Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Dirigente rebate Fábio Costa: “Aguardamos uma proposta concreta"

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

Afastado do elenco principal do Santos, o goleiro Fábio Costa reclamou, em entrevista na última segunda-feira ao SporTV, um posicionamento do clube a respeito de sua situação. O experiente arqueiro pediu que o “revanchismo” seja deixado de lado e ele possa seguir a sua carreira, seja defendendo o Peixe ou outra equipe.

Indagado sobre o assunto, o gerente de futebol santista, Nei Pandolfo, rebateu as declarações de Fábio Costa. “Isso não procede. Nós tivemos uma reunião com o Fábio no início do ano. Ele está treinando em separado. Nós deslocamos um profissional só para treiná-lo, especificamente, com campo e bola à disposição. Ele está recebendo todas condições de trabalho”, afirmou o dirigente, que apontou a falta de propostas pelo goleiro como a principal razão para a condição vivida pelo atleta.

Segundo Pandolfo, a única oferta que chegou ao clube por Fábio Costa veio do Paraná Clube. Porém, como o Tricolor Paranaense desejava que o Santos lhe auxiliasse, pagando metade dos seus vencimentos mensais durante o empréstimo, a negociação não foi concretizada.

“Os valores atrapalharam. O Paraná não tinha condições de arcar com uma parte do salário maior e queria que nós arcássemos com o restante. Não houve um acerto financeiro e a transação acabou não dando certo. Nós estamos aguardando alguma outra proposta mais concreta para que o Fábio volte a trabalhar. Sabemos que esse é o interesse dele”, concluiu.

Campeão brasileiro, em 2002, e bicampeão paulista (2006 e 2007) com a camisa 1 do Peixe, Fábio Costa possui contrato até o final de 2013 com o time da Vila Belmiro.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade