Jogos Olímpicos 2012/Futebol - ( - Atualizado )

Blatter cobra Dilma por atrasos, mas aposta no sucesso da Copa-2014

Londres (Inglaterra)

Em Londres para participar da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, marcada para sexta, a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, encontrou-se nesta quinta com o mandatário da Fifa, Joseph Blatter, para discutir os preparativos do País, visando a Copa das Confederações, em 2013, e a Copa do Mundo em 2014.

Durante a conversa, o suíço ressaltou sua confiança no planejamento brasileiro, mas lembrou que ainda há cidades atrasadas em suas obras. “Temos algumas sedes que ainda estão marcadas no vermelho. Mas elas logo podem ficar no amarelo, e depois no verde. Não estou preocupado, pois sei que o Brasil irá realizar uma grande Copa do Mundo”, ressaltou Blatter, sem revelar quais são estas sedes.

A questão dos atrasos nas obras no Brasil chegou a gerar um ruído no relacionamento entre o governo brasileiro e a Fifa no começo deste ano. Jêróme Valcke, secretário-geral da entidade, alegou que o País deveria receber um “chute no traseiro”, por conta da demora no desenvolvimento das obras para as duas competições.

O discurso gerou o incômodo do ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, e o político chegou a pedir para que Valcke não tivesse mais relações com o governo. Após um pedido de desculpas da entidade, porém, as partes voltaram a se relacionar e, segundo Rebelo, Fifa e Brasil atualmente possuem uma relação de “cooperação”.

Divulgação
Blatter e Dilma Rousseff se encontraram nesta quinta-feira, em Londres (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)
Blatter fez a cobrança nesta quinta por conta da Copa das Confederações, torneio que o País irá sediar “já em 2013” e que ele não considera ser apenas um ensaio para o Mundial. A conversa com Dilma não fazia parte da agenda da presidente em Londres, e foi marcada de última hora.

“Fiquei satisfeito em encontrar Dilma Rousseff. Decidimos no começo do ano que iríamos nos encontrar mais regularmente, em nível presidencial”, disse Blatter, em sua página no Twitter. “Expressamos confiança mútua nesta reunião. Juntos, vamos realizar uma Copa das Confederações muito animadora e uma Copa do Mundo excepcional, em 2014”, acrescentou o dirigente, no microblog.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade