Futebol/Amistoso - ( )

Vasco faz festa de despedida de Edmundo contra o Barcelona-EQU

Gazeta Press Rio de Janeiro (SP)

A quarta-feira será de emoções em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ). O Vasco faz a festa de despedida do futebol do atacante Edmundo às 19h30 (de Brasília) enfrentando o Barcelona de Guayaquil, do Equador, em um amistoso que promete ter o estádio lotado e muita idolatria. O Animal, como é chamado carinhosamente pelos vascaínos, encerra a sua brilhante carreira, iniciada em 1991 no próprio Cruzmaltino, depois de passagem relâmpago pelas categorias de base do Botafogo.

Edmundo defendeu outros clubes do futebol brasileiro, como Palmeiras, Corinthians e Flamengo, mas foi com a camisa do Vasco que mais se identificou, vivendo sua melhor fase em 1997, quando conquistou o título do Campeonato Brasileiro e terminou a competição como artilheiro, com 29 gols marcados. Pelo clube carioca ele também foi campeão estadual em 1992.

“Entrar em campo e reencontrar a torcida do Vasco será algo muito emocionante. Confesso que os momentos antes da partida estão sendo de grande ansiedade e por isso mesmo não vejo a hora de chegar o momento do jogo. Fui muito feliz em São Januário e defendendo essa camisa. Portanto, espero ter mais uma noite de alegria”, disse Edmundo.

A escolha do adversário para este amistoso foi feita pelo próprio Edmundo, que quis enfrentar o Barcelona, rival do Vasco na final da Copa Libertadores de 1998, conquistada pelos brasileiros. Ele não disputou aquela competição porque se transferiu antes para a Fiorentina, da Itália, e, portanto, pretende viver um pouco a partida que sempre quis disputar, mas ficou de fora.

“Pensei em qual jogo gostaria de ter disputado com a camisa do Vasco e não consegui. Foi justamente aquela decisão contra o Barcelona, pois se tratava do grupo que tinha ganho o Brasileiro do ano anterior. Vou realizar um pouco deste sonho agora”, afirmou Edmundo.

Neste amistoso Edmundo vai jogar ao lado de dois companheiros que fizeram parte da vitoriosa campanha de 1997. São eles os meias Juninho Pernambucano e Felipe, que na época jogava de lateral esquerdo.

“Tenho que agradecer ao Edmundo pelo meu primeiro título com o Vasco, pois em noventa e sete conquistamos praticamente graças a ele, o melhor do mundo, sem dúvida, naquele ano. Aprendi com ele a ter vontade de vencer, era altamente competitivo, tinha um natural de lutar, transmitia isso para os companheiros sem falar nada, apenas com seus gestos", revelou Juninho Pernambucano.

O meia também falou da identificação de Edmundo com o Vasco e analisou seu estilo de jogo. "Edmundo teve uma identificação muito rápida com o clube. Tudo que recebe até hoje da torcida é com muito merecimento. Foi um jogador que unia técnica e força, mas que com o passar dos anos foi ficando ainda mais artilheiro. Ele fazia de tudo pelo Vasco. Espero que essa seja uma noite de muitas alegrias, que ele aproveite muito e saia de São Januário feliz, pois merece o carinho e o reconhecimento de todos”, comentou.

Cristóvão Borges, técnico do Vasco, não confirmou a escalação que vai a campo, mas a tendência é todos os jogadores do elenco participarem um pouco da festa.

Já o Barcelona veio ao Rio de Janeiro com uma formação composta por reservas e será dirigido por Carlos Gruezo e Flavio Perlaza, auxiliares do técnico Luis Zubeldía. Tudo porque nesta quarta-feira tem jogo contra El Nacional pelo Campeonato Equatoriano. Por esta competição, no fim de semana o time goleou o Olmedo por 4 a 0 e figura na quarta posição.

Para mostrar que está disposto a prestigir o evento, o Barcelona também prestou uma homenagem. Nicolás Ascencio, atacante que atualmente defende o modesto Espoli, do Equador, foi convidado para defender o Barcelona neste jogo, uma vez que na Libertadores de 1998, quando defendia o clube amarelo, foi considerado um dos melhores jogadores daquele torneio.

“Vai ser fantástico reencontrar o Vasco e reviver um pouco aqueles momentos de noventa e oito. Espero contribuir para que São Januário tenha uma bela festa”, disse Ascencio.

Dos atletas considerados titulares do Barcelona participarão do jogo apenas o zagueiro Brayan de La Torre e o atacante Jorge Ladines, que não podem participar do jogo do meio de semana pelo Campeonato Equatoriano por estarem suspensos.

FICHA TÉCNICA
VASCO-BRA X BARCELONA-EQU

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 28 de março de 2012 (Quarta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (FIFA-RJ)
Assistentes: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Jackson Lourenço (RJ)

VASCO: Fernando Prass; Fágner, Dedé, Renato Silva e Thiago Feltri; Nilton, Fellipe Bastos, Felipe e Juninho Pernambucano; Edmundo e Alecsandro
Técnico: Cristóvão Borges

BARCELONA-EQU: Jorge Pinos; Alarcón, Gómez, Brayan de La Torre e Jara; Wilfrido Vera, Janny Bueno Toro, Quiñónez e Luis García Anchundia; Jorge Ladines e Nicolás Ascenci
Técnico: Carlos Gruezo e Flavio Perlaza

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade