Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Criciúma arranca empate do ABC nos acréscimos e se mantém na ponta

Natal (RN)

A noite de terça-feira não começou bem para o Criciúma com o triunfo do Vitória sobre o ASA-AL, e poderia ter terminado pior ainda se Zé Carlos não salvasse o time de perder a liderança para o Rubro-negro de Salvador. Nos acréscimos da partida, o jogador marcou e garantiu o empate por 2 a 2 com o ABC-RN.

Com o resultado, o Tigre foi a 26 pontos, ficando um a frente do Vitória e do América-MG. Já o ABC-RN foi a 10 pontos. A equipe tem a chance de subir de vez na tabela de classificação e se afastar da zona de rebaixamento no próximo sábado, quando enfrentará o Bragantino, fora de casa, pela 12ª rodada da competição. No mesmo dia, o Criciúma duela com o Paraná, no Heriberto Hulse.

Quem foi ao Frasqueirão na noite desta terça-feira não se arrependeu. Pelo menos a primeira etapa reservou emoção para ambos os lados do duelo, do primeiro ao último minuto. A torcida ainda se acomodava na arquibancada e os times ainda trocavam passes timidamente, quando Renatinho Potiguar caiu dentro da área e o árbitro marcou pênalti para o ABC-RN, aos quatro minutos. O grito de gol, contudo, não saiu. Washington cobrou rasteiro, no canto esquerdo, onde o goleiro Douglas pulou para espalmar.

Não bastasse a penalidade desperdiçada, os alvinegros ganharam mais motivos para lamentar cinco minutos depois. Fransérgio recebeu a bola pelo meio e, livre de marcação, foi avançando até o momento que resolveu chutar, acertando o canto esquerdo de Andrey, que só ficou olhando os adversários abrirem o placar.

Arte GE.Net
A chuva que caia sob o Frasqueirão aumentou, elevando também o número de faltas. Sem diminuir o ritmo da partida apesar do gramado pesado, os jogadores de ambas as equipes abusaram de violência para pararem as jogadas. Aos 32 minutos, Elias, o mesmo que cometera pênalti em Renatinho Potiguar, derrubou Adriano, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso de campo, em lance que gerou bastante reclamação por parte dos catarinenses.

A revolta poderia ter cessado aos 39 minutos, quando Zé Carlos dominou dentro da área, girou sobre a marcação e bateu cruzado, arrancando tinta da trave adversária. Em resposta, Jerson mandou uma bomba da intermediária que obrigou Douglas Leite a saltar para espalmar para escanteio. No lance seguinte, os mesmos protagonistas, mas com final diferente: Jerson arriscou da entrada da área e mandou no canto direito, empatando o duelo para o ABC-RN.

O segundo tempo foi mais estudado por ambos os times, que voltaram diferentes do intervalo. No ABC-RN, Léo Gamalho substituiu Washington, enquanto que Válber deu lugar a Diego Oliveira no Criciúma. Com pouca movimentação e muitas faltas, o jogo só foi voltar a ter emoção aos 15 minutos, no momento em que Adriano aproveitou cruzamento de Bileu para chutar no contrapé de Douglas Leite e virar o placar para os anfitriões.

O gol deu moral para o ABC-RN, que esteve mais perto de marcar o terceiro do que de levar o empate. Douglas Leite, contudo, salvou o Criciúma de estrago maior ao defender novo chute de Adriano. Mas, já perto do fim, nos acréscimos da partida, Zé Carlos aproveitou cruzamento e cabeceou para o fundo da rede, garantindo o empate no Frasqueirão.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade