Indignação.

Eu como torcedor que sempre estou em todos os jogos,estou triste diretoria deveria dar mais valor,por exemplo,ficou com o Adriano,temDouglas no banco que não faz nada,e manda no nosso Lidshow embora,que se sacrificou jogando com dores,pelo menos deveria ter consiração pelo mesmo e ficar com ele,nem tentaram,..vai buscar o Adriano de volta,…fala verdade.. 

André William

Liçao de Casa!!!

            Táchira (Venezuela), Nacional (Paraguai), Cruz Azul (México), Emelec (Equador), Vasco da Gama (Brasil), Santos (Brasil) e Boca Juniors (Argentina), muito obrigado pela participação de vocês no caminho invicto do Corinthians na Taça Libertadores de América de 2012, cada um desses times cravou um diamante em nossa taça e agora farão parte da nossa história. Foram adversários incríveis, e deram enorme grandeza a nossa conquista, obrigado também aos árbitros e auxiliares, que pouco erraram e assim não deram chance aos críticos falastrões de plantão.

            Notem que eu disse adversários, não inimigos, pois assim deve ser e continuar sendo sempre no futebol, por isso não deve haver ódio, como muitos pregam nas ruas, no trabalho e na internet.

            Graças a Deus, tenho amigos que torcem pelo Santos, São Paulo, Palmeiras e outros clubes, nada, absolutamente nada, faria com que eu abrisse mão desses amigos, por isso não os ofendo por suas escolhas esportivas, aqui não cabe o ódio, se hoje estou feliz, amanhã serão eles.

            Esperei vinte anos para encher o peito pela primeira vez para gritar: “É CAMPEÃO” em 1977, e cinquenta e quatro para ver a Libertadores, os títulos chegaram e me enchem de orgulho desse time que escolhi para torcer e aplaudir e amar.

            Quantas lições de casa aprendemos ao longo da vida: primeiro não dizer a palavra nunca quando nos referimos ao futuro, depois a paciência e perseverança, pois tudo um dia chega.

            Hoje é o nosso dia de comemorar, amanhã será o de outras torcidas, e assim vamos, nos divertindo com respeito e honra e acima de tudo, sem ofensas à moral, à raça, à religião, à classe social ou ao bairro onde mora cada um, há ricos, pobres, negros, brancos, índios, orientais, cristãos, judeus e muçulmanos torcendo para todos os times e cada um deve ser respeitado pelo ser humano que é.

Saudações Corinthianas!!!

Domingos

Corinthians

Como fizemos para conquistar a LIBERTADORES/2012 NA VISÃO DE UM CHEF DE COZINHA: Primeiro os petiscos da América (Dep.Tachira, América e Nacional), depois um bom OMELET Equatoriano, em seguida um bacalhau à Carioca e um peixe à paulista.Para completar, foi só FECHAR O BOCA. Receita do Chef EMERSON, devidamente aprovada por nós CORINTHIANOS, e em especial por mim.

Luís Carlos de Almeida Pimentel

A história foi escrita.

É com muito orgulho, que escrevo este texto. Finalmente, somos campeões da Libertadores. Com uma equipe sem estrelas, mas unida e solidária. Não somente 11 jogadores, mas sim, um elenco, um conjunto com 30 jogadores, sabendo que todos tem a mesma importância para o time. Isso graças ao técnico Tite, que com a sua forma de comandar e incentivar conseguiu montar esse grande elenco. 

Agora, não só a cidade de São Paulo e sim o Brasil estão em festa. Mais de 30 milhões de ‘loucos’ se libertaram e agora podem gritar: “Somos Campeão da Libertadores!”.

Esse título é resultado da união do grupo, de trabalho – muito trabalho – perseverança e competência de todos os envolvidos.

“O Corinthians é o Brasil na Libertadores”. Não. Não somos e nunca queremos ser. O Corinthians é o Corinthians e sempre será na Libertadores. 

E vocês ‘Antis’…Vocês acham que torcem por um time. Mas não. Vocês fazem parte de uma torcida sem nome, sem bandeira e sem grito. Após essa conquista, vocês perderam a sua principal piada.

 Somos brancos, negros, pardos…Mas quando juntos somos um só: Somos Corinthians!

É com lágrimas nos olhos, que escrevo esta última estrofe. Depois de tanto sofrimento, é com muito orgulho e certeza de que merecemos, que comemoro este título.

Comemore corintiano. Hoje o dia é seu. Grite com toda a sua força, o que estava entalado há muito tempo. Parabéns aos jogadores, comissão técnica e diretoria. Mas acima de todos, um parabéns especial, para você torcedor corintiano. Que nunca abandona o time e sempre está junto torcendo e incentivando, seja nos momentos felizes ou tristes. A história foi escrita. 

Vai Corinthians!

 Campeão da Copa Santander Libertadores 2012. 

Murillo Rodrigues de Campos