Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Com gol de Paulo André, Corinthians vence Internacional e embala

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O Corinthians superou os desfalques e obteve mais uma vitória neste Campeonato Brasileiro. Na noite desta quinta-feira, no estádio do Pacaembu, o Timão aproveitou o gol do zagueiro Paulo André para vencer o Internacional por 1 a 0.

Com o resultado positivo, o clube paulista embalou na competição, com nove jogos sem derrotas, e assumiu o nono lugar do Nacional, com 24 pontos. O Colorado, por sua vez, desperdiçou a oportunidade de alcançar a zona de classificação para a próxima Copa Libertadores, pois permanece com 30 pontos, no quinto lugar.

De quebra, o clube paulista ainda acabou com a invencibilidade do técnico Fernandão à frente do Colorado. O ex-atacante carregava um retrospecto de seis jogos sem derrotas no clube.

O técnico Tite colocará novamente sua equipe em campo no domingo, às 16 horas (de Brasília), no clássico contra o Santos, na Vila Belmiro. Já o clube gaúcho tem compromisso no mesmo dia, às 18h30, novamente na capital paulista, desta vez contra a Portuguesa, no Canindé.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Paulo André marcou de cabeça o único gol da partida desta quinta-feira, do Corinthians contra o Internacional
O jogo: O técnico Tite avisou com antecedência que o Corinthians teria problemas de entrosamento no sistema ofensivo e, durante todo o primeiro tempo, Adílson e Martínez realmente pouco produziram. O argentino, principalmente, ficou apagado durante os 45 minutos iniciais, melhorando na segunda etapa.

Enquanto isso, o Inter apostou toda sua esperança nos cruzamentos para o estreante Rafael Moura, assustando os donos da casa logo aos 40 segundos de partida, quando Nei alçou da direita e o atacante apareceu livre, atrás da zaga, para mandar de cabeça para as redes, mas o árbitro assinalou impedimento do jogador.

Logo depois, aos três minutos, o Alvinegro respondeu. Adílson dominou pela esquerda e bateu rasteiro, fraco, mas Muriel deu rebote para o meio da área. Danilo tentou chegar para finalizar e foi abafado pelo goleiro, que se redimiu do erro.

Com uma forte marcação no meio-campo por parte das duas equipes, o Colorado voltou a levar perigo, desta vez em bola parada. Jajá bateu escanteio com efeito e quase marcou um gol olímpico, mas o goleiro salvou ao tirar de soco. Com o adversário melhor em campo, o Corinthians só voltou a atacar de forma efetiva no meio da etapa, no lance em que Adílson foi travado na hora do chute, ao receber na esquerda da área.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Fernandão deu adeus à invencibilidade no comando do Internacional com a derrota desta quinta-feira
Na jogada seguinte, Ralf arriscou batida da intermediária e viu a defesa do goleiro. Apesar de mais organizado, o Inter também pouco fez para assustar Cássio, pois insistiu nas bolas alçadas. Aos 34, Rafael Moura chegou à linha de fundo pela esquerda e cruzou na pequena área. Cássio deixou a meta e interceptou, antes de Elton completar.

Apesar de as equipes não terem passado por alterações, o segundo tempo começou em um ritmo mais acelerado. Jajá fez lançamento em profundidade para Fred, que ganhou da zaga na corrida, mas Cássio deixou o gol para afastar com um chute forte. Do outro lado, Muriel deixou a bola escorregar ao defender cobrança de falta e Adílson chegou para aproveitar, mas o goleiro foi rápido para desfazer a falha.

Mesmo com as jogadas do começo, o jogo perdeu emoção na sequência, e o técnico Tite decidiu alterar a linha de frente, com Giovanni na vaga de Adílson. Mas, diante do bloqueio colorado, a alternativa foi arriscar de longe, em chute de Willian Arão, defendido por Muriel.

Arte GE.Net
Do outro lado, Fernandão também mudou o Inter. Fred deixou o jogo para a entrada de Dátolo. Porém, o Internacional cochilou atrás justamente no tipo de jogada que mais utilizou na frente. Aos 23 minutos, Douglas cobrou falta para a área e viu Paulo André subir mais que a defesa para desviar para as redes.

Na tentativa de reagir, Fernandão fez duas mudanças na sequência. Lucas Lima e Mike entraram nas vagas de Jajá e Kleber, respectivamente. A torcida do Corinthians, por outro lado, passou a pedir a entrada do chinês Zizao, mas o técnico Tite ignorou os apelos e viu seu time administrar sem grandes sustos o resultado.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade