Palmeiras: Sinal Verde para Série B

Nas últimas rodadas o Palmeiras tentou de tudo. Reza, superstição, treino fechado, dirigentes protegendo os jogadores e a apresentação de um futebol que não existia.
A partir do momento que um time começa a projetar sua temporada através da matemática, pode ter certeza que alguma coisa está errada.

Diante de tantos problemas que o Verdão enfrentou nos últimos anos, é impossível apontar apenas um erro. Foram vários e de anos atrás, e que neste último ano ficou evidente diante das brigas internas e a falta de um planejamento para o Brasileirão.  Campeão da Copa do Brasil, vaga na Libertadores da América e diante de um rebaixamento, todas essas conquistas vão por água abaixo.

Chegou num determinado momento que a melhor coisa que poderia acontecer era a entrada na série B. Seria ilusão a permanência no grupo de elite do Brasileirão se ao mesmo tempo dirigentes que não sabem administrar problemas, finanças e elenco também permanecerem em seus respectivos cargos.
É aquela famosa frase de que o momento de refletir e fazer uma limpeza deste dos bastidores até o elenco chegou. Arrumar tudo, ser humilde e renunciar cargo, buscar jogadores que um nível mais qualificado e comprometido com a real situação do time. Será muito difícil, mas não impossível para o técnico Gilson Kleina que assumiu o comando sabendo da grande possibilidade do rebaixamento, montar uma equipe para a série B e ao mesmo tempo para a competição mais importante pra o nosso continente.

Verde é esperança, então torcedor não deixe seu time de lado, incentive-o na série B e acredite que independente da situação, alguns atletas estarão de corpo e alma pelo seu time. Agora é a vez de você mostrar que o Palmeiras é maior do que qualquer coisa e para isso o grito de apoio será extremamente importante.

5 comentários em “Palmeiras: Sinal Verde para Série B

  1. Apesar do problemas do Palmeiras, o campeonato brasileiro vem cada vez mais mostrando que é um jogo de cartas marcadas e devido a isso, a audiência vem caindo cada vez mais, eu sou um daqueles torcedores que deixou de ir aos estádios devido a pouca segurança e preços absurdos, televisão, também não tenho mais acompanhado, afinal de que adianta torcer por um time que está desestruturado e mal administrado e pra piorar, colocam péssimos árbitros que há tempos vem prejudicando o time, portanto somando tudo isso, vou deixando de acompanhar, não estou falando isso só pelo fato do time ter caído, mas que venho vendo falcatruas, jogos de cartas marcadas, campeonatos de virada de mesa e campeonatos com times convidados ao longo dos anos, isso mais está parecendo aquelas velhas lutas livres em que tudo já estava armado.

  2. P/SEGUNDONA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!AGRADECO A DEUS POR SER CORINTHIANO,A GENTE PODE SER MUITA COISA,MAS TEMOS VERGONHA NA CARA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!JAMAIS TORCEMOS CONTRA.O SEU TIMINHO CAIU POR SUA RUINDADE,NAO PELA MAO DO CORINTHIANS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!E OLHA QUE TIVEMOS CHANCE!!!!!!!!!!!BAHIA,SPORT,PORTUGUESA,CORITIBA,MAS NAO,NOSSA UNICA TORCIDA E DO TIMAO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!AGORA INFELIZ,QUE DURMA BEM E NAO ESQUECA QUE PARA PORCO NAO E SO HOJE SEGUNDA.VAI SER NO MININO P/PROXIMOS 365 DIAS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!VAI E COMPRA CAMISAS DO CHELSEA,TOTAL VOCES TORCEM PRA QUALQUER UM!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    MARIO CARRANZA

  3. Thiago, é verdade. Do jeito que estava foi melhor assim. Eles talvez tenham de fazer o que o Corinthians fez, e é o que o Chico Lang elogiou outro dia no Mesa Redonda: separar a sede social do time de futebol. Eu, corintiano que sou, acho bom; porque sem Palestra na série A, também é meio insosso.
    .
    Hoje pude ver o Super Esporte pela primeira vez na hora do almoço, num bar em que o televisor só pega a Gazeta, ou só deixam ligado nela. Você vai muito bem, vi o Godoy, persevera com constância que está indo tudo jóia. =)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>