não interferir no dia a dia da sua equipe. Fora isso, fico quieto e só fico de olho.

Só uma coisinha da Copa do Brasil.
Ontem o Palmeiras jogou o seu futebol de sempre, poderia e pode mais. Passará tranquilamente para a próxima fase e o que me preocupa é a falta de entrosamento com alguns jogadores e o time acordar tarde demais. Talvez isso não aconteça porque o Felipão sabe o que está fazendo e que está faltando no Verdão.

Parabéns para o Comercial-PI que “ganhou” o jogo da vida. Sem estrutura nenhuma e nem condicionamento físico conseguiu fazer um golzinho e garantir o jogo da volta.

Fiquem ligados do Super Esporte hein? Estamos sorteando o game Marvel x Capcom 3 para PS3. Responda pelo twitter do programa ( twitter.com/super_esporte ) Quem você teria medo de enfrentar num combate e porquê?

Hora de trabalhar

Fala turmaaa..

O Santos está com um grande time, mas ainda não se encontrou em campo. Falta de entrosamento? Talvez e por isso o peixe foi surpreendido pelo o Corinthians. Acho que alguns jogadores estão cansados e Adilson Batista não teve tempo pra colocar todos os caras em campo, mas especificamente, os atletas que estavam na seleção Sub-20.

Por outro lado o time da baixada a partir de agora entra em campo com mais garra e com a necessidade de ganhar. Sem favoritismo e obrigando os profissionais da bola trabalharem durante a semana de uma forma diferente. Buscando os resultados.

O destaque desse último jogo vai para o Elano que praticamente jogou sozinho em campo.

O Santos enfrenta o São Bernardo neste sábado pelo Paulista e na próxima semana o Cerro Porteño pela Libertadores.

Hoje estamos juntos no Super Esporte, 22 hs..

Fuiiii

LiedSON o ritmo do Timão

Fala Turma, tranquilo ae? Antes de começar meu novo post, quero deixar registrado que fiquei feliz com a renovação do jogador Lucas com o São Paulo, mas vamos falar do Corinthians.

Liedson salvou o time. E sabe por que falo isso? Que meu amigo Chico Lang brigue comigo, mas o Timão não entrou em campo como uma grande equipe diante do Mogi. Não sei se a ida dos grandes nomes pesou na partida ou alguns problemas internos estão atrapalhando o bate bola do time.
Uma pequena análise feita no meio de campo e senti falta de armação, criatividade e entrosamento entre os jogadores. Cadê o Bruno César? E o que foi aquilo que o Jucilei fez quando foi substituído? Liedson soube aproveitar as duas oportunidades que a fraca equipe adversária deu para o atacante. É por isso que ele foi o salvador da pátria. Gostei da entrada do Dentinho e do Morais. Conseguiram em poucos minutos mudar o time.
Só espero que estes pequenos incidentes não se tornem uma grande crise, principalmente com o técnico Tite.

Vamo$ $ão Paulo

Foto: Sérgio Barzaghi/Gazeta Press

Foto: Sérgio Barzaghi/Gazeta Press

Fala Turma, beleza??
Hoje começa a competição mais importante para o São Paulo neste primeiro semestre. Depois de anos disputando a Libertadores, o Tricolor já se conscientizou que a Copa do Brasil será o jeito mais fácil para chegar na principal competição entre clubes da América do Sul.
No meu ponto de vista, antes da disputa em si, acho que os dirigentes devem se preocupar em valorizar os jogadores que foram campeões do Sul Americano pela seleção sub-20. Casemiro, Lucas e o recém contratado Willian José.
Por mais que a base do time do Morumbi seja muito boa e sirva de exemplo para as outras da capital, a galera precisa investir nesta turma que vem apresentando um futebol incrível para não correr o risco de perde-los no meio do ano. Os boatos existem, então tirar o escorpião do bolso não faz mal a ninguém, ainda mais quando a vitória numa Copa do Brasil fará toda diferença no ano que vem.
Abraço turma!! Fuiii

Mais uma derrota

Falaaa Turmaaa, que saudades de vocês! Estou de férias ainda, mas aqui no blog estou voltando aos poucos.

É muito fácil chegar e dizer que jogar com um a menos foi o grande problema. O Hernanes é peça fundamental na seleção de hoje e fez muita falta na criação de meio de campo, mas na minha opinião isso vai além de um nome. O Brasil sente demais quando leva um gol e esse é o nosso defeito principal.
Fica sem ritmo de jogo, não acredita em nenhuma bola e perde a cabeça. Nós não somos mais os “caras” do futebol, somos iguais as outras seleções, não tem mais bobo em campo, não podemos entrar numa partida achando que o Brasil de ontem. O Mano não pode encarar esta derrota com naturalidade, mesmo sendo um amistoso. O Brasil vai sediar a Copa e é ganhar ou ganhar.

Isso basta para você leitor do “Manda AE” entender o motivo da minha revolta.
Uma vitória aqui, outra ali significa respeito e principalmente moral, algo que ultimamente não temos.
Mano, cadê a famosa frase mano? É nóis?

Bem, segunda-feira volto pro Super Esporte, então #tamojunto.

Fuiiiii