Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Corinthians sai na frente e cede empate, mas segura Fluminense

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Fluminense e Corinthians empataram por 1 a 1 na noite desta quarta-feira, no Engenhão, em jogo válido pela primeira rodada do segundo turno do Campeonato Brasileiro. Com o ponto conquistado, o Tricolor das Laranjeiras chegou aos 43, um a menos do que o líder Atlético-MG. Já o Corinthians somou 25 pontos e está na 12ª posição.

O resultado acabou se tornando um castigo para a equipe carioca, que dominou durante os 90 minutos e procurou de forma incessante o gol. O Corinthians entrou com um esquema defensivo e, depois de sair na frente com um gol de Emerson, abdicou completamente do ataque, limitando-se a defender o resultado. Acabou sofrendo o gol de empate com Fred, mas, mesmo assim, não saiu para buscar um resultado melhor, mostrando que estava plenamente satisfeito com o empate.

Na próxima rodada, o Fluminense enfrentará o Figueirense, no Orlando Scarpelli. O Corinthians receberá o Atlético-MG, no Pacaembu.

O jogo: O Corinthians partiu para o ataque assim que a partida foi iniciada. O atacante Emerson arrancou em velocidade e bateu cruzado, sem levar perigo para o gol defendido por Diego Cavalieri.

O lance não assustou o Fluminense, que passou a exercer pressão sobre a defesa paulista. Aos três minutos, Carlinhos penetrou pela esquerda, dividiu com Alessandro e caiu pedindo pênalti, mas o árbitro nada marcou. Dois minutos depois, após troca de passes na entrada da área, Fred fez o pivô e recuou para Thiago Neves, que chutou sem qualquer direção. Aos seis minutos, foi a vez de Wellington Nem concluir para fora, depois de bom passe de Wagner.

Dhavid Normando/Photocamera
Cássio não conseguiu evitar o gol do empate de Fred na partida desta quarta-feira, no Engenhão
A partida ficou truncada por causa da forte marcação das duas equipes, que resultavam em sucessivas faltas. O time paulista preferia apostar nos lançamentos longos para Romarinho e Emerson, que não conseguiam levar vantagem sobre a zaga carioca. Já a equipe dirigida por Abel Braga trocava passes para tentar encontrar espaços na defesa do Timão.

Aos 17 minutos, o Fluminense teve a sua primeira grande oportunidade, quando Wellington Nem foi lançado em profundidade, ganhou da zaga e bateu forte para grande defesa de Cássio.

O Fluminense continuava com mais posse de bola, mas encontrava alguma dificuldade para penetrar na zaga da equipe paulista, que se preocupava com a marcação e pouco se arriscava no ataque.

Mesmo atuando sem muitas ambições ofensivas, a equipe dirigida por Tite marcou o primeiro gol, aos 36 minutos. O meia Wagner perdeu a bola para Ralf, quando a equipe carioca estava saindo para o ataque. Ralf avançou e rolou para Emerson, que penetrou e bateu forte de esquerda. A bola ainda desviou em Gum, que chegava para a cobertura e encobriu o goleiro Diego Cavalieri.

Logo depois, Wagner teve a chance de se recuperar da falha, aos 38 minutos, quando Bruno cruzou da direita, a defesa rebateu mal e o meia tricolor chegou batendo de primeira, mas a bola saiu, dando grande susto ao goleiro Cássio, que estava batido no lance. Aos 44, foi a vez de Jean chutar de longe e obrigar Cássio a defender parcialmente. Wellington Nem tentou aproveitar o rebote, mas o árbitro marcou impedimento do atacante.

Os dois times voltaram sem mudanças para o segundo tempo, e o Fluminense, seguindo orientações do técnico Abel Braga, buscava penetração pelas laterais para evitar o forte bloqueio feito pelo time paulista na entrada da área. Aos três minutos, Romarinho levantou a perna ao aliviar o perigo e acabou acertando o rosto de Leandro Euzébio, que tentava cabecear. Os tricolores pediram pênalti, mas o árbitro considerou o lance como normal e mandou o jogo seguir.

O Fluminense continuava dominando a partida, mas não conseguia criar chances claras para marcar. Já a equipe comandada por Tite não abandonava a sua postura defensiva, limitando-se a afastar o perigo, sem construir jogada ofensiva. Até Romarinho e Emerson recuavam para dar combate na sua intermediária, enquanto os meias Danilo e Douglas praticamente não apareciam na armação, funcionando apenas como auxiliares de Ralf e Paulinho na marcação.

Aos 15 minutos, depois de cobrança de escanteio, a bola sobrou para Carlinhos, que tentou encobrir o goleiro Cássio, mas não teve sucesso. Um minuto depois, Bruno cruzou e Thiago Neves entrou livre para cabecear, mas jogou a bola por cima da trave, perdendo uma boa chance de empatar.

Aos 17 minutos, o Corinthians chegou pela primeira vez com perigo na etapa final, em cruzando de Alessandro, que quase complicou Diego Cavalieri, que soltou a bola e depois teve que se empenhar para recuperá-la.

Aos 20 minutos, Abel Braga cansou da ineficiência ofensiva e trocou o zagueiro Gum, que tinha cartão amarelo, pelo atacante Rafael Sóbis. O volante Edinho recuou para formar a dupla de zaga com Leandro Euzébio.

O Tricolor das Laranjeiras seguia pressionando, mas errava nos cruzamentos, permitindo que a defesa corintiana levasse vantagem. Aos 25 minutos, o Corinthians conseguiu se aproximar da área da equipe carioca e, após boa troca de passes, a bola acabou sobrando para Emerson chutar cruzado, para boa defesa de Diego Cavalieri.

No minuto seguinte, foi a vez de Cássio aparecer muito bem para evitar o gol de empate. Carlinhos cruzou da esquerda, Fred cabeceou para o chão e o goleiro corintiano caiu certo para desviar com a mão direita e evitar que a bola entrasse.

A partida foi ficando cada mais tensa, com muitos desentendimentos em campo e com o Fluminense pressionando. Aos 32 minutos, Edinho lançou Bruno, que cruzou da direita e Chicão evitou que a bola chegasse a Fred. Na cobrança, Fred subiu mais do que os zagueiros e cabeceou para fora, desperdiçando mais uma grande oportunidade.

Arte GE.Net
Abel colocou o jovem atacante Michael no lugar de Jean. E de tanto pressionar o Fluminense acabou marcando o gol de empate, aos 37 minutos. Em bola cruzada sobre a área, Fred entrou livre e desviou para as redes. Foi o décimo gol de Fred, agora artilheiro isolado da competição. Os jogadores do Corinthians pediram a marcação de impedimento, mas a arbitragem considerou o lance normal.

Nos minutos finais, o Fluminense pressionou em busca do gol da vitória, mas o Corinthians se defendeu com muito empenho e conseguiu ganhar um ponto no Engenhão.

Publicidade

Últimas Notícias

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade