Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Felipão confessa interesse em Guilherme, da Lusa, e lateral do JEC

Rio de Janeiro (RJ)

O técnico Luiz Felipe Scolari ainda não sabe se renovará seu contrato com o Palmeiras para 2013, mas já desenvolve o planejamento visando a Libertadores do próximo ano. Após a vitória sobre o Botafogo, no Engenhão, o gaúcho confessou ter pedido dois atletas à diretoria do Verdão: Guilherme, da Portuguesa e que chegou a flertar com o Corinthians, além de Eduardo, lateral do Joinville.

“O Guilherme agrada e muito. Eu trabalho pelo Palmeiras, ainda não sei se minha permanência acontecerá, mas preciso montar o planejamento para 2013. Ele foi solicitado à direção por sua qualidade. Tomara que isso aconteça. É um segundo homem de meio muito bom”, elogiou.

Para que o negócio evolua, Scolari chegou a dizer que aceitaria a ajuda de algum grupo, para comprar os direitos do volante e o colocá-lo no Verdão. Neste Brasileiro, o atleta da Lusa realizou seis partidas, uma abaixo do limite para se transferir a outra equipe da Série A nacional, o que poderia fazê-lo atuar pelo Verdão ainda em 2012.

Desta forma, o meio-campista não tem atuado na equipe do Canindé, pois sonha com a transferência. O primeiro interessado foi o Corinthians, mas as divergências entre as duas diretorias fizeram com que o negócio não fosse viabilizado. O jogador também recusou uma proposta do futebol russo, segundo seu agente, Wagner Ribeiro.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Jogador da Lusa, Guilherme quer sair do time rubro-verde e Felipão elogiou o atleta, já de olho na Libertadores
Eduardo, por sua vez, disputa a Série B com o Joinville, que briga por uma vaga no G-4 da competição. O atleta de 26 anos é uma opção por conta da saída de Cicinho, para o Sevilla. O atual reserva de Artur é Luiz Gustavo, atleta da base palmeirense e zagueiro de origem, que vem sendo utilizado por Felipão nos treinos como lateral direito.

O treinador disse ter gostado das atuações do possível reforço na Série B e passou sua posição para a diretoria. Eduardo, inclusive, já falou em tom de despedida no time catarinense. Para tirar o atleta do Joinville, o Palmeiras precisaria desembolsar R$ 2 milhões. César Sampaio, gerente de futebol do Verdão, porém, ainda adota postura cautelosa e diz não haver nada certo.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade