Jogos Olímpicos de Londres 2012/Futebol feminino - ( - Atualizado )

Brasileiras destacam lado positivo de derrota “na hora certa”

Londres (Inglaterra)

A feição de cada jogadora após o término da partida desta terça-feira mostrava que ninguém gostou de ter perdido por 1 a 0 para a Grã-Bretanha. A Seleção Brasileira, no entanto, soube ver o lado positivo do revés que aconteceu na última rodada da fase de grupos dos Jogos Olímpicos de Londres, onde ainda se pode perder.

"A equipe está junta. Perdeu todo mundo junto, mas no momento certo. Não era mata-mata, não era disputa de medalha. Agora temos que ficar tranquilas e estudar o próximo adversário. Não viemos para cá à toa e essa derrota não põe tudo a perder. Tomamos um gol de bobeira, no começo do jogo. Se não fosse isso, teríamos empatado", analisou a atacante Cristiane, uma das poucas que levou perigo ao gol adversário.

Marta, por sua vez, passou longe de ser aquela que já foi eleita por cinco vezes a melhor jogadora do mundo. A camisa 10 do Brasil tocou pouco na bola e seu principal lance ocorreu na metade do segundo tempo, quando invadiu a área pela esquerda e chutou cruzado, obrigando a goleira britânica a defender com os pés.

"Ninguém gosta de perder, eu odeio perder. Mas não está tudo perdido. A gente está classificado e vai decidir no próximo jogo. Temos que aprender com os nossos erros", avisou Marta.

O Brasil entrou em campo nesta terça-feira já classificado devido às vitórias sobre Camarões e Nova Zelândia e garantiria a melhor campanha da primeira fase com um empate diante da Grã-Bretanha. Com a derrota para as anfitriãs, a Seleção faz as quartas de final contra o Japão. Mas Jorge Barcellos vê um lado positivo em enfrentar as atuais campeãs do mundo.

"O Japão é um adversário forte assim como o Brasil, os Estados Unidos e a Grã-Bretanha. Se a gente passar, iremos com mais força e muito moral para as semifinais", apostou o treinador brasileiro. O jogo com as japonesas está marcado para as 13 horas (de Brasília) desta sexta-feira. Grã-Bretanha e Canadá, Estados Unidos e Nova Zelândia, e Suécia e França são os outros duelos de quartas de final.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade