Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Criciúma fica duas vezes atrás, mas alcança a vitória aos 50 minutos

Criciúma (SC)

O Criciúma ficou duas vezes atrás no placar, mas não desistiu e já aos 50 minutos de jogo alcançou a vitória sobre o Ipatinga, por 3 a 2, no Heriberto Hulse. Zé Carlos, que marcou o primeiro do time da casa, foi o herói do jogo ao subir mais que todo mundo e garantir a vitória nos acréscimos.

Com o resultado, o Criciúma foi a 18 pontos, ultrapassou América-RN e América-MG, e voltou à liderança. Já o Ipatinga, que ainda não venceu sob o comando de Mazola Júnior, manteve os quatro pontos e está na zona de rebaixamento.

Como já era de se esperar, o Criciúma começou melhor a partida e teve chances de abrir o placar. Primeiro com Ezequiel partindo em velocidade pela ponta direita e batendo cruzado, depois quando Nirley aproveitou cruzamento de Lucca na segunda trave e cabeceou com muito perigo.

Em seguida, porém, aos 18 minutos, Leandro Brasília arriscou de longe e a bola parou no meio do caminho, mas encontrou Wellington Bruno que, cara a cara com o goleiro, só teve que escolher o canto para abrir o placar para o Ipatinga.

O gol foi o único bom momento dos visitantes no primeiro tempo. O Criciúma seguiu pressionando e teve três chances incríveis para empatar antes do intervalo: em chute de longe de Diego Felipe que tirou tinta da trave, em cruzamento errado de Lucca quas'e enganando o goleiro adversário e em belíssima jogada individual de Márcio Diogo que Douglas salvou.

No segundo tempo, contudo, a defesa mineira não resistiu e o Criciúma chegou ao empate logo aos dois minutos. Marlon cruzou, Lucca ajeitou de peito e Zé Carlos mandou uma bomba no cantinho do goleiro. Apesar de muito comemorada, a igualdade no placar não satisfazia plenamente os donos da casa que saíram em busca da virada. E até tiveram bastante chances para isso, mas não souberam aproveitá-las.

O Ipatinga, por sua vez, soube aproveitar os contra-ataques e foi em um deles que o time voltou a balançar a rede, já aos 40 minutos de jogo, quando Marcinho disparou pela esquerda, passou pela marcação e cruzou para Laércio só empurrar para o gol. A vitória estava bem encaminhada, mas não sacramentada. E, aproveitando um vacilo da zaga adversária, André Gava testou de cabeça para empatar.

O gol incendiou o Heriberto Hulse. Com os torcedores enlouquecidos, o time foi para o tudo ou nada e conseguiu tudo: Já aos 50 minutos, Zé Carlos aproveitou cobrança de falta e garantiu a vitória e a liderança para o time de Paulo Comelli.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade