Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Roger rescinde contrato com o Cruzeiro e se emociona na despedida

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O armador Roger não é mais jogador do Cruzeiro. Após uma reunião nesta terça-feira, a diretoria do clube e o atleta chegaram a um acordo para rescisão de contrato. O vínculo de Roger terminaria no final da temporada, e a intenção da Raposa seria de não renovar com Roger. Desta forma, o clube entendeu que seria melhor liberar o jogador para buscar outro time.

Roger disputou 99 partidas com a camisa do Cruzeiro, marcou 12 gols e conquistou o título do Campeonato Mineiro de 2011. Sua estreia foi no dia 20 de fevereiro de 2010, na vitória de 3 a 1 sobre o Atlético-MG, no Mineirão, pelo Estadual. Naquela oportunidade, o meia entrou no segundo tempo, cobrou o escanteio para o segundo gol e ainda marcou o terceiro, em um chute forte de fora da área.

Na despedida do Cruzeiro, Roger ficou emocionado. “É difícil tomar essa decisão. Quando eu vim para o Cruzeiro, eu disse que era um sonho vestir a camisa do Cruzeiro. E eu vivi intensamente este sonho. Infelizmente, hoje foi o dia de acordar. Tenho certeza que vivi grandes momentos aqui, sou muito grato ao povo mineiro, que me abraçou de uma forma muito carinhosa, fui muito feliz vivendo em Minas Gerais, em Belo Horizonte”, disse.

Roger afirmou que guarda muito carinho pelo Cruzeiro e que a decisão de encerrar o contrato foi em conjunto com a diretoria. “Eu sou um cara muito emotivo, que gosto de viver a minha vida com desafios e muito amor. Recentemente, conversamos sobre o meu contrato, e chegamos a uma decisão. Passei a amar essas cores e este clube e, junto com a diretoria, achamos que o melhor caminho a ser tomado era estancar esse vínculo, e não esperar se passar mais seis meses. Estou muito triste, mas feliz por sair dessa maneira”, declarou.

O jogador ainda agradeceu algumas pessoas que o ajudaram no Cruzeiro, em especial ao supervisor de futebol, Benecy Queiroz. “Trouxe o Benecy aqui, porque foi um cara que me identifiquei e pedi a presença dele aqui hoje, para que ele pudesse me ajudar nesse momento. Queria agradecer ao presidente Zezé Perrella, que fez com que esse sonho virasse realidade. Continuo com muitos amigos aqui, não vou deixar de frequentar esse clube, e nem essa cidade e este estado, que passei a amar. São lembranças inesquecíveis", disse.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade