83 jogos e 76 times – O São Paulo vai honrar sua história em 2012?

Disputaremos 4 competições com o objetivo de restaurarmos nossa tradição competitiva, desrespeitada no desastroso ano de 2011. Campeonato Brasileiro: 38 finais para recuperarmos nossa posição de time mais eficiente e maior vencedor do Brasileirão. Copa Sul-Americana: 10 jogos para alcançar a Libertadores de 2013, obter o 12° título internacional e jogar a final da Recopa Sul-americana.Copa do Brasil: disputa entre 10 a 12 jogos com a chance de ouro de conquistar um título inédito e conseguir vaga na Libertadores de 2013.

 Campeonato Paulista: sem vencê-lo desde 2005, deve atentar-se para os 3 clássicos na fase de classificação (19 jogos) e 4 jogos na fase final.  Dos 83 jogos possíveis, vamos ser competitivos em quantos? Teremos um elenco compromissado? Seremos um forte candidato às conquistas? A história do Tricolor do Morumbi demonstra sua aptidão em disputar até o final e com dignidade. Somos um dos maiores campeões e finalistas continentais e vencedores mundiais do futebol em todos os tempos. Atente-se a essa análise comparativa de desempenho, a saber: 

Copa Libertadores da América (1960 – 2011)
Liga dos Campeões da Europa. (1955 – 2011)
Campeonato Mundial de Clubes (1960 – 2011)

Maiores feitos internacionais, considerando as finais continentais e os campeões mundiais.

76 equipes de 22 países (13 da Europa e 9 da América).

Apenas 1 não teve o privilégio e capacidade de disputar uma final de Copa Libertadores ou Liga dos Campeões.  Descobriu? É o último da lista! Aquele “comparsa do dono do futebol brasileiro!” Time – País………………………Campeão Continental / Vice-campeão Continental / Campeão Mundial / Total

 Real Madrid – Espanha……………..9/3/3/15 1956, 1957, 1958, 1959, 1960, 1966, 1998, 2000, 2002/ 1962, 1964, 1981/ 1960, 1998, 2002
Milan – Itália……………………7/4/4/15 1963, 1969, 1989, 1990, 1994, 2003, 2007/ 1958, 1993, 1995, 2005/ 1969, 1989, 1990, 2007
Peñarol – Uruguai…………………5/5/3/13 1960, 1961, 1966, 1982, 1987/ 1962, 1965, 1970, 1983, 2011/ 1961, 1966, 1982
Boca Juniors – Argentina…………..6/3/3/12 1977, 1978, 2000, 2001, 2003, 2007/ 1963, 1979, 2004/ 1977, 2000, 2003
Bayern de Munique – Alemanha……….4/4/2/10 1974, 1975, 1976, 2001/ 1982, 1987, 1999, 2010/ 1976, 2001
Independiente – Argentina………….7/0/2/09 1964, 1965, 1972, 1973, 1974, 1975, 1984/ 1973, 1984
Barcelona – Espanha……………….4/3/2/09 1992, 2006, 2009, 2011/ 1961, 1986, 1994/ 2009, 2011
São Paulo – Brasil………………..3/3/3/09 1992, 1993, 2005/ 1974, 1994, 2006/ 1992, 1993, 2005
Nacional – Uruguai………………..3/3/3/09 1971, 1980, 1988/ 1964, 1967, 1969/ 1971, 1980, 1988
Juventus – Itália…………………2/5/2/09 1985, 1996/ 1973, 1983, 1997, 1998, 2003/ 1985, 1996
Ajax – Holanda……………………4/2/2/08 1971, 1972, 1973, 1995/ 1969, 1996/ 1972, 1995
Liverpool – Inglaterra…………….5/2/./07 1977, 1978, 1981, 1984, 2005/ 1985, 2007
Olimpia – Paraguai………………..3/3/1/07 1979, 1990, 2002/ 1960, 1989, 1991/ 1979
Inter de Milão – Itália……………3/2/3/07 1964, 1965, 2010/ 1967, 1972/ 1964, 1965, 2010
Manchester United – Inglaterra……..3/2/2/07 1968, 1999, 2008/ 2009, 2011/ 1999, 2008
Benfica – Portugal………………..2/5/./07 1961, 1962/ 1963, 1965, 1968, 1988, 1990
Estudiantes de La Plata – Argentina…4/1/1/06 1968, 1969, 1970, 2009/ 1971/ 1968
Santos – Brasil…………………..3/1/2/06 1962, 1963, 2011/ 2003/ 1962, 1963
Grêmio – Brasil…………………..2/2/1/05 1983, 1995/ 1984, 2007/ 1983
River Plate – Argentina……………2/2/1/05 1986, 1996/ 1966, 1976/ 1986
Cruzeiro – Brasil…………………2/2/./04 1976, 1997/ 1977, 2009
Internacional – Brasil…………….2/1/1/04 2006, 2010/ 1980/ 2006
Porto – Portugal………………….2/0/2/04 1987, 2004/ 1987, 2004
Palmeiras – Brasil………………..1/3/./04 1999/ 1961, 1968, 2000
América de Cali – Colômbia…………0/4/./04 1985, 1986, 1987, 1996
Nottingham Forest – Inglaterra……..2/0/./02 1979, 1980

Celtic – Escócia………………….1/1/./02 1967/ 1970

Colo-Colo – Chile…………………1/1/./02 1991/ 1973

Hamburgo – Alemanha……………….1/1/./02 1983/ 1980

Steaua Bucareste – Romênia…………1/1/./02 1986/ 1989

Olympique de Marselha – França……..1/1/./02 1993/ 1991

Atlético Nacional – Colômbia……….1/1/./02 1989/ 1995

Racing – Argentina………………..1/0/1/02 1967/ 1967

Feyenoord – Holanda……………….1/0/1/02 1970/ 1970

Flamengo – Brasil…………………1/0/1/02 1981/ 1981

Estrela Vermelha de Belgrado – Sérvia 1/0/1/02 1991/ 1991

Vélez Sársfield – Argentina………..1/0/1/02 1994/ 1994

Borussia Dortmund – Alemanha……….1/0/1/02 1997/ 1997

Stade de Reims – França……………0/2/./02 1956/ 1959

Deportivo Cali – Colômbia………….0/2/./02 1978, 1999

Cobreloa – Chile………………….0/2/./02 1981, 1982

Newell’s Old Boys – Argentina………0/2/./02 1988, 1992

Barcelona de Guayaquil – Equador……0/2/./02 1990, 1998

Valencia – Espanha………………..0/2/./02 2000/ 2001

Atlético de Madrid – Espanha……….0/1/1/02 1974/ 1974

Aston Villa – Inglaterra…………..1/0/./01 1982

Argentinos Juniors – Argentina……..1/0/./01 1985

PSV Eindhoven – Holanda……………1/0/./01 1988

Vasco da Gama – Brasil…………….1/0/./01 1998

Once Caldas – Colômbia…………….1/0/./01 2004

LDU de Quito – Equador…………….1/0/./01 2008

Fiorentina – Itália……………….0/1/./01 1957

Eintracht Frankfurt – Alemanha……..0/1/./01 1960

Partizan Belgrado – Sérvia…………0/1/./01 1966

Panathinaikos – Grécia…………….0/1/./01 1971

Universitario de Lima – Peru……….0/1/./01 1972

Unión Española – Chile…………….0/1/./01 1975

Leeds United – Inglaterra………….0/1/./01 1975

Saint-Étienne – França…………….0/1/./01 1976

Borussia Mönchengladbach – Alemanha…0/1/./01 1977

Brugge – Bélgica………………….0/1/./01 1978

Malmö – Suécia……………………0/1/./01 1979

Roma – Itália…………………….0/1/./01 1984

Sampdoria – Itália………………..0/1/./01 1992

Universidad Católica – Chile……….0/1/./01 1993

Sporting Cristal – Peru……………0/1/./01 1997

Cruz Azul – México………………..0/1/./01 2001

Bayer Leverkusen – Alemanha………..0/1/./01 2002

São Caetano – Brasil………………0/1/./01 2002

Monaco – França…………………..0/1/./01 2004

Atlético Paranaense – Brasil……….0/1/./01 2005

Arsenal – Inglaterra………………0/1/./01 2006

Fluminense – Brasil……………….0/1/./01 2008

Chelsea – Inglaterra………………0/1/./01 2008

Chivas Guadalajara – México………..0/1/./01 2010

Corinthians – Brasil………………0/0/1/01 2000

Distribuição de times por países

Brasil…..- 12

São Paulo………..- 3/3/3/09 1992, 1993, 2005/ 1974, 1994, 2006/ 1992, 1993, 2005

Santos…………..- 3/1/2/06 1962, 1963, 2011/ 2003/ 1962, 1963

Grêmio…………..- 2/2/1/05 1983, 1995/ 1984, 2007/ 1983

Cruzeiro…………- 2/2/./04 1976, 1997/ 1977, 2009

Internacional…….- 2/1/1/04 2006, 2010/ 1980/ 2006

Palmeiras………..- 1/3/./04 1999/ 1961, 1968, 2000

Flamengo…………- 1/0/1/02 1981/ 1981

Vasco da Gama…….- 1/0/./01 1998

São Caetano………- 0/1/./01 2002

Atlético Paranaense – 0/1/./01 2005

Fluminense……….- 0/1/./01 2008

Corinthians………- 0/0/1/01 2000

Argentina..- 08 (Boca Juniors, Independiente, Estudiantes, River Plate, Racing, Vélez Sarsfield, Newell’s Old Boys, Argentinos Junior)

Inglaterra.- 07 (Liverpool, Manchester United, Nottingham Forest, Aston Villa, Leeds United, Arsenal, Chelsea)

Itália…..- 06 (Milan, Juventus, Inter de Milão, Fiorentina, Roma, Sampdoria)

Alemanha…- 06 (Bayern de Munique, Hamburgo, Borussia Dortmund, Eintracht Frankfurt, Borussia Mönchengladbach, Bayer Leverkusen)

Espanha….- 04 (Real Madrid, Barcelona, Valencia, Atlético de Madrid)

França…..- 04 (Olympique de Marselha, Stade de Reims, Saint Étienne, Monaco)

Chile……- 04 (Colo-Colo, Cobreloa, Unión Española, Universidad Católica)

Colômbia…- 04 (América de Cali, Atlético Nacional de Medellín, Deportivo Cali, Once Caldas)

Holanda….- 03 (Ajax, Feyenoord, PSV Eindhoven)

Uruguai….- 02 (Peñarol, Nacional)

Portugal…- 02 (Benfica, Porto)

Sérvia…..- 02 (Estrela Vermelha, Partizan Belgrado)

Equador….- 02 (Barcelona de Guayaquil, Liga Deportiva Universitaria de Quito)

Peru…….- 02 (Universitario de Lima, Sporting Cristal)

México…..- 02 (Cruz Azul, Chivas Guadalajara)

Paraguai…- 01 (Olimpia)

Escócia….- 01 (Celtic)

Romênia….- 01 (Steaua Bucareste)

Grécia…..- 01 (Panathinaikos)

Bélgica….- 01 (Brugge)

Suécia…..- 01 (Malmö)

 Tiago Cardoso

Guardiolé!

Rapaziada, e a final do Mundial Interclubes? Vixe Maria! O Barcelona passeou em campo contra o peixe. Nao tomou conhecimento da turma de Neymar. Os praianos não viram a cor da bola. Confesso que fiquei decepcionado. A equipe de Murissoca respeitou demais a trupe de Messilona. O Santos me lembrou aquele convidado que chega a festa ressabiado, envergonhado. Fica num canto, encolhido, enquanto os outros se divertem. Faltou garra, raça e coração. Foi humilhante ver o passeio que tomamos da equipe catalã. Deixe para lá. Levanta a cabeça moçada! O Guardiolé comeu solto.
 
abraços
 
Rodrigo Chiaverini

Santos!

Sou santista fanático e quero expressar minha decepção pelo que o Santos apresentou ontem, no Japão. Ou melhor, pelo que não apresentou. Por isso, faço das palavras do Garrafa, no Gazeta Esportiva de hoje, quando ele foi muito feliz no seu comentário: o Santos não foi pro Japão pra jogar bola, e sim fazer tietagem para os craques do Barcelona. ISSO É UMA VERGONHA, NÃO CONDIZ COM A MARAVILHOSA HISTÓRIA DO PEIXE!

Jorge Luiz de Oliveira

Covardia do Zangado

O técnico inventor Muricy Zangado deu uma prova de como não se deve jogar futebol diante de um adversário poderoso como o Barcelona. O ciumento técnico do Santos que ficou de beicinho porque todo o planeta reverencia o seu oponente, Pep Guardiola, que dá uma aula de como se deve jogar em alto nível, inventou na hora que não poderia. O que adiantou ficar 06 meses treinando, inclusive deixou o campeonato brasileiro de lado para ficar estudando uma maneira de parar o melhor time do mundo, se na hora do embate o técnico joga tudo por água abaixo e muda tudo na hora agá? Um time que quer parar o Barcelona não pode ficar com 11 jogadores atrás, esperando o bom toque de bola do time espanhol. Essa é a maior arma que o time tem, com jogadores versáteis, que tocam bem a bola, dificilmente erram passes e não tem a menor pressa para fazer gols. Enquanto alguns técnicos brasileiros se acharem os melhores do mundo e não se reciclarem nosso futebol estará perdido. Não adianta ter Neymar, Ganso, lucas e outros bons jogadores se os técnicos covardes não os deixam jogar. É melhor que Muricy Zangado e cia.bela sejam humildes e peçam uma aula grátis ao melhor técnico do mundo, Pep Guardiola. Ele terá todo o prazer de ensinar-lhes o que é futebol total.

 Anderson Gomes Jacinto

Santos Apatico!

Também santista fanatico, vimos ontem algo muito parecido com o santos de 2010………..Ganso, Neymar, Robinho, André, Wesley, Arouca etc…….. time de mais de 100 gols no Paulista………….santos arrasador……..tirando é claro algumam falhas da Defesa.
Esse Santos de 2011 um santos muito mais cauteloso, porem mais compacto, aliado a vinda de Borges aretilheiro incontestavel……e de Elano que começou o ano Voando e no fim Um Elano ao chao……….
Pra mim reles mortal o segredo do Barcelona nao esta no ataque e sim na defesa…….marcação serrada desde o campo do adversario……quando os laterais do santos pegava a bola tinha um em cima feito sarna…….ora o proprio messi. uma marcação que nao tempo e espaço para pensar entao a retomada da posso de bola é inevitavel.
Nunca nenhum time marcou o Barcelona como o proprio Barcelona marca……..vejam que no começo uma pqna pressao do Santos e tomamos a bola de les e saimos em contra ataque que nosso Neymar fominha nao tocou na direita para Borges definir…….
Fomos passovos demais na marcação deixando eles pensarem……..ai quando isso acontece nao tem formas……é goleada…..nosso Leo se recuava a cada vinda de D. alves…….passamos olhando e em enhum momento demos o chamado bote no adversario……pareciam ETS contra reles mortais…..idolos e seus fans………
quando tenatavamos o contra ataque eles fazim faltas.
Nosso time apagado longe de ser o Santos que nos encantou……..
Como disse Flavio Prado……..so um time jogou e se o Santos tivesse jogado com certeza ate pela chances perdidas do Santos que poucas mas claras……..era jogo pra 4×3, 7×5 etc……..
Mudanças tem que ocorrer, posições terão que ser compostas com jogadores comrpometidos e de nomes e nao simplesmente apostas…..
SAUDAÇÃO SANTISTA……….
SOMOS O SEGUNDO MELHOR TIME DO MUNDO……….PARABENS MENIN OS DA VILA

Sidnei Junior

Análise!

O Santos joga baseado na técnica, principalmente de Neymar e Ganso. Ao passo que, o Barcelona joga o futebol coletivo, baseado no cooperativismo de seus atletas. Jogam com a posse de bola, trocando passes com uma paciência milenar. Não rifam a bola em momento algum. Toques progressivos até chegarem bem próximo a meta adversária. A equipe de Muricy terá que bolar um jeito de reter essa qualidade do time catalão. Em suma, não vai poder jamais abdicar de sua técnica, seu jeito moleque e improvisado de jogar para tentar surpreender o Barça do maestro objetivo Messi. Em contrapartida, ambos apresentam um certo grau de vulnerabilidade na defesa. Sinal de que poderemos ter uma partida com muitos gols, aberta, pois jogam e deixam jogar. Um duelo fantástico, sem sombra de dúvidas. Imperdível!

 Rodrigo Chiaverini

Palmeiras: o fim

 

E, como afirmado antes, o verde-limão continua se comportando como um time pequeno, graças à incompetência total de sua diretoria composta por bananas, liderada pelo banana-mór, Bostafá Katursa…

Não consegue contratar ninguém. Juninho.Willian, Rafael Cruz, são porcarias que costumam jogar em clubes menores. O Kleber, lateral do Intenacional não vem, porque seu salário é alto.

Mas é claro….Qualquer bom jogador tem alto salário…Acima dos 250mil reais.

Não existe  bom e barato.

Bom, sempre é caro…

Quer montar time ? Então paga….

Mas não…o Palmeiras nos últimos dez anos tem se apequenado. Com mentalidade de time de boteco de esquina…Aqueles da várzea…

Desde fins da década de 70 que o Palmeiras não tem dirigentes à altura de um time grande…

Todos que passaram, desde o ladrão do Sacomani até o atual Tirone, não tem estrutura nem para ser o servente de café, quanto mais presidente ou diretor de futebol…

A tendência do Palmeiras é acabar como time de futebol…encerrar as atividades assim como fez o Paulistano, o Ypiranga, o Nacional…E acabando com o futebol, encerrará as atividades como clube, uma vez que nos tempos atuais ser sócio de clube social não dá vantagem nenhuma, uma vez que a maioria dos edifícios da cidade possuem quadras esportiva, piscinas, etc.

Outro fator que mostra o Palmeiras como time pequeno, é a desistência da Fiat em não querer patrocinar mais o time. A empresa simplesmente não quer associar o nome à um time em decadência, cujos torcedores agridem jogadores, e cuja diretoria é totalmente incompetente… Não adianta despedir diretor de marketing por causa disso…a causa é mais complexa, mais profunda…

E não adianta apostar na base, nos cinco nomes mais ou menos em destaque dos juniores.

Vão ser queimados…O Palmeiras não tem time para suportar o lançamento de jovens promessas….Ainda mais com um técnico hoje superado, cuja única tática é mandar o time correr pelas laterais do gramado e centrar para que um poste consiga acertar o gol adversário….além de , claro, depender de algum lance de bola parada para que o Assunção defina o jogo.

Como já reiterado antes, apenas duas soluções : ou vende todo o departamento de futebol para algum milionário árabe ou russo que tenha vontade de investir no futebol brasileiro ou então fecha de vez a área de futebol…

 Norberto

O show acabou para o “Santástico” time da Vila Belmiro

O show acabou para o “Santástico” time da Vila Belmiro, 2011 fechou não com chave de ouro (Pois essa foi do Messi), e sim com um time “Neymar”… nem bom, razoável digamos assim. No decorrer do principal campeonato de nosso país, não ganharam o ritmo necessário pra continuar com aquele futebol ousado dos mata-matas da Libertadores. Diga-se de passagem, é só mais um time do interior do Brasil, que apresenta em seu elenco 2 jovens talentos no início de carreira, que se diferenciam pela capacidade técnica dentre os demais da posição que atuam no país. Ainda tem uns outros 6 que se encaixaram no esquema tático de um técnico que até então seria ótimo para a “Seleção Brasileira”, mas não parou no cargo nos últimos clubes a qual passou, apesar do Currículo vitorioso que mantém. O Santos pode ter elenco pra um Campeonato Paulista, mas novamente sair “bailando” e conquistar novamente a Libertadores, é crer em presente vindo dos céus. O pessoal da diretoria do Santos é que me desculpem, mas valorizaram demais os jogadores, antes da apresentação contra o Barcelona. Agora é sentar, esperar e ver se terão “banco” pras próximas conquistas. Em 2 anos seguidos, venceram 2 competições em cada ano, sendo a Libertadores a maior delas. Gostaria de saber se o Muricy vai pedir reforços, afinal depois do baile de hoje, dificilmente ele vai conseguir ensinar essa zaga voltar a jogar com a cabeça erguida ou esse meio campo a marcar de verdade. Até poderão dizer por aí que o Santos com “Neymar”, “Ganso” e mais 9 não tem pra ninguém. Será!?

Lorenço Macias Nogueira

Santos – ridículo

É isto aí gente.

O Sr. LAOR presidente do Santos vai ter que engolir esta.

Eu achei pouco para este Sr. que se dobrou diante do Sr. Ricardo Teixeira corrupto para não fazer a final da Libertadores no Morumbi, imitando o veto dos seus colegas Sanches, presidente da gambazada e o Tirone, presidente da porcada.

E ainda tem o Neymar nariz empinado, achando que é o melhor do mundo, pensando que é um novo Romário, Ronaldo, Ronaldinho, Kaká ou Rivaldo e até Pelé. Vai ter que comer muita grama se quiser chegar perto destes craques.

Só deu Barça, a peixarada comeu poeira, nem viram a cor da bola, kkkkkkkk. Vão chorar na cama que é lugar quente, chuuuupaaaa.

Salve o Tricolor, o único clube brasileiro TRI-CAMPEÃO MUNDIAL.

Paulo Chagas

A pequenez do Santos não é só do Santos, é do futebol brasileiro.

Ontem, as oito e pouquinho da manhã liguei a televisão e dois times estavam a caminho do campo. De um lado o Santos do outro o temido Barcelona.

O que me chamou atenção naquele momento era o anglo da câmera que apresentava Messi em primeiro e Neymar em segundo plano. Naquele momento percebi que o Santos não seria nada. Neymar olhava para Messi como olhasse um santo, ele de joelhos aos pés do altar.

A jóia, o gênio, o craque. Apequenou-se. O Santos se apequenou. E a soberba do brasileiro em achar que ainda é o melhor time do mundo, ou que tem ainda os melhores jogadores parece que não procede mais. Me chamarão de fatalista, oportunista e diriam que nada falaria se o Santos tivesse ganhado, talvez não falasse. Por ignorância e talvez soberba eu cheguei a dizer pra uns amigos que achava as possibilidades 50/50, achava eu que o santos teria 50% de chances contra o Barcelona, afinal era um jogo só. É não conhecia o Barcelona.

Um jogo só, porém, não podia o Santos esperar um dia ruim do Barcelona. Esperar um dia ruim do adversário é muito pouco para quem quer ser campeão. A joia ainda está em processo de lapidação, e mais, talvez Dunga não devesse mesmo levar a dupla da Vila para a copa.

O Barcelona nos deu muitas lições, a primeira, nossos craques não são tão craques assim, a base é fundamental, continuidade também, principalmente humildade.

Messi não usa brinco, não tem um corte de cabelo excêntrico e nem egocêntrico, também nem se preocupa em dar entrevista.

A verdade é que Messi e o Barcelona, falam pouco e jogam muito.

Pablo Souza