Ganso é o cara

Eu gosto de ver o time de Muricy Ramalho jogando porque nitidamente vemos uma evolução de personalidade de cada jogador. Mais uma vez o Santos mostrou maturidade, tranquilidade e paciência para buscar o gol contra um time que bateu muito e jogou todo o tempo na retranca.
Ganso foi o cara do jogo, não só pelo gol feito, mas também por dominar todas as situações, chamar a responsabilidade para ele com lindos passes, dribles perfeitos e roubadas de bola importantes para a continuação de uma jogada. Esse é o camisa 10 do peixe e da nossa seleção. Tenho certeza que o que ele anda mostrando, não é nem metade do que veremos ao longo desse ano.
Resultado positivo, mas é bom deixar o alerta ligado, porque terça feira (03/05) logo depois de disputar a semifinal do Paulistão contra o São Paulo, o Santos estará no México e os donos da casa não vão dar moleza, continuarão batendo com marcação especial em cima de Neymar, que como sempre também fez uma partida excepcional.
Além da vitória de hoje, a turma da Vila tem tudo para avançar na Libertadores, principalmente por este novo time que sempre soube atacar e que agora sabe voltar para ajudar a zaga na marcação.

Santos, fazendo jus à frase: VaiPraCimaDelesSantos.

Sem surpresas

Fernando Dantas/Gazeta Press

Fernando Dantas/Gazeta Press

Nenhuma novidade ou surpresa nos semifinalistas do Paulistão. Desta vez o técnico Tite do Corinthians errou com suas previsões de que algum time grande cairia nas quartas de final. Portuguesa, Oeste, Mirassol e Ponte Preta jogaram de igual pra igual com os times classificados neste final de semana.

O bicho vai pegar nesta etapa e as preocupações aumentarão para alguns times. Santos tem jogo importante contra o América do México pela Libertadores nesta quarta feira(27/04) na Vila Belmiro e depois de alguns dias enfrentará o São Paulo. Pouco tempo para ter uma boa recuperação física e psicológica.

O tricolor vive a mesma situação, também na quarta feira (27/04) tem o jogo da volta contra o Goiás pela Copa do Brasil. Mesmo jogando em casa, precisará segurar o resultado magro conquistado na semana passada e marcar pelo menos 1 golzinho pra ficar tranquilo na partida.

Corinthians e Palmeiras estão um pouco mais tranqüilos, já que não terão compromissos  na semana e vão se preparar para o grande clássico. Não tenho dúvidas que será um grande jogo assim como a outra semifinal, mas este será diferente justamente pelo fato das duas equipes estarem com esta “folga” na semana. Treinos secretos, provocações e muita ansiedade tomarão conta desses próximos dias.

Agora é hora de fazer o famoso bolão, porque os 4 times estão no mesmo nível técnico.

Grandes problemas e uma simples solução: Ganhar

Técnico que foi embora no meio da Libertadores, problemas internos com patrocinadores, jogador que volta para o Brasil minutos antes de entrar em campo, 8% de chances para a classificação e etc..
Poderia aqui certamente dizer que o Fluminense estaria em crise, mas depois de mais um resultado surpreendente é evidente que o foco muda. O tricolor carioca calou a boca de muita gente e mostrou o que é o futebol com raça até o apito final.
Independente de todos estes problemas citados acima, o time entrou em campo determinado, focado e teve o controle da partida e foram merecedores deste resultado em cima do Argentinos Juniors.

Pênalti ou não, isso deixo pra vocês, só sei que é delicioso conseguir uma vaga quase impossível em cima dos argentinos que nunca sabem perder e apelam para a violência.
E diante destas cenas lamentáveis, deixo aqui meu registro irônico: Conca é brasileiro!
Agora é nova fase, o ruim ficou para trás e todos os times estão no mesmo patamar, bem vindos as oitavas de final da Libertadores.

Ufa! Acabou a ”Primeira Chata Fase”

Ufa! Acabou a ”Primeira Chata Fase” do Campeonato Paulista.  Foram 19 rodadas de desgaste físico, gastos, viagens e etc. Lado bom de tudo isso foi que cada técnico pôde desenhar seu time da melhor maneira para a próxima fase, mas por outro lado vejo que este modelo de competição prejudicou os times. Nesta última rodada e nos últimos minutos o Palmeiras saiu da primeira colocação, o São Paulo subiu e milagrosamente a Portuguesa conseguiu passar para a próxima fase. Mas o que muda ser líder do campeonato? Pra que uma tabela tão longa com tantos times? E o pior é imaginar que todo aquele esforço pode ir por água abaixo, pois agora não há tempo para erros, ou seja, o clube só tem uma chance, se perder pode dar adeus ao campeonato,  bem vindo a fase “Mata”. Além de toda essa estrada percorrida pelos clubes não adiantar em nada, agora não existe mais o jogo da volta. Amigos, o time sofreu tanto em todas essas rodadas para agora que o campeonato começa pra valer, cair do nada.

Concordo com todos os técnicos e jogadores quando falam que podíamos copiar a tabela carioca, gaúcha e etc. Seria mais fácil, interessante e disputada. O futebol tem que evoluir, não só em campo, mas principalmente nos bastidores que é de onde vêm todas as regras e as tentativas frustradas de um novo futebol.

Deixando a crítica de lado, vamos torcer nas quartas de final.

São Paulo x Portuguesa

Santos x Ponte Preta

Palmeiras x Mirassol

Corinthians x Oeste

A vitória para os 99 anos

Santos renasce na Libertadores e agora só depende do próprio futebol para conseguir a classificação para a próxima fase. Mesmo sem três jogadores importantes em campo o Peixe conseguiu tranquilamente ganhar o jogo(Cerro Porteño 1 x 2 Santos). Pressão de vencer para continuar vivo na competição e a data festiva dos 99 anos de existência do clube não foram obstáculos para os jogadores que após a partida tiraram um elefante branco das costas.
O resultado poderia ser maior. Maikon Leite depois que marcou o seu, teve mais oportunidades pela direita, mas o goleiro paraguaio segurou todas.
E deixando de lado a inferioridade do Cerro Porteño, quero ressaltar que é esse futebol que o Santos sabe apresentar. Não dar ouvidos aos problemas extra-campo e mostrar que mesmo sem três jogadores de peso o time correu atrás para manter o nível técnico da equipe.
Ao contrário do que estava acontecendo com o Muricy, o ex-técnico do Flu “estreou” na Libertadores com vitória e como o próprio disse no dia da sua apresentação: ” Escolhi o Santos porque sei que aqui eu tenho possibilidade de vencer. É disso que eu vivo. Acho que escolhi certo”

No comando de um Falcão

Paulo Roberto Falcão é ídolo da torcida do Internacional de Porto Alegre. Jogou 7 anos com a camisa do colorado,  conquistou 3 campeonatos brasileiros e 5 estaduais na década de 70.

Agora depois de tantos anos longe do time do coração, ele volta numa outra posição mais importante e cobrada pela torcida.
Só que este fato me preocupa um pouco, porque da mesma forma que um jogador fica fora dos gramados por um tempo e quando volta precisa ter ritmo de jogo, estar atento aos outros clubes e viver o campo pra voltar no nível de antes, eu penso que este processo também deve acontecer com o novo técnico do Inter.

Não estou duvidando do profissional Falcão, só estou chamando a atenção para o futebol que hoje é bem diferente do que há anos atrás e que a diretoria do clube precisará ter paciência com esta nova fase do time.
Mas também existe o outro lado que durante muito tempo ele assistiu as partidas por outro ângulo e nos comentários sempre foi muito correto com uma análise que poucos conseguem colocar para fora. Acho que este período como comentarista o ajudou a explicar tudo aquilo que um profissional da bola estava pensando, fato fundamental para este novo desafio, treinar o Internacional de Porto Alegre.

Boa sorte Falcão.

O Nome dele é Sr. Árbitro do “Santos”

Libertadores é Libertadores..

Jogo pegado com esse timinho nojento do Chile. Santos fez um, dois e o famoso golaço com o terceiro. O clima esquentou quando Neymar foi expulso injustamente e piorou quando Zé Eduardo se envolveu numa briga e levou o vermelho.

Assim como todos os fãs, fotógrafos e cinegrafistas que estavam lá focalizando o futuro melhor do mundo, o Sr Árbitro também estava. Neymar levou o primeiro amarelo na primeira falta que fez  e há um detalhe a ser registrado aqui: Não existiu critério, pois logo na sequência houve um carrinho perigoso e o Sr. Árbitro não deu nada, ou seja, a perseguição estava nítida.

O Sr. Árbitro acertou quando utilizou a regra no momento que um jogador coloca uma máscara para fazer uma comemoração. Mas volto a dizer que este SR. ÁRBITRO foi o grande responsável do clima que estava na Vila Belmiro. Neymar errou na festa do gol e foi expulso com isso. Já tinha um amarelo que só o Sr. Árbitro viu e no segundo deu tchau para a partida.

Palmas para ele: Roberto Silvera do Uruguai que conseguiu ser o centro das atenções e expulsar quem ele queria.

Parabéns Santos pelo resultado.

Fim de semana

Pra quem vem acompanhando o sérvio Djokovic já sabia que seria uma grande partida.

Os dois melhores no Ranking Mundial decidiram o caneco no Masters 1000 de Miami e fiz questão de gravar a partida, já que estava rolando o Campeonato Paulista ao mesmo tempo. Tinha certeza que o espetáculo iria acontecer e um resumo como torcedor, telespectador é que eles fizeram o impossível em quadra. Saques, defesas, “deixadinhas” de tirar o fôlego dos torcedores que estavam presentes. Djokovic e Nadal fizeram uma final espetacular. Foram 3h e 21 min de jogo e Djokovic levou mais uma. Agora ele soma 26 vitórias e o quinto título consecutivo.
Novak volta às quadras dia 10 de Abril em Monte Carlo para mais um Masters 1000.

No Campeonato Paulista:

Golaço do Lucas do São Paulo e acredito muito que ele vai levar o Super Gol da semana.

Jogo quente, muitas faltas, gols anulados corretamente e a definição da partida com o gladiador Kléber para o Palmeiras.

E o Corinthians talvez perdeu o ritmo e está abastecendo as energias para a próxima fase do Paulistão. Foi um jogo sem grandes lances contra o Botafogo–SP e ficou no zero a zero.

Velocidade.

Lamento a morte do piloto Gustavo Sondermann neste último domingo.
Meus Sentimentos a família.