Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Cuca vê Atlético-MG com falhas nas finalizações e em noite ruim

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O técnico Cuca culpou os erros de finalizações como responsável pelo resultado ruim do Atlético-MG contra o xará goianiense nesta quarta-feira, no Serra Dourada. O treinador alvinegro afirmou que a noite não era do Galo, que poderia continuar atuando durante várias horas que não conseguiria mudar o placar de 1 a 1, mesmo jogando com um jogador a mais, após a expulsão de Joílson.

“Era uma noite que poderíamos jogar até agora que não íamos ganhar. Não ia porque o momento de ganhar o jogo foi quando empatou e perdemos muitos gols. Tivemos três bolas na trave, pecamos muito na finalização, perdemos gols incríveis. Se fizéssemos 2 a 1, o adversário ia sair para o jogo e poderíamos fazer o terceiro. Mas o adversário tem seus méritos também, foram valentes no segundo tempo e usaram a defesa e estão certos”, disse.

Sem conseguir furar o bloqueio defensivo armado pelo Atlético-GO, Cuca tentou usar as peças do banco de reservas, mas não conseguiu mudar a história da partida. “Tentamos abrir com Carlos César na direita e o Escudero na esquerda, para fazer um dois pelos lados com os laterais. Depois entrou o Richarlyson para ser mais agudo. Não fomos felizes. Hoje, nem as trocas foram boas”, comentou.

O comandante atleticano lamentou o empate contra o Dragão, mas lembrou que o ponto conquistado fora de casa pode ser importante na sequência do Brasileiro. “Fora de casa, levamos um pontinho. Não era o que a gente queria. Eles (jogadores) têm o direito de perder gols um dia. O melhor ataque da competição hoje não foi bem”, afirmou.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade